quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Eternizado pela camisa 12, Marcos se despede após 20 anos no Palmeiras


Nunca escondi dos amigos que torcia para o Palmeiras, ainda lembro que aqui em casa o meu pai era torcedor fanático do Náutico em Pernambuco e eu apaixonada pelo Verdão.
Durante estes anos poucos nomes marcaram tanto os torcedores como o goleiro Marcos, o São Marcos como o chamamos.
No futebol onde nos dias atuais o dinheiro fala mais ao coração do que qualquer outra coisa, era tão muito bom assistir a um jogo do Palmeiras e perceber no rosto do nosso "santo" da camisa 12 defendendo apaixonado um time para o qual nunca negou torcer.

Nunca fui de ter muitas paixões no esporte. Mais sempre admirei três nomes que pelo modo  de ser acabaram de alguma forma marcando a minha: Airton Senna que tive a tristeza de ver morrer ao bater em Ímola em um domingo de 1994, Luis Felipe, o Felipão e o Marcos, o São Marcos do Palmeiras.

Há alguns dias atrás quando ele anunciou que iria parar,olhei para o blog e me perguntei o que iria escrever, as palavras não vieram , mas muitas recordações. Nunca vi alguém pegar pênalti tão bem quanto ele, e nos últimos tempos, mesmo em meio as lesões que não foram poucas, ele se manteve firme. Mas, um dia mediante tanto esforço físico, o corpo reclama e nós por mais que não queiramos atender aos seus apelos , temos que acabar cedendo.

Quando o clube nesta quarta-feira eternizou o goleiro a emoção acabou inundando o meu coração. Segundo Tirone, presidente do clube; o Palmeiras vai imortalizar a camisa 12 (dentro do que estabelece as regras dos campeonatos em competições organizadas pela Conmebol por exemplo, a numeração tem de ser de 1 a 25). Marcos também receberá o título de sócio eterno, será embaixador da Arena, terá um busto , uma biografia e fará um amistoso de despedida.

Encontrar heróis nos dias de hoje, é algo difícil. A cada dia que passa eles estão se aposentando, ficando cansados da luta.

Como seria bom se houvesse uma fábrica de Airtons, Marcos, Lulas, pessoas que consigam fazer a diferença naquilo que fazem por amor.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário