quarta-feira, 19 de maio de 2010

Senado Aprova Ficha Limpa

O Senado aprovou nesta quarta-feira o Projeto Ficha Limpa, que impede a candidatura de políticos que tenham sido condenados por um órão colegiado ( grupo de juízes). Todos os 76 senadores foram favoráveis à proposta.
Além de impedir a candidatura de "políticos sujos" o projeto também amplia o período de ilegibilidade para 08 anos.
O senador Arthur Virgílio apresentou ontem ao TSE ( Tribunal Superior Eleitoral) uma consulta para saber se o projeto entraria em vigor ainda nas eleições de 2010, prazo final para registro de candidaturas junto a justiça eleitoral.
A OAB ( Ordem dos Advogados do Brasil) na pessoa do seu Presidente Ophir Cavalcanti, cobrou do Presidente Lula que sancione rapidamente a proposta a fim de que vigore nas eleições deste ano.
O Presidente informou ainda que "o país está numa espécie de vigília cívica à espera da sanção".
O pior é saber que uma emenda apresentada pelo senador Francisco Dornelles (PP-RJ) ao Projeto Ficha Limpa pode abrir uma brecha para que políticos, com condenações por colegiados, possam se candidatar a novos cargos eletivos. Pela proposta, incluída de última hora, a proibição só passaria a valer após a promulgação da lei e excluiria os políticos já condenados.

Os senadores modificaram o texto e, em alguns artigos, onde se lia “os que tenham sido condenados”, o texto aprovado diz: “os que forem condenados”. Era de se esperar que o projeto fosse aprovado dando um jeittinho dos políticos sujos se safarem. Olha ai um para o povo não votar mais FRANCISCO DORNELLES.
Até quando Brasil  o povo não vai ter vergonha na cara?

Nenhum comentário:

Postar um comentário