segunda-feira, 16 de julho de 2012

Lirinha e Jorge Vercilo foram as estrelas de domingo no Festival de Inverno de Garanhuns

A noite de domingo do Festival de Inverno de Garanhuns na Guadalajara foi do arcoverdense Lirinha e do cantor Jorge Vercilo que tiveram todo o seu repertório ovacionado e cantado em coro pelo público.
Quem abriu a noite na Guadalajara foi a Banda La Pietà, projeto do músico Éberson Ávila, que fez muita gente cantar ao som de sucessos das décadas de 80 e 90. Em seguida, foi a vez do gaúcho Nei Lisboa com seu estilo eclético. O pernambucano Siba foi a terceira atração do Palco e apresentou o seu primeiro trabalho solo chamado “Avante”. 


Com um projeto em homenagem a Lula Côrtes, José Paes de Lira, o Lirinha,  subiu ao palco ovacionado pelo público que lotava a Guadalajara. Sob o som de aplausos e gritos da multidão o cantor apresentou o seu primeiro trabalho solo intitulado "Lira" e o público cantou com ele da primeira a última música. Com estilo diferente do Cordel e mais solto e feliz no palco o cantor desfilou sucessos como " Adebayor", " Sidarta" e canções do extinto Cordel do Fogo Encantado como “Morte e vida de Stanley” e “Os oim do meu amor”. 


Feliz por voltar ao Festival de Inverno de Garanhuns, Lirinha disse: “Esta cidade é muito importante na minha formação musical, já estive aqui curtindo shows e também já fiz apresentações inesquecíveis aqui. Esta minha nova fase é um misto de recomeço e reencontro. Estou muito feliz de Garanhuns fazer parte deste momento”.

O cantor ainda falou sobre a sua cidade Arcoverde e das influência musicais que teve com o convívio de professores e amigos. Os arcoverdenses que vieram para ver o filho da terra ovacionaram o cantor que atendeu os amigos no camarim após o show.

Quem encerrou a noite foi o cantor Jorge Vercillo que abriu o show com a música  “Acendeu”, cantado pelo coro entusiasmado do público que conhecida todas as suas composições. Vercilo ficou impressionado com a receptividade do público e disse que após 15 horas dentro de um ônibus para chegar a Garanhuns, tinha a certeza de que valeu a pena.
No repertório, grandes sucessos do cantor, como “Que nem maré” , "Memória do Prazer", “Sensível demais” e "Fácil de Entender" além de canções mais recentes do disco intitilado "Como diria Bravastsky como " Sãos Jorges". 

O cantor ainda fez um apelo ao público de lutar pelo meio ambiente.

Hoje a noite na Praça Guadalajara se apresentam Lucas Notaro e os Corajosos, Di Melo e Madeira Delay, Mombojó, China e Roberta Sá.

Amannda Oliveira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário