quinta-feira, 29 de julho de 2010

Catalunha proíbe touradas, mas só a partir de 2012

"Existem algumas tradições que não podem continuar congeladas no tempo enquanto a sociedade se transforma. Não precisamos banir tudo, mas as coisas mais degradantes devem ser banidas", disse José Rull, membro do Parlamento pelo partido nacionalista catalão".

Se existe uma coisa da qual eu tenho verdadeiro pavor, são tradições, esportes ou eventos que tenham como foco principal, o maltrato e ou a morte de animais. Por isso , me alegrei em parte com a notícia que vi nos jornais de que o Parlamento da Catalunha aprovou com 68 votos a favor e 55 contra, a Iniciativa Legislativa Popular que proíbe as touradas naquela região a partir de 2012.

A proposta foi assinada por 180 mil cidadãos e durou meses para ficar pronta.

A votação terminou com os partidos CiU (Convergência e União), PSC (Partido Socialista da Catalunha), ERC (Esquerda Republicana da Catalunha) e ICV (Iniciativa Verde da Catalunha), defendendo o direito dos animais, enquanto o PP (Partido Popular) e o colectivo Ciutadans de Catalunya (Cidadãos da Catalunha) manifestaram-se contra.

Não tem sentido, um esporte cruel como este continuar a existir, tenho certeza que a Espanha possui atrativos belos para os turistas e cidadãos e não precisa matar milhares de animais inocentes só por pura crueldade.

No Brasil, outros esportes bem populares deveriam ser proibidos como as vaquejadas e rodeios, que também maltratam os animais , só que são super divulgados e incentivados pro razões óbvias de lucro.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário