domingo, 28 de fevereiro de 2021

Paulo Câmara negocia com laboratório compra da vacina Sputnik V

fevereiro 28, 2021

FotoHélia Scheppa/SEI


O governador Paulo Câmara se reúne, nesta terça-feira (02.03), em Brasília, com a diretoria da farmacêutica União Química, produtora no Brasil da vacina Sputnik V, para negociar a aquisição direta do imunizante russo. A iniciativa é uma ação conjunta do Fórum de Governadores do Brasil.

O laboratório União Química protocolou na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa),  o pedido para uso emergencial no Brasil de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. A empresa também informou que o imunizante será produzido no Brasil nas fábricas de Brasília e Guarulhos. A vacina tem origem russa e apresentou eficácia acima de 90% contra o novo coronavírus na última etapa de testes, segundo a Rússia.

Na última terça-feira (23.02), o Supremo Tribunal Federal autorizou Estados e municípios a adquirir vacinas contra o novo coronavírus, mesmo sem a certificação da Anvisa, no caso de as doses previstas no Plano Nacional de Imunização (PNI) serem consideradas insuficientes.


NOVOS LEITOS - O Governo de Pernambuco ativou, neste final de semana, mais 20 leitos de UTI para reforçar a rede estadual de combate à Covid-19. As novas vagas foram abertas no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, localizado no bairro da Estância, no Recife. Com isso, a unidade soma 30 vagas para receber pacientes com sintomas ou diagnóstico do novo coronavírus. Além disso, outras 10 vagas de terapia intensiva devem ser disponibilizadas à população nos próximos dias. A expectativa é, nas próximas semanas, ofertar até 80 leitos para a Central de Regulação do Estado.


A rede estadual de saúde passou a contar também, neste final de semana, com outras duas vagas de terapia intensiva no Hospital Rui de Barros Correia, localizado em Arcoverde, no Sertão do Moxotó. A unidade conta agora com 10 leitos de UTI para pacientes com a Covid-19.

Neste domingo tivemos mais uma reunião importante no Gabinete de Enfrentamento à Covid-19. Recebemos o prefeito João Campos para monitorar a abertura dos novos leitos de UTI no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, que já estão em funcionamento e recebendo os primeiros pacientes”, disse Paulo Câmara. O governador destacou ainda que o comitê segue analisando em tempo real todos os dados do novo coronavírus, além de acompanhar o trabalho de fiscalização das medidas restritivas no Estado.


ASCOM- Governo de Pernambuco

sábado, 27 de fevereiro de 2021

Prefeitura de Arcoverde lança o Programa Arte nas Mãos

fevereiro 27, 2021

Foto: Divulgação/PMA

A Secretaria Desenvolvimento Econômico, Turismo e Eventos (Sedete) da Prefeitura de Arcoverde e o Centro de Inclusão, em parceria com a Secretaria de Cultura, realizaram na manhã de sexta-feira (26/02), no auditório da Sedete, o lançamento do Programa Arte nas Mãos.

O projeto tem como objetivo fortalecer a atividade econômica dos artesãos da cidade, realizando uma série de atividades que irão fortalecer o sistema de produção, o artesanato de identidade, a inclusão digital e vendas de trabalhos, estimulando a inclusão produtiva e maior desenvolvimento econômico, além de ampliar o acesso a crédito e espaços de venda através de exposições, feiras e outros eventos.

O lançamento contou com a participação de 23 artesãos do município e contou com as presenças de Janice Soares da Silva, Diretora de Gestão e Projetos da Sedete; Amannda Oliveira, Coordenadora do Centro de Inclusão; Sandra Lira, Diretora do Departamento de Patrimônio, Preservação e Memória da Secretaria de Cultura; e do professor Juan Ricelly, do Centro de Inclusão.

Durante dois meses mais de 60 artesãos do município serão beneficiados pelo programa que contém uma série de iniciativas que irão fortalecer o artesanato local. Durante o mês de março haverá no Centro de Gastronomia o Projeto Mulher Artesã que realizará feira de artesanato dentro do espaço.

“Arcoverde é a terra da arte, de pessoas talentosas e a quantidade de artesãos que possuímos é um retrato disso. O projeto vem para fortalecer o trabalho que eles já desenvolvem e ampliar as oportunidades de venda agregando valor aos produtos e aumentando também as vendas pela internet”, disse Amannda Oliveira.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Eventos vai facilitar o acesso à carteirinha do artesão, além de auxiliar o acesso a crédito e espaços de venda, é um projeto que conta com uma equipe de peso, destacou Janice Soares da Silva.

Na próxima semana começam as ações com o grupo de artesãos que participaram da reunião e já acontece o encontro com o segundo grupo. Mais informações através do telefone (87) 3821-9019.

ASCOM

Cia.2 Promove a 2.ª edição do Festival Itinerante Pare, Olhe, Sinta! Festival de Teatro, Circo e Dança de Buíque

fevereiro 27, 2021

Foto: Leonardo Silva

Circo, Dança, Teatro, Cultura Popular, Oficinas. Já pensou tudo isso aí em sua casa? Pois prepara a pipoca e ajeita o sofá porque de 01 a 07 de março a Cia. 2 em Cena preparou uma programação bem especial para compor a 2ª edição do Pare, Olhe, Sinta! Festival Itinerante de Teatro, Circo e Dança de Buíque. Este projeto tem a idealização, direção geral de produção e produção executiva do artista e produtor cultural Arnaldo Rodrigues. Arnaldo Rodrigues é natural de Buíque – PE, mas aos 02 anos de idade foi embora da cidade com seus pais para morar em Petrolina – PE. Atualmente ele reside em Recife - PE. Em 2013 regressou à sua terra natal e por ela se apaixonou ao ver e perceber quão cultural e linda era a cidade, mas percebeu, também, que o poder público municipal não tinha políticas culturais para amparar os artistas locais e deixando, portanto, os artistas à própria sorte e carregando todo o peso de resgate e manutenção da cultura e arte buiquense. Ao perceber a situação do cenário artístico e cultural buiquense Rodrigues se sentiu sensibilizado e intimado a contribuir com a produção cultural de sua cidade natal, a qual o arrebatou de encantamento.

 Seguindo os protocolos de segurança e prevenção à pandemia da COVID-19, nesta edição será exibida toda a programação on-line, através do canal da Cia. 2 em Cena no YouTube (link no fim da matéria) e, também, através do instagram da Companhia. Integra a programação três workshops, dois espetáculos de dança popular, um espetáculo de teatro e um espetáculo de circo.

 

Foto: Leonardo Silva

Na segunda edição do Festival, a curadoria buscou difundir a arte e cultura dos artistas buiquenses marcadas pela tradição dos povos indígenas e quilombolas, haja vista que são herdeiros da cultura e arte dos povos originários desse município. O festival, também, traz na sua programação espetáculos da região que dialogam com a cultura local. A necessidade de convidar espetáculos de cidades da região foi, infelizmente, pelo fato de Buíque não ter produção de espetáculos de teatro e circo, devido a isto, o conceito da edição deste ano é ter na programação apenas produção local com intuito de valorizar a cultura local e fazer com que os buiquenses se vejam espelhados em suas obras artísticas realizadas pelos artistas da terra. Além dos espetáculos, compõem a programação workshops que desvendam um pouco à história e danças do Povo Kapinawá, a confecção de mamulengos e a feitura de malabares artesanais.

SE LIGA NA PROGRAMAÇÃO:

01/03/2021 – 19h:00 - OFICINA DE DANÇAS ÍNDIGENAS (Oficina de toré e coco do Povo Indígena Kapinawá da Aldeia Mina Grande, ministrada por Beatriz Kapinawá e Bruno Kapinawá) (Buíque-PE)

02/03/2021 – 19h:00 - OFICINA DE TEATRO (Confecção de mamulengo, ministrada por Sebastião Simão Filho). (Olinda-PE)

03/03/2021 – 19h:00 - OFICINA DE CIRCO (confecção de malabares artesanais ministrada por Mateus Silva). (Recife-PE)

04/03/2021 – 19h:00 – Espetáculo de dança: TORÉ E COCO DO POVO INDÍGENA KAPINAWÁ / Aldeia Indígena Mina Grande (Buíque-PE)

05/03/2021 – 19h:00  –  Espetáculo de circoDECRIPOLOU TOTEPOU Odília Nunes ( Minadouro-PE).

06/03/2021 – 19h:00  – Espetáculo de teatro: ESPELHO DA LUA / Tropa do Balaco baco. (Arcoverde-PE).

07/03/2021 – 19h:00  Espetáculo de dança: SAMBA DE COCO/ Grupo Resgate da Alegria da Comunidade Quilombola Mundo Novo. (Buíque - PE).

Para acompanhar a programação é necessário acessar o link do canal da Cia. 2 em Cena no youtube: https://m.youtube.com/user/arnaldojsrodrigues. Ou seguir o perfil da Cia. 2 em cena no Instagram: https://instagram.com/cia2emcena?igshid=uk4vtuke5bl1 para poder ver os vídeo IGTV da programação do festival postados.

Aproveita e se inscreva no canal da Cia. 2 em Cena. Assim, você poderá acompanhar além desses, outros eventos da companhia e, ainda, dá uma olhadinha nos nossos espetáculos.

 O Pare, Olhe, Sinta! Festival de Teatro, Circo e Dança de Buíque tem o incentivo da FUNDARPE/SECULT, através da Lei Aldir Blanc Estadual (LAB PE), este projeto tem a idealização, direção geral de produção e produção executiva do artista e produtor cultural Arnaldo Rodrigues.

 

FICHA TÉCNICA DA EQUIPE DE PRODUÇÃO DO PROJETO:

Diretor geral de produção: Arnaldo Rodrigues;

Coordenação de produção de Alexsandro Silva;

Produtor executivo: Arnaldo Rodrigues;

Assistente de produção executiva: Anesio Marcilio dos Santos Pereira;

Produtora executiva local: Anailsa Torres

Apoio de produção: Ricardo Vendramini;

Designer gráfico: Java Araújo;

Social mídia: Thaís Silva;

Interprete em libras: Ênio Felipe

Captação de imagens em vídeo: Coringa Comunicação visual;

Capitação de som: Neném Pancadão;

Editor/montador de videio: Davison Wescley;

Fotógrafo e assessor de comunicação: Leonardo Silva;

Administrador: Arnaldo Rodrigues.

 Informações: Leonardo Silva

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Presidente da AESA faz visita à Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns – AESGA

fevereiro 26, 2021

Foto: Divulgação/PMA

Na sexta-feira (26/02), o presidente da AESA, Alexandre Lira, foi até Garanhuns para uma visita técnica a AESGA, onde lá conheceu toda a estrutura da instituição, que hoje tem como sua presidente, Adriana Carvalho.

Na pauta discutiram sobre as dificuldades das instituições nesse tempo de pandemia e os caminhos que cada um buscou para que não fossem gerados prejuízos as Autarquias, bem como aos alunos.

“É importante trabalharmos sempre em parceria contribuindo com ideias para outras Autarquias, afim de levar sempre o melhor para a AESA. A AESGA já tem um laço de parceria muito grande conosco onde viemos fortalecer ainda mais”, afirmou Alexandre Lira.

A AESGA tem mais de 37 anos de atividade e fica localizada em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco.

Ascom – Prefeitura de Arcoverde

Secretaria de Saúde de Arcoverde inicia o agendamento da vacinação para idosos na faixa etária de 80 a 85 anos.

fevereiro 26, 2021

 

Nesta sexta-feira (26/02), iniciou-se em Arcoverde o agendamento de idosos com faixa etária de 80 a 85 anos que irão receber a primeira dose da vacina contra a COVID-19. De acordo com Cláudia Cunha, coordenadora municipal do Plano Nacional de Imunização (PNI), todos os idosos desta faixa etária serão contemplados mediante o recebimento da vacina enviada pelo Governo do Estado de Pernambuco. Foram recebidas até o momento 620 doses para atender este grupo, o equivalente a 65% das doses.

‘’A Secretaria de Saúde e o Plano Municipal de estão empenhados nos trabalhos de imunização e alerta sobre a necessidade de permanecer com as medidas de prevenção mesmo após ter tomado a vacina’’. Disse Cláudia Cunha.

Para realizar o agendamento, o idoso ou seu acompanhante deve se dirigir as unidades básicas de saúde de posso do documento de identificação, CPF e cartão do SUS.

Ascom-Prefeitura de Arcoverde

“Revolução”: Gabi da Pele Preta lança seu primeiro single com videoclipe produzido no Agreste pernambucano

fevereiro 26, 2021


“Você me chamou pra dançar, e eu fui, que dançar é uma revolução”. A força da mulher artista negra e interiorana ressoa na voz de Gabi da Pele Preta, cantora caruaruense que lança nesta sexta (26/02) o seu primeiro single. A canção “Revolução”, que exalta a alegria e a liberdade de ser, chega oficialmente às plataformas digitais. A música estreia também em videoclipe no YouTube, com imagens que celebram a vida como um direito e o bem viver como forma de revolução.

Composta especialmente para a artista pelo músico pernambucano Juliano Holanda, “Revolução” se apresenta como cartão de visitas de Gabi. A música é o seu primeiro trabalho de estúdio, e revela a força da mulher negra e pernambucana do Agreste. Com forte sonoridade afrobrasileira e poética politizada, “Revolução” é um hino em prol do respeito, do amor próprio e dos afetos genuínos.

O videoclipe endossa ainda mais esse movimento. Filmado na cidade de Garanhuns, no Agreste pernambucano, a obra audiovisual, produzida por Stephany Metódio e dirigida por Eriko Renan, é um convite para dançar e abraçar o mundo. Diferentes belezas negras, gêneros e corpos aparecem dançando ao som da voz de Gabi, ostentando suas identidades e o orgulho de quem são. Uma reflexão audiovisual sobre ocupar espaços de forma livre e na plenitude de ser quem se é.

“Dançar é uma forma de libertação, uma forma de relacionar-se com nosso corpo-casa de forma ancestral. É resgatar o afeto por si, por outres e a potência de transformação que tudo isso carrega. Sobretudo nessa conjuntura de hostilidade e necropolítica” comenta a artista. É esse ativismo que Gabi assume em sua jornada artística de quase 15 anos de carreira, na qual vem subindo em palcos por todo Pernambuco. Sua energia marcante na cena ao vivo agora se converge em voz e alma neste primeiro single.

“Revolução” é a primeira de quatro músicas que vão compor um EP, o primeiro álbum oficial da cantora. Atualmente em processo de produção, o trabalho chega ao público ainda em 2021. Assim Gabi da Pele Preta inicia novo momento na carreira - ainda mais apropriada de si, de sua voz, de sua poesia, de sua existência, fazendo da música um instrumento de construção de afetos, coletividade e alegria. “Tenho tanto para falar que canto”, diz ela.

SOBRE A ARTISTA - Gabi da Pele Preta é publicitária, professora, atriz e cantora natural de Caruaru/PE. Iniciou trajetória artística em 2006, mesclando incursões por teatro e música, atravessando gêneros como samba, jazz, MPB e o soul setentista. Ativista das causas feministas e da negritude, fez de suas pautas e lutas de vida o combustível de sua carreira solo como intérprete, cantando composições de nomes como Juliano Holanda, Alexandre Revoredo, Joana Terra, Isabela Moraes, Fernanda Limão, Ezter Liu, Isadora Melo e Caio Meneses.

Desde 2011, sobe a palcos por Recife, Caruaru, Garanhuns, Petrolina e outras cidades pernambucanas, integrando programação de festividades como São João e Carnaval. Também participou de festivais - Janeiro de Grandes Espetáculos, No Ar Coquetel Molotov 2017, Macuca das Artes, Rec Beat, além de edições do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG).

Atualmente, além do trabalho solo, Gabi da Pele Preta desenvolve trabalhos musicais com Azulão - patrimônio vivo do forró pernambucano - e com a banda Cordel do Fogo Encantado, como backing vocal, além de ser integrante da Mostra Reverbo. Seu canto forte e sua força cênica a tornam um dos talentos notáveis da música pernambucana da última década.

Confere esse lindeza:


FICHA TÉCNICA - SINGLE

Gabi da Pele Preta: Voz

Juliano Holanda: Composição/Guitarra

Alexandre Revoredo: Guitarra

Efraim Rocha: Contrabaixo

Nino Alves: Percussão

Cahuê Moreno: Bateria


FICHA TÉCNICA - CLIPE

Direção e roteiro: Gabi da pele Preta e Stephany Metódio

Produção Executiva: Stephany Metódio

Assistência de Produção: Joesile Cordeiro

Captação, montagem e edição: Eriko Renan

Elenco: Joesile Cordeiro, Katarina Barbosa, Vinn Amara, João Revoredo, Rafael Sisant, Zeh Lucas, Lili Novais, Catarina Gomes


Milton Raulino


Proposta cria fundo administrado pelo Sebrae para fornecer aval a microempresas.

fevereiro 26, 2021

O Projeto de Lei 163/21 cria um fundo, administrado pelo Sebrae Nacional, para fornecer o aval ou fiança a empréstimos bancários contratados por micros e pequenos empresários e microempreendedores individuais.

O Fundo Garantidor de Crédito para Micro e Pequenas Empresas (FGCMPE) será formado por diversas fontes, como recursos aportados pelo Sebrae, pelo Orçamento da União, pelos fundos constitucionais (como o FNE) e pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

As condições do fundo garantidor, como percentual de aval a ser concedido, serão definidas posteriormente por regulamento do Poder Executivo.

O projeto é do deputado Pastor Gil (PL-MA) e foi baseado no Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), criado pelo Sebrae para garantir até 80% do aval exigido de financiamentos para pequenos negócios. O Fampe surgiu para combater os efeitos da pandemia de Covid-19 sobre os micronegócios.

Para o deputado, há mais vantagens, para os pequenos empreendimentos, em focar nas garantias do que na concessão de empréstimos diretos. “Quando um fundo empresta com recursos próprios, cada R$ 1 que sai vira R$ 1 de crédito concedido. O fundo sendo o avalista, para cada R$ 1 pode-se gerar R$ 2, R$ 3, R$ 4 ou vários reais em crédito, a depender da modelagem do programa de garantias”, disse Pastor Gil.

Modalidades
Pelo projeto, o FGCMPE fornecerá aval para quatro tipos de empréstimos:

  • investimento, com ou sem capital de giro;
  • capital de giro puro;
  • produção, comercialização e prestação de serviços; e
  • desenvolvimento tecnológico e inovação.

Poderão operar o fundo instituições financeiras pertencentes ao Sistema Financeiro Nacional (SFN) e Empresas Simples de Crédito (ESCs). Elas deverão celebrar convênio com o Sebrae para se utilizarem da garantia prestada pelo FGCMPE.

Pela concessão da garantia, os bancos e ESCs cobrarão do beneficiário, em nome do Sebrae, uma Comissão de Concessão de Garantia (CCG) e uma Comissão de Concessão de Garantia Adicional (CCGA). Os valores de ambas serão regulamentados pelo Poder Executivo.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Senado aprova o Marco Legal das Startups

fevereiro 25, 2021

Foto: Pixabay


O Senado aprovou o Marco Legal das Startups e do Eempreendedorismo Inovador. O PLP 146/2019 traz medidas de estímulo à criação de empresas de inovação e estabelece incentivos para quem investir nessas empresas. Como foi aprovado com mudanças, o o voltará para a Câmara dos Deputados, onde teve origem.

O PLP 146/2019 define startup como empresa e sociedade cooperativa que atua na inovação aplicada a produtos, serviços ou modelos de negócios.

A proposta aprovada no Senado estabelece que a receita bruta das startups deve ser de até R$ 16 milhões no ano anterior e a inscrição no CNPJ deve ter no máximo dez anos. Também exige que a empresa tenha declarado, na sua criação, o uso de modelos inovadores ou que se enquadre no regime especial Inova Simples, previsto no Estatuto das Micro e Pequenas Empresas. Para entrar no Inova Simples, no entanto, o limite de renda é menor a receita bruta máxima é de R$ 4,8 milhões.

Existe também a figura do investidor anjo a pessoa física que aplica o próprio patrimônio em startups. Ele não será considerado sócio nem possuirá direito à gerência ou a voto na administração da empresa, mas poderá participar nas deliberações em caráter estritamente consultivo, estabelecido em contrato. Esse investidor não responderá por dívida da empresa, inclusive em recuperação judicial, e não será estendido a ele nenhuma obrigação da empresa — como as trabalhistas, por exemplo. 

O projeto permite a participação do Estado no processo de estímulo às startups, com uma modalidade especial de licitação que consiste na contratação de pessoas ou empresas para teste de soluções inovadoras, com ou sem risco tecnológico. A intenção é resolver demandas públicas que exijam solução inovadora com emprego de tecnologia, além de promover a inovação no setor produtivo por meio do uso do poder de compra do Estado.

Fonte: Agência Senado

Em Pernambuco, Conselho Estadual de Política Cultural abre processo eleitoral para novos membros

fevereiro 25, 2021

Foto: Pixabay

As inscrições para candidatura de conselheiros e conselheiras poderão ser feitas virtualmente entre os dias 8 e 22 de março, via plataforma Prosas (www.cultura.pe.gov.br/editais-prosas)

O Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE/Fundarpe, lançou, nesta quarta-feira (24), o edital que regulamentará as inscrições e o processo eleitoral de novos representantes (titulares e suplentes) da sociedade civil para o Conselho Estadual de Política Cultural (CEPC/PE), no biênio 2021/2023.

O pleito prevê duas etapas: inscrição e habilitação para participação no fórum setorial de cada segmento e área; realização de um fórum setorial, por segmento ou área, para eleição de um conselheiro titular e respectivo suplente.

As inscrições dos candidatos poderão ser feitas virtualmente entre os dias 8 e 22 de março de 2021, via plataforma Prosas (www.cultura.pe.gov.br/editais-prosas). Já o resultado final do processo eleitoral deverá ser divulgado até o dia 4 de junho de 2021, nos canais oficiais da Secult-PE/Fundarpe.

Os fóruns setoriais ou específicos serão divididos em segmentos e áreas, conforme definidos no art. 4º do Decreto 41.777/2015. São eles: 1) Arquitetura e Urbanismo; 2) Artes Visuais e Fotografia; 3) Artesanato; 4) Audiovisual; 5) Circo; 6) Dança; 7) Design e Moda; 8) Gastronomia; 9) Literatura; 10) Música; 11) Teatro e Ópera; l2) Cultura popular de matriz ibérica; 13) Cultura popular de matriz africana; 14) Cultura popular de matriz indígena; 15) Produtores culturais; 16) Pontos de cultura; 17) Movimentos sociais, comunitários e de direitos urbanos, de mídia livre, de juventude e estudantil; 18) Zona da Mata; 19) Agreste; e 20) Sertão.

Para cada segmento ou área contemplado, será realizado um fórum setorial para a eleição de um conselheiro titular e respectivo suplente para cada segmento ou área. Os eleitos serão os dois mais votados, necessariamente um titular e um suplente por segmento ou área para mandato de dois anos, renovados por igual período. Em caso de empate para definição dos conselheiros eleitos, titular e suplente, será considerado eleito titular o candidato com maior idade. Os suplentes serão sempre os segundos candidatos mais votados para cada segmento ou área. É importante ressaltar que quem se candidata deverá apresentar, no ato de sua inscrição, uma comprovação de vinculação ao segmento/área que pretende concorrer ao CEPC/PE.

"O CEPC/PE é um dos instrumentos mais democráticos e participativos da política cultural do Estado. Como ele é um órgão colegiado que contempla vários segmentos e áreas culturais, esse processo eleitoral visa dar mais transparência à sua composição", comenta o secretário estadual de Cultura, Gilberto Freyre Neto.

Já o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, destaca que "a renovação dos membros do colegiado permite que a sociedade discuta e proponha novas pautas, além de contribuir com a formulação e consolidação de políticas públicas que atendam mais e melhor aos anseios e às demandas da cadeia produtiva e cultural pernambucana".

Para o vice-presidente da Fundarpe, Severino Pessoa, a participação da sociedade civil é decisiva para uma boa representação. "É fundamental que possamos contar com a contribuição e participação de todos aqueles que formam o tecido cultural. Todas as linguagens artísticas precisam ter pessoas comprometidas com os avanços e desafios de constituir uma política pública. Sem a sociedade, não temos como avançar. É também importante ressaltar que o CEPC/PE tem formação paritária, sendo metade eleita pela sociedade civil e a outra metade de representantes do governo", resumiu ele.

INSCRIÇÕES ON-LINE - Considerando o momento de pandemia da Covid-19 (coronavírus) e os riscos inerentes às reuniões e/ou fóruns presenciais, as inscrições/habilitações e os fóruns eletivos de segmentos e áreas culturais serão realizados exclusivamente por meio da plataforma digital on-line, disponível no site: prosas.com.br/editais. Para realizar a inscrição e candidatura, o participante deverá criar uma conta gratuita de “empreendedor” na aba: prosas.com.br/empreendedores. As inscrições e as candidaturas deverão ser realizadas entre às 8h do dia 8 de março de 2021 até às 18h (horário de Brasília) do último dia de inscrição, 22 de março de 2021, considerando envio de todos os documentos de inscrição na versão final (não serão aceitas inscrições em rascunho). A plataforma on-line para inscrições interromperá o recebimento de inscrições, após o horário limite estabelecido.

No dia 30 de março de 2021, a Secult-PE/Fundarpe divulgará todos os dados relacionados à inscrição, habilitação, candidaturas e propostas, por segmento e área. Os fóruns virtuais começam a ser realizados no dia 19 de abril e estendem-se até 14 de maio de 2021. O resultado das eleições em cada fórum setorial será informado no Diário Oficial do Estado e divulgado no Portal da Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco (www.cultura.pe.gov.br).

Acesse aqui todos os documentos e anexos relacionados ao processo eleitoral do Conselho Estadual de Política Cultural (CEPC/PE).

Informações: Fundarpe

Reunião com representantes dos artesãos de Arcoverde vai evidenciar fortalecimento do segmento nesta sexta-feira (26)

fevereiro 25, 2021
Foto: Amannda Oliveira

A Secretaria Desenvolvimento Econômico, Turismo e Eventos (SEDETE), da Prefeitura de Arcoverde, vai sediar nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, a partir das 11h, reunião com representantes dos artesãos do município. O objetivo do encontro, que será restrito a 20 participantes, em virtude da pandemia da Covid-19, faz parte de um projeto municipal que visa fortalecer a atividade econômica do segmento.

A ação será realizada pela SEDETE, em parceria com o Centro de Inclusão e a Secretaria de Cultura. O ciclo de reuniões contará com uma série de iniciativas que também irão fortalecer o sistema de produção, o artesanato de identidade, a inclusão digital e vendas de trabalhos. O projeto vai estimular a inclusão produtiva e maior desenvolvimento econômico ampliando acesso a crédito e espaços de venda através de exposições, feiras e outros eventos.

Nesta primeira ocasião, também será informado aos participantes a realização de exposição de artes dedicada às mulheres do município, que acontece no final de semana do Dia da Mulher, no Centro de Gastronomia e Artesanato – CGA.

Informações: ASCOM

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

AESA fecha parceria com o programa de estágios do SESC

fevereiro 24, 2021

Esta semana a Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde – AESA fechou uma parceria com o SESC em seu programa de estágios. Nesse programa os alunos dos cursos de Letras e Pedagogia do CESA serão diretamente beneficiados.

“Vamos a cada dia buscar sempre o melhor para os nossos alunos, de tal maneira que buscamos mais essa ferramenta junto ao SESC para facilitar a vida daqueles que precisam do estágio para completar o curso.” Pontuou Alexandre Lira (Presidente da AESA).

O programa de estágios do SESC está com as suas inscrições abertas até o dia 28/02/2021, e conta com o telefone (87) 3821-0864 para dúvidas e informações para os alunos que desejarem se inscrever no programa.

Esse programa beneficiará mais de 11 cidades de Pernambuco incluindo Arcoverde.

ASCOM

Juliano Holanda lança "Por onde as casas andam em silêncio"

fevereiro 24, 2021

Foto: Tiago Calazans.

Novo disco do cantor e compositor pernambucano ganha lançamento digital nesta sexta, 19 de fevereiro, pela Dubas. Em oito canções autorais, o artista canta sentimentos controversos provocados pelo atual momento histórico 2020. Ano de pandemia, de quarentena, de polarizações extremas, de catástrofes no Brasil e no mundo. Uma nova década começando em meio a obscuridades e incertezas. A sensação de impotência diante de um momento histórico tão adverso e a força da canção se unem no novo trabalho do cantor, compositor e musicista pernambucano Juliano Holanda. Ele lança, neste 19 de fevereiro, o disco "Por onde as casas andam em silêncio", obra densa na qual relê o contexto atual sob forte lirismo e experimentalismo.

Em oito canções autorais, o artista narra o revés vivido pelo cidadão brasileiro, o amargor do isolamento social, o inconformismo com as controvérsias políticas, a desilusão das expectativas frustradas. Um repertório que questiona e afaga, pelo qual Holanda canta a aspereza dos dias e, ao mesmo tempo, clama por mais humanidade nas relações sociais. Músicas que lamentam, que ruminam a dor, sem perder o vislumbre da esperança e do afeto como instrumento de sobrevivência.

Com direção musical assinada pelo próprio Juliano e por sua companheira, a produtora Mery Lemos, o disco foi idealizado e produzido durante a quarentena. Seis canções foram compostas durante o isolamento, somando-se a outras duas que já figuravam no repertório do compositor, que já escreveu algo em torno de 600 canções. Nos arranjos, a voz de Holanda dialoga apenas com um instrumento - o contrabaixo -, em alusão ao início de sua trajetória musical nos anos 1990 e 2000, quando começou a tocar com artistas da cena pernambucana.

"Durante 10 anos da minha vida, eu só toquei baixo. No disco inteiro sou apenas eu, na voz e no instrumento", detalha o artista, que viu no duo uma forma de se experimentar no fazer musical, unindo suas origens a sua costumeira e potente inventividade poética. "É um disco baseado na poesia mesmo. Letras grandes com pouca melodia, algo mais próximo da fala, parecido com a linguagem do contrabaixo mesmo", explica Juliano.

A canção "Súmula" abre o disco revelando diferenças entre o eu-lírico e o outro; "Haja Terapia" aborda o cotidiano da quarentena em tom confessional e existencialista - "não sei em que altura da estrada a gente perdeu a poesia", o artista se indaga na canção, para na faixa seguinte constatar - "não há queda maior que Cair Em Si". E assim segue o repertório. A sonoridade afiada, crua, somada à sutileza e ao acolhimento da poesia, viram tentativa de transformar solidão e decepção em resiliência e renascimento.

Esse é o primeiro lançamento de Juliano Holanda desde o single "Eu, Cata-Vento", lançado em março de 2020, que abriria caminhos para o disco "Sobre a Futilidade das Coisas". O momento histórico, no entanto, pausou o trabalho em curso e inspirou o projeto do novo disco, que ganhou incentivo através da Lei Aldir Blanc em Pernambuco. "Este é um trabalho urgente, que pede para ser lançado agora. Nasceu pela pandemia e para a pandemia", comenta o cantor.

"Por onde as casas andam em silêncio" é uma realização da Anilina Produções e chega a todas as plataformas digitais pelo selo Dubas. Um disco de apelo ao sensível que ainda existe na humanidade, uma provocação para manter-se alerta e são, e um alento poético para atravessar a quarentena.


>> Ouça agora “Por onde as casas andam em silêncio”, de Juliano Holanda:


Disponível em Spotify, Deezer, iTunes, Amazon Music e Tidal

>> FICHA TÉCNICA:

Voz, vocais e baixos: Juliano Holanda

Direção musical: Mery Lemos e Juliano Holanda

Produção musical: Juliano Holanda

Produção executiva - Mery Lemos - Anilina Produções

Mixagem: Juliano Holanda e André Oliveira

Finalização e Masterização: André Oliveira (Estudio Muzak)

Arte da capa: Lucas Torres

Fotografia: Tiago Calazans.

Figurino: Acervo Cris Garrido

Gravado no estúdio Casa dos ventos por Juliano Holanda.

Todas as canções são composições de Juliano Holanda.


Realização: Anilina Produções

Incentivo: Lei Aldir Blanc, Fundarpe, Secretaria Estadual de Cultura, Governo de Pernambuco e Governo Federal.

Informações: Milton Raulino


Prefeitura de Arcoverde realiza a ‘Sala do Empreendedor Itinerante’ na Cohab I

fevereiro 24, 2021
Foto: Divulgação/PMA


Com o intuito de levar orientação para quem deseja se tornar microempreendedor, por meio de palestras e outras atividades formativas, o Projeto Sala do Empreendedor Itinerante, promovido pela Prefeitura de Arcoverde, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Eventos, esteve na manhã desta quarta-feira, 24 de fevereiro, na Associação de Moradores da Cohab I.

A reunião, que contou com o curso ‘Como utilizar as redes sociais para aumentar as vendas’, ministrado através do Centro de Inclusão de Arcoverde, teve participação de trabalhadores como manicure, pedreiro, gesseiro, marceneiro, montador de móveis, donos de salão, de bares e de mercadinhos na referida comunidade.

O projeto leva sua programação gratuita para distintas localidades do município, sendo direcionado para quem quer iniciar um próprio negócio ou expandir seus empreendimentos.

Confira abaixo as próximas reuniões, que acontecem sempre às quartas-feiras, pela manhã, com duração média de duas horas:

Dia 03/03 – Boa Vista
Dia 10/03 – Residencial Maria de Fátima Freire
Dia 17/03 – Vila São Francisco
Dia 24/03 – Manoel Borba e adjacências
Dia 31/03 – São Miguel
Dia 07/04 – Praça do Escorrego
Dia 14/04 – Jardim da Serra
Dia 21/04 – Alto do São Cristóvão
Dia 28/04 – Cidade Jardim
Dia 05/05 – Cohab II
Dia 12/05 – Loteamento Rocha
Dia 19/05 – Novo Arcoverde

ASCOM

Em Garanhuns, Centro de Controle de Zoonoses amplia trabalho de resgate de animais abandonados

fevereiro 24, 2021

                                                                                                                     Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Garanhuns, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, vem ampliando as ações relacionadas ao recolhimento de animais de médio e grande porte, em vias públicas da cidade. A ação do Governo Municipal busca reduzir a população de animais abandonados nas ruas, provocando uma diminuição do número de acidentes de trânsito e transtornos junto à população. 

A equipe de remoção do Centro de Controle de Zoonoses conta atualmente com motoristas e tratadores. Até a última segunda-feira (22), mais de 20 animais de grande porte foram resgatados das ruas, sendo a maioria destes asininos (jumentos), equinos (cavalos) e muares (mulas).

Para execução do trabalho, a equipe realiza rondas e também atende às denúncias da população, que podem ser feitas por meio do telefone: (87) 3762-7024. Assim que removidos, os animais albergados são mantidos no curral do Centro de Zoonoses, sendo alimentados e medicados se estiverem enfermos.

Após o recolhimento, o animal pode ser resgatado pelo seu tutor responsável, em até oito dias, mediante pagamento de taxa. Após este período, é prevista a destinação do animal para adoção.

O Centro de Controle de Zoonoses também prevê a promoção de ações educativas, com o intuito de reduzir os índices de abandono dos animais. O trabalho busca coibir este tipo de prática, que pode causar acidentes, prejuízos à saúde pública e dos animais; expostos a alimentação não adequada e sofrimentos diversos.

Assessoria de Comunicação de Garanhuns

Pernambuco recebe novo lote com 48 mil vacinas e termina o dia com mais 130 mil doses contra a Covid-19

fevereiro 24, 2021

Foto: Hélia Scheppa/SEI

Pernambuco recebeu, na noite desta quarta-feira (24.02), mais 48 mil unidades da vacina Sinovac/Butantan, o que possibilitará avançar na proteção dos trabalhadores de saúde em ambas as doses, beneficiando todo o território pernambucano. Com os imunizantes que chegaram ao Aeroporto Internacional dos Guararapes às 20h, Pernambuco finalizou o dia com mais 130 mil doses de vacinas contra a Covid-19. Pela manhã, já haviam chegado 82 mil unidades da farmacêutica AstraZeneca/Universidade de Oxford, desenvolvidas em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e produzidas pelo Instituto Serum, na Índia, que garantirão a primeira dose para idosos entre 80 e 84 anos de idade, em todos os municípios do Estado.

“Seguimos trabalhando firmes na distribuição. Nosso sistema de logística é extremamente rápido, possibilitando que as remessas das doses cheguem a todas as regiões e todas as cidades do Estado. Isso vai permitir a vacinação dos grupos prioritários com agilidade e eficiência”, destacou o governador Paulo Câmara.


O secretário de Saúde do Estado, André Longo, reforçou a importância de dar prosseguimento à imunização dos trabalhadores de saúde. “As doses da AstraZeneca seguiram para todas as Gerências Regionais de Saúde nesta quarta-feira. Já o quantitativo do Butantan será encaminhado a partir da manhã desta quinta-feira. Importante lembrar que o lote do Butantan é para ambas as doses, e os municípios receberão as duas já nessa entrega”, explicou.


Nas remessas anteriores, o Estado recebeu do Ministério da Saúde mais de 593 mil unidades de vacinas contra a Covid-19, sendo 427.560 unidades da Sinovac/Butantan, utilizadas para ministrar as duas doses, e 166 mil da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, apenas para a primeira dose. O Ministério informou que encaminhará a segunda dose posteriormente.


Assessoria de Comunicação - Governo de Pernambuco


Festival Excluso, Eu? estreia nesta quinta-feira com uma palhaça com deficiência à procura de emprego

fevereiro 24, 2021

 

Está chegando a hora! O Festival Excluso, Eu? estreia nesta quinta-feira (25), às 19h. A primeira atração é com o primeiro episódio do espetáculo Birita Procura-se, que conta a história de uma palhaça com deficiência à procura de emprego. O solo, assim como todo o festival, vai ter transmissão gratuita pelo canal da companhia A Casa das Lagartixas no Youtube.

  Com mais três noites de apresentações e debates que colocarão na mesa a participação e o profissionalismo das pessoas com deficiência, as produções que estão na programação do Excluso, Eu? mostram e discutem questionamentos e atitudes em relação aos mais diversos tipos de deficiências.

No segundo dia do festival (26), além de mais um episódio de Birita Procura-se (19h), vai rolar a exibição do curta-metragem ProfanAção, às 22h. O filme  da Companhia Estela Lapponi, que é indicado para maiores de 16 anos, é protagonizado por cinco artistas com deficiência que se deparam com diversas perguntas enviadas pelo público que revelam a curiosidade em torno de seus corpos.

A programação segue no sábado (27), mas desta vez a atração que abre o dia é o primeiro debate do Café com Prosa, com o tema O Protagonismo DEF, explodindo territórios. Esse encontro está marcado para as 17h. Em seguida, às 19h, tem o terceiro episódio do Birita, Procura-se.

 

A noite termina com o espetáculo Pudesse ser apenas um enigma, de Jéssica Teixeira, às 22h. Nele, que é indicado para maiores de 14 anos, a atriz cearense faz uma desmontagem de seu primeiro solo, “E.L.A”, que surge de uma pesquisa de Jéssica a partir do próprio corpo estranho da atriz, produtora e diretora.

 

No domingo (28), o Festival Excluso, Eu? retoma as apresentações às 15h, com o espetáculo Baú de Histórias, da Trupe Sentidos, de São José dos Campos (SP). De forma lúdica e com classificação livre, ele desperta no público as necessidades de quebrar as barreiras da comunicação e que as realidades podem mudar.

 

A segunda atração de domingo, é a vez do último debate Café com Prosa, com o tema Política e Economia DEF, que rola às 17h. Para encerrar o Festival Excluso, Eu?, às 19h, tem o último episódio de Birita, Procura-se.

 Festival dá protagonismo às pessoas com deficiência

Além dos artistas que protagonizam os espetáculos e o curta-metragem, a maioria dos profissionais que estão nos bastidores possui alguma deficiência. Estão na direção-geral, nas artes gráficas, na assessoria de comunicação e outras funções.  

Uma das inspirações para produzir o Festival Excluso, Eu? é a necessidade que o grupo tem de explorar seu próprio potencial profissional. De acordo com o último Censo, realizado em 2010 pelo IBGE, o Brasil tem uma população de aproximadamente 25% que se declara com algum tipo de deficiência.

Acessibilidade em primeiro lugar

Todos os eventos e materiais de divulgação contarão com recursos de acessibilidade de comunicação: como audiodescrição e intérprete de Libras.

Programação

Dia 25 - Quinta-feira

19h - Birita Procura-se (Ep. 1)


Dia 26 - Sexta-feira

19h - Birita Procura-se (Ep. 2)

22h – ProfanAção (+16)


Dia 27 - Sábado

17h –Café com Prosa: O Protagonismo DEF, explodindo territórios

19h - Birita Procura-se (Ep. 3)

22h - Pudesse ser apenas um enigma (+14)


Dia 28 - Domingo

15h - Baú de Histórias (Livre)

17h – Café com Prosa: Políticas e economias DEF 

19h - Birita Procura-se (Ep. 4)

* Todos os espetáculos ficarão disponíveis por 24h no canal da Cia Casa das Lagartixas no Youtube.


O Festival Excluso, Eu? é realizado e produzido pela Cia. Casa das Lagartixas Teatro Clube, por meio da Lei Federal Aldir Blanc 14.017/2020 de 29 de junho de 2020, Fundação Cultural Cassiano Ricardo, Prefeitura de São José dos Campos, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal,  com apoio da Ska Web Results e da Luis Daniel Assessoria de Imprensa.

Informações: Assessoria de Comunicação