sábado, 20 de julho de 2013

Palco Instrumental mistura bucolismo, comida e boa música no Festival de Inverno de Garanhuns


O verde das árvores e o multicolorido das luzes do palco refletidas nas flores aumentavam o ar bucólico e aconchegante do Parque Ruber Van der Linden. Pelo chão, famílias inteiras se sentavam para ouvir de perto o som das violas. Em um dos espaços mais tradicionais da boa música do Festival de Inverno de Garanhuns, o clime era de música, muita música.
Quem abriu a noite foi Fahrenheit, em seguida, o músico, guitarrista, cantor, compositor, arranjador, violeiro, baixista e produtor musical Hugo Linns, unia o som da sua viola caipira com instrumentos como a bateria e o violoncelo na música contemporânea.

No palco desfilaram músicas do seu álbum " Vermelhas Nuvens" como “Martelo de Aço”, escrita em homenagem a Adelmo Arcoverde. O artista interagiu o tempo inteiro com a platéia que se deliciou ao som da boa música.

Vitor Araújo, subiu ao palco com um repertório praticamente todo autoral e que mistura o popular ao erudito. O show do  pianista teve a participação da Orquestra Experimental de Câmara, regida pelo músico João do Cello. 

Quem encerrou as apresentações foi Nenéu Liberalquino. Quem circula pelo parque pode conferir barracas de comidas típicas , chocolate quente e muito mais. Neste sábado (20) o Palco Instrumental volta com Estação Brasil, A Trombonada, Paulo Rafael e Banda Estuário.

Amannda Oliveira


Nenhum comentário:

Postar um comentário