terça-feira, 18 de outubro de 2011

Santa Cruz do Capibaribe já sente o reflexo no escândalo do lixo hospitalar


Os comerciantes do pólo têxtil de Pernambuco, de modo particular Santa Cruz do Capibaribe já sentem na pele o resultado do escândalo do lixo hospitalar vendido por comerciante da cidade e que virou notícia nos principais jornais do estado e do Brasil.
Segundo comerciantes, as vendas caíram em média 53%.


Membros da diretoria da CDL Santa Cruz do Capibaribe, estiveram reunidos com o Poder Público, Prefeitura e Câmara Municipal, além de empresários da cidade, para discutir a formação de um Comitê Gestor de combate a crise provocada pela importação de lixo hospitalar.

Os comerciantes pretendem mostrar que todo um pólo não pode pagar pelo erro de uma única empresa.

Na segunda-feira (17), a Agência de Vigilância Sanitária fechou uma loja também em Toritama e encontrou em Caruaru 15 toneladas de tecido oriundos de lixo hospitalar americano.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário