sábado, 27 de julho de 2013

Saudade o meu remédio é cantar. Liv Moraes reúne forrozeiras em homenagem a Dominguinhos no FIG


A penúltima noite no palco do Forró no Festival de Inverno de Garanhuns, foi marcada pela emoção e homenagem a Dominguinhos.
Liv Moraes, filha do sanfoneiro e compositor homenageou o pai com a ajuda de amigas forrozeiras.

Liv começou o show apontando pro céu e afirmando: “Tem uma estrela a mais brilhando no céu de Garanhuns”, se referindo ao pai falecido na última terça-feira (23) natural de Garanhuns,e que vem sendo homenageado em diversos palcos do evento. No Palco Forró, a noite foi das mulheres cantarem Dominguinhos. 

O show “Mulheres cantam Dominguinhos” reuniu, em um único palco Liv Moraes, Terezinha do Acordeon, Andrezza Formiga, Cristina Amaral e Valkyria Mendes, em uma noite de celebração e homenagem repleta de saudade do mestre.

O time de grandes intérpretes cantou diversos clássicos de Dominguinhos como “Pedras que cantam”, “Eu só quero um xodó”, “Lamento sertanejo”, Tenho sede”, “Onde está você”  e encerraram o show juntas cantando  “Isso aqui tá bom demais”.

Nos bastidores a emoção era palpável. Sentada em uma mesa Guadalupe que acompanhava a filha recebia o carinho e conforto dos amigos que passavam pelo palco e Liv falava do pai com ternura e carinho relembrando o grande músico e ser humano que era Dominguinhos.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário