quarta-feira, 17 de abril de 2013

Criadores de Limoeiro recebem reforço na alimentação dos rebanhos



Dentro das ações de combate a estiagem no município de Limoeiro, a secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Agricultura iniciará nesta quarta-feira (17), a partir das 08h30, a distribuição de cana de açúcar com os produtores rurais cadastrados na secretaria na semana anterior. A distribuição será feita no Parque de Exposições Doutor Emídio Cavalcanti, as margens da PE-50. O espaço foi gentilmente cedido pela Sociedade dos Criadores de Limoeiro (SCL).


O produto será utilizado na alimentação dos rebanhos existentes no município, que semelhante aos da Região Nordeste passam por um crítico momento de seca. Já a aquisição da cana de açúcar foi possível através de uma parceria firmada entre a prefeitura de Limoeiro e o Governo do Estado, tendo no município o apoio do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). A logística para transporte da cana de açúcar vinda do polo de Surubim está sendo garantida pela administração municipal. 


O secretário responsável pela pasta, Marcelo Mota, informou que foram cadastrados 102 produtores em Limoeiro, os quais apresentaram os documentos solicitados e estavam regulares junto a Agência de Defesa Agropecuária de Pernambuco (Adagro). O secretário também destacou que esse número de produtores representa um total de 3.402 animais contemplados. “Estamos somando esforços para contribuir com os nossos produtores. O momento não é fácil, mas estamos engajados na luta diária”, comentou o prefeito Ricardo Teobaldo. “Colocamos a equipe completa a disposição das ações de combate à estiagem”, completou o gestor.


A previsão dos coordenadores é de que sejam distribuídos 10 quilos diários por animal com entrega semanal. “Calculamos essa quantidade seguindo as informações das toneladas que o município receberá por semana”, explicou Marcelo. Para o recebimento do alimento, os criadores deverão apresentar o documento de identidade, além do transporte que levará a cana de açúcar até a propriedade rural.

Colaboração: Alfredo Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário