quarta-feira, 27 de julho de 2011

Votorantim reabre fábrica e anuncia expansão no município de Paulista


Os índices de crescimento da economia pernambucana e, sobretudo do mercado da construção civil no estado, garantiram não apenas a reativação, mas também a expansão da fábrica do Cimento Poty, do Grupo Votorantim, no município de Paulista, Região Metropolitana Norte do Recife. A reabertura das portas da unidade e o futuro aumento da linha de produção foram feitos na manhã desta quarta-feira (27), pelo governador Eduardo Campos e pelo presidente da Votorantim Cimentos, Walter Schalka.

A empresa vai investir R$ 370 milhões na expansão que vai dobrar a capacidade de produção da planta que hoje é de 750 mil toneladas de cimento por ano – o equivalente a 15 milhões de sacos. As obras vão durar 22 meses e ao final dos trabalhos serão gerados mais 150 empregos diretos e 600 indiretos.

“Nós vamos transformar essa planta num novo canteiro de obras. Pernambuco vai ser um exportador de cimento, assegurou Walter Schalka. “Pernambuco vem crescendo mais que outros estados, por isso verificamos a necessidade desses investimentos”, disse o presidente da Votorantim Cimentos. Com a ampliação, a unidade de Paulista passará a produzir o clinquer, insumo que serve de base para a produção de cimento e que hoje é trazido da fábrica de Aracaju.

“É uma alegria saber que esses empregos vão ser gerados aqui e que essa renda vai ficar aqui”, comemorou o governador. “Fazer crescer a construção civil é ter a certeza de que um futuro melhor, com mais infraestrutura está logo ali à frente” destacou Geraldo Júlio, secretário de Desenvolvimento Econômico.  

A linha de produção do cimento Poty foi reativada hoje em Paulista após 22 anos de paralisação. Para isso, recebeu incentivos fiscais do Governo do Estado através do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe), que concedeu 75% de crédito presumido à empresa. O grupo investiu R$ 70 milhões e abriu 450 vagas de empregos diretos e indiretos em Pernambuco. “Queremos agradecer o apoio que nos permitiu colocar essa fábrica para funcionar nesse tempo tão curto, de apenas oito meses”, completou Fábio Ermírio de Moraes, membro do conselho administrativo da Votorantim.

Para o governador, a reativação da planta em Paulista assegura a democratização do crescimento econômico de Pernambuco. “Tem uma questão importante que é a geração de renda nesse espaço da Região Metropolitana Norte. A Votorantim se soma à outras fábricas que estão sendo construídas aqui gerando um crescimento e desenvolvimento mais equilibrado do norte e sul do Recife”, avaliou Eduardo.

A retomada na produção de cimento no estado faz parte do plano de expansão da Votorantim, que prevê investimentos de R$ 2,5 bilhões na construção de oito novas fábricas em sete estados brasileiros, consolidando R$ 5 bilhões em investimentos no período de 2007 a 2013 na construção e reativação de 22 unidades fabris.

GIGANTE – A Votorantim Cimentos está entre os dez maiores players globais no segmento de materiais básicos de construção (cimento, concreto, agregados e produtos complementares), com forte presença nacional e nas Américas. No Brasil, mantém a liderança de mercado, com 40% de participação.

Em 2010, a Votorantim Cimentos registrou receita líquida de R$ 8,5 bilhões e produziu 26 milhões de toneladas de cimento. Consolidou sua expansão internacional ao adquirir participação de 21,2% na portuguesa Cimpor, uma das maiores empresas de cimento do mundo, com operações em 12 países da Europa, África e Ásia.

Fonte: Governo do Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário