Será impossível sentar a mesa de um bar e não lembrar do clássico escrito e cantado por Reginaldo Rossi. Garçom