quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Estados Unidos são irresponsáveis no caso do lixo hospitalar diz Eduardo Campos


Foto: Aluizio Moreira


O governador Eduardo Campos saiu em defesa do Polo de Confecções do Agreste no caso dos contêineres apreendidos no porto de Suape com lixo hospitalar vindo dos EUA. Na tarde desta terça-feira (18), após uma reunião com cerca de 40 empresários, autoridades policiais, vigilância sanitária e representantes das principais cidades que compõem o Polo, o governador prometeu rigor e agilidade nas medidas que serão adotadas de agora em diante.

 “Não podemos permitir que um contrabandista daqui e outro lá dos EUA perturbem um arranjo produtivo que gera 150 mil empregos”, disse Eduardo. Ele informou que irá acionar o Ministério das Relações Exteriores para que o governo americano seja notificado do caso e tome as providências necessárias. No final da tarde, o secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar, foi ao consulado americano no Recife para tratar do assunto.

O governador fez duras críticas à fiscalização aduaneira americana, que permitiu o envio de material contaminado para o Porto de Suape. “Nós temos 22 mil empresas que estão sofrendo hoje por causa de uma irresponsabilidade lá nos Estados Unidos da América, que foi onde o erro começou”, bateu. “Se alguma (fiscalização) falhou, foi a americana, pois o produto passou pelas rodovias de lá, pelos portos de lá, e quem pegou o contrabando foram as autoridades daqui. É preciso punir toda a cadeia criminosa e ela começa nos EUA”, o governador.

Foto: Aluizio Moreira
Uma comissão formada por representantes do Governo do Estado, das cidades de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Caruaru e da cadeia têxtil de Pernambuco se reunirá na próxima sexta-feira (21), às 10h, novamente no Palácio do Campo das Princesas, para apresentar as primeiras ações tomadas em conjunto. (ver lista dos integrantes abaixo)

As medidas consideradas prioritárias se dividem entre ações policiais, de saúde e de comunicação. Os procedimentos investigativos que estão sendo realizados pelas polícias Civil e Federal ganharam o apoio do Ministério Público.

Uma forte campanha publicitária será lançada na mídia local e nacional para “limpar a imagem” do centro comercial. As peças serão aprovadas até a próxima terça-feira. “Vamos investir o que for necessário para convidar o Brasil a vim fazer as suas compras de fim de ano aqui no Polo de Confecções do Agreste, que é formado por gente honrada, séria, por bons produtos. Vamos fazer do limão uma limonada”, garantiu Eduardo.

INTEGRANTES DA COMISSÃO DO POLO DE CONFECÇÕES:

REPRESENTANTES:

GOVERNO DE PERNAMBUCO

  • Secretário executivo da Casa Civil – Marcelo Canuto
  • Secretário de Imprensa – Evaldo Costa
  • Gerente Geral de Segmentos Econômicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Felipe Chaves
  • Apevisa – Jaime Brito


MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

  • Vigilância Sanitária Municipal - Cândida Ribeiro
  • Câmara dos Dirigentes Lojistas - Bruno Bezerra
  • Condomínio Moda Center Santa Cruz - Valimir Ribeiro

MUNICÍPIO DE CARUARU

  • Associação Comercial de Caruaru - João Bezerra
  • Representante da Prefeitura de Caruaru

MUNICÍPIO DE TORITAMA

  • Secretário Municipal de Indústria e Comércio – Mielito Martins
  • Vigilância Sanitária Municipal – Edivânia Tavares
  • Associação Comercial do Município– Luciano Farias

Diretor presidente do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco – Edmílson Tavares

Nenhum comentário:

Postar um comentário