quarta-feira, 25 de julho de 2012

Eduardo Campos lança projeto que torna o rio Capibaribe navegável.


O governador Eduardo Campos deu o pontapé inicial no projeto que vai garantir aos recifenses um corredor de transporte fluvial. Nesta quarta-feira (25/7) Eduardo assinou o edital de licitação para a dragagem do Rio Capibaribe. A iniciativa, que faz parte do programa “Rios da Gente”, totaliza um investimento de R$ 289 milhões e vai ter capacidade para transportar 335 mil passageiros por mês.

“É o primeiro projeto desse tipo em todo o PAC da Mobilidade nacional. A dragagem do Capibaribe vai ser feita em 18 meses e teremos 12 barcos e sete estações. Isso vai ajudar as pessoas a chegarem de forma mais rápida aos seus destinos”, garantiu o governador depois de explicar que “o sonho de tornar esse Rio navegável é antigo e alimentado por muitas gestões, mas só agora vai ser concretizado”, concluiu.

O processo de dragagem totaliza um valor de R$ 102 milhões e vai remover lixos e escombros de 17 quilômetros do Capibaribe. Quando entrar em operação, o transporte fluvial vai passar pelos bairros de Santana, Torre, Derby, área central do Recife e Tacaruna.  Cada bairro desses terá uma estação instalada para embarque e desembarque de passageiros. A previsão é que o “Rios da Gente” fique totalmente pronto até março de 2014.

Para que a intervenção comece a ser feita, o Governo do Estado, através da Secretaria das Cidades, realizou um estudo sobre o impacto ambiental (EIA-RIMA) do programa. “Agora, no mês de setembro nós vamos realizar uma audiência pública para apresentar a sociedade o estudo que fizemos e vamos coletar as informações para, a partir disso, lançar o edital de construção das estações”, explicou o secretário das cidades, Danilo Cabral.

Com capacidade para 86 usuários sentados, o novo transporte sustentável pode realizar 156 viagens por dia. Os barcos vão ser climatizados e acessíveis para pessoas com deficiência. “Pagando uma única passagem, as pessoas serão integradas com os ônibus. 13,9 km do Capibaribe vão ser navegáveis, com duas rotas: a Oeste, com 11 km de extensão, e a Norte com 2,9 km”, destacou o governador.

O edital assinado hoje, na sede provisória do Governo do Estado, no Centro de Convenções de Pernambuco, vai ser publicado amanhã (26/7) no Diário Oficial da União (DOU) e no Diário Oficial do Estado (DOE).


Fonte: ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário