segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Fórum Caatinga Sustentável reúne 19 municípios em Triunfo

 

Representantes de 19 municípios do Semiárido se reúnem nos dias 11 e 12 em Triunfo (Sertão do Pajeú) para o I Fórum Caatinga Sustentável. Sob coordenação da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas), o Fórum será o espaço de planejamento, entre integrantes de governos, ongs, universidades e sindicatos de trabalhadores rurais, das ações do programa Caatinga Sustentável, que destinará R$ 2,7 milhões do Fundo Clima para fortalecer a capacidade de adaptação aos efeitos da seca das comunidades do entorno de áreas florestais de Caatinga.


Lançado este ano pelo governador Eduardo Campos, o programa terá ações de segurança hídrica (construção comunitárias de cisternas) e alimentar, vai implantar unidades produtivas energética (fogões ecológicos) e ambiental (banheiros adequadamento saneados); e vai estimular atividades econômicas sustentáveis, como apicultura, ecoturismo, agroecologia e sementeiras, entre outras.

“Além de fortalecer e melhorar a vida das comunidades que vivem próximo às reservas florestais, o Caatinga Sustentável também vem com a missão de torná-las as principais guardiãs dessas matas, uma vez que a conservação da caatinga é uma das medidas básicas para mitigação dos efeitos da seca no Semiárido, região fortemente ameaçada pelo fenômeno da desertificação”, explica o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier.

Em cumprimento à Política Estadual de Combate à Desertificação e Convivência com a Seca, que resultou no Programa Estadual de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca (PAE-PE), o Governo do Estado, através da Semas, trabalha com a meta de criar até 2014 um total de 15 Unidades de Conservação (UC's) estaduais de Caatinga, em áreas que abrangem 19 municípios: Afrânio, Arcoverde, Belém do São Francisco, Tacaratu, Santa Maria da Boa Vista, Cabrobó, Carnaíba, Exu, Floresta, Itaíba, Lagoa Grande, Parnamirim, São Caetano, São José do Belmonte, Serra Talhada, Serrita, Taquaritinga do Norte, Triunfo e Venturosa. Duas delas já foram criadas, em Serra Talhada e Floresta (na foto, paisagem da UC de Serra da Canoa, em Floresta).

O I Fórum Caatinga Sustentável: Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade para o Combate à Desertificação no Semiárido pernambucano, tem apoio da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), e vai acontecer no SESC Triunfo. A abertura do evento, às 9h do dia 11, será realizada pelo secretário executivo da Semas, Hélvio Polito, e representantes do Ministério do Meio Ambiente.

 Informações: ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário