quarta-feira, 3 de abril de 2013

SEDSDH promove oficinas para os secretários municipais de Assistência Social


                                                                            Foto: Paulo Maciel

Secretários da Assistência Social de toda Região Metropolitana do recife, das Matas Sul e Norte e do Distrito Estadual de Fernando de Noronha participaram da Oficina de Orientações para elaboração do Plano Municipal de Assistência Social. O encontro que acontece, hoje (3) e amanhã (4), no Praia Hotel, em Recife, está sendo coordenado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH), por meio da Gerência de Planejamento, Projetos e Capacitação.

Na cerimônia de abertura, Laura Gomes, secretária da pasta orientou os participantes sobre o repasse do Fundo a Fundo na assistência social. O Fundo a Fundo é uma modalidade que permite o estado de Pernambuco a repassar recursos estaduais de forma direta e automática para os municípios. Laura, destacou que o momento é um marco histórico na política de assistência social. “A distribuição de recursos para os municípios será mais rápida e direta, a população terá mais qualidade nos serviços prestados, pois garante a continuidade das ações, fortalecendo, desta forma, o Sistema Único de Assistência Social – SUAS, tão importante e necessário para as comunidades, quanto o SUS (Sistema Único de Saúde)”, ressalta.

Ana Célia Farias, secretária executiva de Desenvolvimento e Assistência Social da SEDSDH ressaltou que “assistência social tem como papel central o atendimento a toda população que se encontra em situação de pobreza ou com seus direitos violados”. Ela ainda acrescenta dizendo: “A construção do Plano Municipal da Assistência Social (PMAS) é um compromisso do Poder Público Municipal de estabelecer para si as diretrizes e metas da gestão para o município”, frisou.

A oficina foi destina para secretários municipais da assistência social, que receberam orientações necessárias para elaborar o Plano Municipal de Assistência Social, buscando garantir a efetividade da política de assistência social como política pública.

Colaboração: Vinícius Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário