quinta-feira, 21 de junho de 2012

Solenidade marca posse simbólica de deputados cassados na ditadura.

Clique na imagem para vê-la em seu tamanho originalA Assembleia Legislativa de Pernambuco prestou homenagens, ontem, a 25 deputados estaduais que foram eleitos pelo voto direto e cassados pelo regime militar implantado no País em 1964. Uma sessão solene, proposta pelo líder do Governo na Casa, deputado Waldemar Borges (PSB), restituiu, simbolicamente, o mandato dos políticos. “Afastados da vida pública e forçados a seguir caminhos impostos pela força da ditadura, muitos enfrentaram o desafio de deixar o País e viver em terras desconhecidas, longe da família e da pátria”, registrou o presidente da Alepe, deputado Guilherme Uchoa (PDT), que coordenou a solenidade.
Entre os parlamentares cassados, 11 já faleceram (ver arte anexa). Na homenagem, a Casa Joaquim Nabuco restituiu o diploma de posse aos próprios parlamentares, ou aos seus representantes, simbolizando a devolução do mandato.

O vereador Liberato Pereira Costa Júnior foi o primeiro a receber o documento das mãos de Uchoa. “Esse momento é justo, oportuno e pleno de humanismo”, enfatizou o presidente.


Para Waldemar Borges, a Assembleia prestou um tributo ao Estado democrático e aos que lutaram contra o regime, “que infelicitou o Brasil por 21 anos”. “Este Plenário, que já foi palco da violência dos que ignoraram a soberania popular, resgatou simbolicamente os mandatos conquistados nas urnas e que foram usurpados pelo autoritarismo”, ressaltou, registrando acontecimentos que marcaram o período. O socialista ainda entregou o diploma ao seu pai, o ex-deputado Waldemar Borges Filho.


De acordo com o ex-deputado federal, Egídio Ferreira Lima, que falou em nome dos demais homenageados; a Casa Joaquim Nabuco sempre foi exemplo para o Brasil, inclusive durante o regime militar. “Este lugar me traz muitas lembranças. Foi aqui onde dei os primeiros passos como parlamentar e conheci a riqueza da atividade política”, ressaltou, elogiando o crescimento econômico que vive o País. “Atravessamos um momento de desenvolvimento e de aproximação entre as classes sociais”, observou. Várias autoridades prestigiaram o evento, a exemplo do vice-governador, João Lyra Neto; do senador, Armando Monteiro e do deputado federal, Bruno Araújo.


Relação dos homenageados - Almany de Sá Barreto Sampaio (PST); - Audálio Tenório de Albuquerque (Arena) (in memoriam); - Carlos Luís de Andrade (PSB) (in memoriam); - Cícero Targino Dantas (PST) (in memoriam); - Clóvis Jatobá da Costa Lima (PMDB) (in memoriam); - Dorany de Sá Barreto Sampaio (PMDB); - Egídio Ferreira Lima (PMDB); - Elias Libânio da Silva Ribeiro (PDC) (in memoriam); - Geraldo Pinho Alves (PMDB) (in memoriam); - Gilberto de Oliveira Azevedo (PST); - Harlan de Albuquerque Gadelha (PMDB); - Inaldo Ivo Lima (PMDB); - Inácio Mariano Valadares Filho (Arena) (in memoriam); - José Cardoso da Silva (PST) (in memoriam); - José Ferreira de Amorim (Arena); - José Inácio da Silva (Arena); - José Marques da Silva (Arena) (in memoriam); - Josesito Padilha (Arena); - Liberato Pereira Costa Júnior (PMDB); - Luís Cláudio Braga Duarte (PST); - Luís de Andrade Lima (PMDB); - Paulo Rodolfo Rangel Moreira (Arena) (in memoriam); - Sérgio Murilo Santa Cruz Silva (PST) (in memoriam); - Sílvio Pessoa de Carvalho (Arena); - Waldemar Alberto Borges Rodrigues Filho (PMDB).

Fonte: Diário Oficial do Estado de Pernambuco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário