domingo, 17 de julho de 2011

Multiculturalidade marca a terceira noite do Festival de Inverno de Garanhuns

Orquestra Santa Massa
Foto: Amannda Oliveira

Forró, coco, mangue beat, rock e mpb. Estes foram alguns dos ritmos que embalaram a terceira noite do Festival de Inverno de Garanhuns. A noite onde a multiculturalidade de o tom e a voz a Guadalajara.
A primeira atração a se apresentar foi a banda Muendas de Garanhuns que trouxe consigo uma mistura de sons e ritmos bem conhecidos dos pernambucanos como o forró, o coco e o rock regado a influência do movimento mangue beat.
A segunda atração da foi a Orquestra Santa Massa. Formada por Fábio Trummer, da banda Eddie, Isaar , Maciel Salu,Dj Dolores, Iuri Queiroga , Deco e Parrô , a atração transformou a Guadalajara em uma grande pista de dança mesclando ritmos pernambucanos e sucessos da música eletrônica.

Foto: Amannda Oliveira

Quem se apresentou em seguida foi a cantora Gal Costa. A cantora começou agradecendo ao público por estarem no palco mesmo embaixo de tanta chuva. "Mesmo com esta chuva vocês vieram? Obrigada" e continuou, vou cantar um repertório que todos vocês conhecem e quero que vocês cantem comigo. E foi impossível não cantar. Durante  uma hora a cantora trouxe ao público músicas consagradas da mpb como Baby, Folhetim, Garota de Ipanema, Festa do Interior , Aquarela do Brasil, Chega de Saudade, Sorte, Coração Vagabundo e Vapor Barato todas cantadas pelo público.

Foto: Amannda Oliveira

A quarta atração da noite, tem sangue de artista correndo na veia e é apontado como um dos grandes nomes da música atual. A cantora Bebel Gilberto, filha de João Gilberto com Miúcha e sobrinha de Chico Buarque, mostrou no palco o dom herdado de família com maestria. Bebel disse no palco que era a favor da liberação da maconha: "sou a favor da liberação de tudo viu. O pessoal não gosta que eu fale besteira como eu sou a favor". A cantora literalmente deitou e rolou no palco cheio de água. Com um repertório recheado com músicas dos seus três trabalhos ela encantou ao público que cantava junto clássicos da bossa nova como Samba de Verão a música Close to you que é trilha sonora de uma novela e levou ao público ao delírio ao cantar Eu preciso dizer que te amo. A última música do seu repertório foi Aganju.

Foto: Amannda Oliveira

Quem encerrou a noite com chave de ouro foi a percussão da Orquestra Contemporânea de Olinda. A programação de hoje também promete agitar a Guadalajara. A primeira atração da noite é o cantor de Garanhuns Mourinha do Forró, seguido de Bongar e Josildo Sá. Depois o rock de Marina Lima e do ex-vocalista do Los Hermanos Marcelo Camelo ditam o ritmo da noite.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário