quinta-feira, 25 de junho de 2009

Morte de Michael Jackson Abala o Mundo.

 

O mundo foi pego de surpresa com a notícia da morte súbita de Michael Jackson. O cantor foi vítima de um ataque cardíaco em sua casa em Loas Angeles. Michael Joseph Jackson nasceu em 29 de agosto de 1958 em Gary, Indiana. Começou sua carreira musical nos anos 60, aos cinco anos com o Grupó Jackson Five onde cantava com mais quatro irmãos. É impressionante como a notícia da morte de um ídolo mexe tanto com as pessoas. Simplesmente por que para os fãs a morte de algumas pessoas é algo imposível de ser imaginada. É como se fossem imortais. Durante horas diversos dites de busca travaram devido ao congestionamento por qualquer coisa que lembrasse o cantor. O REI DO POP como era conhecido, saia de cena deixando atrás de si um mundo estarrecido e com inúmeras perguntas que nunca terão respostas. O astro que vendeu 750 milhões de discos, viu sua vida virar um inferno a partir da década de 90 quando foi atingido por um sérei de escândalos envolvendo pedofilia, mudança de cor e altas dívidas. Parecia que nada do que o cantor fazia consegui desviar a atenção da sua vida particular.


Mas deixando os escândalos de lado, vale salientar que o mito Michael Jackson revolucionou a música pop, a dança e o jeito de vender a música quando na década de 80 lançou "Thriller" dando origem ao videoclipes e a própria MTV. Compositor de primeira, produtor musical, ele foi referência de artistas consegrados da música e fez a alegria de muita gente que dançou ao som das suas músicas e tentou imitar os seu passos de dança. Michael Jackson, deu a volta pro cima e no ano em que completou 50 anos sairia em turnê com o novo trabalho " THIS IS IT", traduzido literalmente como "É Isso" cujos ingressos para os 50 shows foram esgotados em minutos num total aproximado de 700 mil. O artista morre fisicamente, mas viverá eternamente através de sua obra e não será esquecido pelo mundo da música e muito menos pelos seus fãs , até por que a música será sempre dividida entre antes e depois de Michael Jackson. 

 Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário