terça-feira, 12 de março de 2013

Torcidas organizadas do Pesqueira são proibidas de ingressar no estádio de Garanhuns

O juiz da 3ª Vara Cível de Garanhuns concedeu liminar que proíbe a presença das torcidas organizadas do Pesqueira Futebol Clube nos dias de jogos no estádio Marco Antônio Maciel ― sede do Sete de Setembro, de Garanhuns ― a pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). A ação cautelar preparatória contra as torcidas organizadas do Pesqueira foi ingressada após a  baderna provocada na última partida contra o Serra Telhada. O fato resultou em queixas de agressões físicas, brigas, tumultos, depredação de ônibus e escolta policial do veículo que levava os jogadores da equipe adversária.  

Também estão proibidas charangas ou bandeiras com mastros nas imediações (distância mínima de mil metros) do estádio, conhecido como Gigante do Agreste. O promotor de Justiça  Alexandre Augusto Bezerra, ainda anexou aos autos documentos que comprovam a falta de estrutura do estádio. Além disso, a licença de funcionamento do local foi concedida em caráter precário, fato que levou o representante do MPPE a formular diversas exigências ao presidente do Sete de Setembro. 

As próximas partidas marcadas acontecem nos dias 13 e 31 de março e em 7 de abril, contras as equipes do Salgueiro, Central e Chã Grande, respectivamente. As torcidas podem recorrer da decisão em até 5 dias úteis contados a partir da emissão da decisão, que aconteceu na última sexta-feira (8).

Fonte: Ministério Público

Nenhum comentário:

Postar um comentário