segunda-feira, 24 de junho de 2013

23.º Festival de Inverno de Inverno de Garanhuns. População rejeita a logomarca da Fundarpe


No último dia 21 de junho, a Fundarpe apresentou a nova logomarca criada para o 23.ª Festival de Inverno de Garanhuns. Segundo ela Segundo os mesmos a arte foi desenvolvida a partir de conceitos como diversidade artística e fortalecimento das tradições culturais de Pernambuco, a marca do 23° Festival de Inverno de Garanhuns é uma homenagem à "cidade das flores". Na peça, a mulher da região é apresentada como suporte para o símbolo maior do município. Apoiando o ícone principal, quatro figuras geométricas, de diferentes cores, representam os quatro maiores polos do evento: Esplanada Guadalajara, Parque Euclides Dourado, Parque Ruben Van der Linden e Comunidade do Castainho. 

Na medida em que simbolizam a unidade conceitual e operacional do evento, as formas geométricas também ressaltam a diversidade da programação que, em mais uma edição, vai contemplar todas as manifestações artísticas, consagrando o festival como um dos maiores eventos de arte e cultura do País. "

Mas, nas redes sociais, a arte não foi bem recebida pela população que afirma que a arte em nada representa Garanhuns.
Os comentários no Facebook são um bom exemplo disso:

 


Amannda Oliveira


2 comentários:

  1. A marca é bonita. O problema é que o povo só quer reclamar de tudo, até de que não há razão.

    ResponderExcluir
  2. Ta mais pra festival de verão na Bahia, festa do boi em Manaus, festa da primavera, festa do índio e cartaz do filme Gabriela. Mais com cara de festival de inverno, armaria nam! O beija flor sim, e uma marca que lembra a cidade e o festival. mais a turma gosta de inventar moda.

    ResponderExcluir