quarta-feira, 21 de julho de 2010

O Incrível Mundo do Cangaço presente no FIG

Amannda Oliveira





Foto: Amannda Oliveira

Um dos espaços mais interessantes do Casarão dentro do Festival de Inverno de Garanhuns, é o que retrata o Cangaço. A frente dele o professor de História pernambucano Antônio Vilela de Souza que traz o seu mai novo livro sobre "O Incrível Mundo do Cangaço - Volume II".

O livro retrata entre outras coisas, entrevistas com cangaceiros vivos e alguns que faleceram antes do lançamento.
Em conversa de mais de uma hora com o professor, ele me contou que parte do conteúdo do livro é composta de material inédito, com foco nos perseguidores de Lampião e desconhecidos do mundo do cangaço, como o tenente caçula e o tenente Zé Jardim. A obra destaca a vida de Lampião e traz algumas curiosidades sobre o cangaço.

De acordo com Vilela, muitas pessoas não conhecem o trabalho do coronel Zezé Abílio, de Bom Conselho do Papacaça, de Gerson Maranhão, de Audálio Tenório e até do próprio José Lucena, quem colocou Lampião no cangaço.

O autor me contou a origem da sua paixão pelo cangaço, por volta de 1975 onde ao conhecer sua esposa que era de Mossoró, descobriu parte da história do cangaço caminhando pelas ruas da cidade. Começou a adquirir todos os livros que encontrava e a escrever pequenos textos a respeito do assunto. Um dia , o filho lhe sugeriu que escrevesse um livro e ele topou o desafio.
O primeiro exemplar de o Incrível Mundo do Cangaço vendeu 4 mil exemplares.

Realmente, o mundo do cangaço encanta e desperta nas pessoas a curiosidade de saber quem era Lampião? Mocinho ou bandido? Ao meu ver , ele foi um pouco das duas coisas, para uns micinho e para outros um bandido impiedoso. Se você ainda não foi a exposição, vale a pena conferir e levar um dos livros pra casa.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário