sábado, 7 de dezembro de 2013

Nem se despediu de mim..... Morre o compositor João Silva


A música brasileira ficou mais pobre. Morreu aos 78 anos, o cantor e compositor João Silva. O corpo dele foi encontrado ontem (06), no apartamento onde residia no Bairro de Boa Vigem, na capital Pernambucana.

João Leocádio da Silva, natural do distrito das Caraíbas, iniciou-se musicalmente em Arcoverde, de onde migrou para o Sudeste e ali construiu uma exitosa carreira, que o colocou ao lado de nomes como Ney Matogrosso e Luiz Gonzaga com quem gravou mais de 200 canções.

João Silva em 2012 foi agraciado pela Câmara de Vereadores de Arcoverde com a Medalha de Honra ao Mérito Cardeal Arcoverde, pelo valor que representa para a cultura da nossa cidade, ano em que foi homenageado no São João da sua terra. Também foi um dos agraciados, em 2012, no Concurso Público de Registro do Patrimônio Vivo do Estado, promovido pelo Governo de Pernambuco, através da Fundarpe e da Secretaria de Cultura. A indicação de João Silva nesse certame foi promovida pelo COCAR - Coletivo Cultural de Arcoverde.

O compositor teve mais de mil músicas gravadas por vários artistas e os seus maiores sucessos são Prá Não Morrer de Tristeza, Pagode Russo, Danado de Bom, De Fi a Pavi, Forró de Cabo a Rabo, Nem se Despediu de Mim, Sanfoninha Choradeira, Deixa a Tanga Voar.

João teve a sua vida contada no livro “Mestre João Silva - Pra Não Morrer de Tristeza” de autoria do escritor bodocoense José Maria Marques, onde está retratada toda a trajetória artística do compositor arcoverdense.

Aos 78 anos, João Silva continuava compondo rotineiramente e preparava um novo trabalho para ser lançado em 2014. 

O corpo está sendo velado na Câmara de Vereadores do Recife e o sepultamento ocorrerá em Arcoverde, onde o corpo chegará no amanhã pela manhã. O cortejo sairá da Câmara de Vereadores às 11 horas para o Cemitério do São Miguel.

Informações: COCAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário