sexta-feira, 29 de junho de 2012

Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco discute risco de intoxicação por dipirona

Os Centro do Brasil participaram neste sexta-feira (29), de uma web-conferência sobre " Toxicidade por Dipirona". Este ano o Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco (Ceatox-PE) registrou mais de 300 casos de intoxicação envolvendo medicamentos, com três óbitos. Os registros são provocados, principalmente, por causa de medicamentos andi-depressivos e que atuam no sistema nervoso, como diazepam.
 
“Sempre alertamos sobre risco de intoxicações medicamentosas, sobretudo em crianças, pois, até os quatro anos de idade, elas correm maior risco de um envenenamento não intencional”, comenta a coordenadora do Ceatox-PE, Lucineide Porto. Segundo ela, as intoxicações com dipirona, em Pernambuco, não são comuns. Mas o remédio pode provocar coceira no corpo ou edemas. 

Pessoas com problemas hepáticos, por exemplo, devem evitar o uso. Mais informações sobre a atividade pelo (81) 3181.6451.

Fonte: ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário