terça-feira, 19 de julho de 2011

Quinta noite do Festival de Inverno é marcada pelo romantismo

Zé Cafofinho 
Foto: Amannda Oliveira

A quinta noite do Festival de Inverno na Guadalajara foi marcado pelo romantismo sem deixar lado, a mistura de ritmos que tem sido marcante no evento.
Quem abriu a noite foi o cantor de Garanhuns Paulinho Groove e a Banda Abajuar Lilás. o palco foi transformado em um grande cabaré com radiola de ficha de tudo.

Depois foi a vez do cantor , instrumentista e compositor Zé Cafofinho e Seus Correntes subirem ao palco e misturarem os ritmos. E o público viu, ouviu e cantou junto ritmos latinos, jazz, samba de gafieira e pop.

Adilson Ramos
Foto: Amannda Oliveira

Mais a noite foi sem sombra de dúvidas do romantismo. Adilson Ramos um veterano no Festival de Inverno comentou com o público que era a 16.ª que vinha ao palco da Guadalajara e que quando lá se apresentou pela 1.ª vez o evento não se chamava FIG. 
O cantor trouxe para o palco sucessos consagrados da sua carreira como Olga, Leda, Sonhar Contigo e Relógio. Acompanhado por um público de diversas gerações o cantor de um pique impressionante empolgou o público que o acompanhou em um grande coro em todas as músicas.

Fafá de Belém
Foto: Amannda Oliveira

Quem encerrou a noite foi a cantora paraense Fafá de Belém que destacou a alegria de voltar ao FIG que citou como referência nacional. A cantora ainda mencionou o amor por Pernambuco e começou a desfilar sucessos um atrás do outro começando pela música Vermelho seguida de um pout-porri de músicas como Cavalgada, Dilema, Memória , Desabafo e tocou fez o povo balançar com lambada. 

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário