sábado, 29 de junho de 2019

Espavento encantou o público no Polo das Artes no São João de Arcoverde

junho 29, 2019
 Foto: Amannda Oliveira
O grupo Teatro de Retalhos, apresentou na noite de ontem no Polo das Artes o Espetáculo " Espavento". O espetáculo traz a história dos palhaços que vão assistir a uma peça de teatro, mas chegando lá, descobrem que a atração principal não apareceu. Depois de verem a placa " precisa-se de artistas. Paga-se bem pouquinho" eles tem a chance de estrear no circo. Para impressionar o dono do show vale tudo e, entre peripécias e improvisos, juntos vão construindo um espetáculo torto, no qual a única regra é não parar de jogar.

 Foto: Amannda Oliveira
O grupo envolveu o público convidando crianças da platéia a participarem como voluntárias. O resultado disso foi uma grande sucessão de risadas. 

 Foto: Amannda Oliveira

Construído a partir de jogos de improviso, Espavento resulta de pesquisa da máscara do palhaço, iniciada em 2012. Traz números que fazem referência à tradição circense: corda bamba, mágica, malabares, acrobacias e tem na interação com a plateia o grande mote criativo. Nessa relação direta com o público, os palhaços assumem sua falibilidade e dividem com ele o fracasso e sua ridícula humanidade. 
Espavento tem como artistas Djaelton Quirino, Carol Viana, Tocha Ribeiro, Eder Lopes e Alex Pessoa.
  Foto: Amannda Oliveira

  Foto: Amannda Oliveira

 Foto: Amannda Oliveira

Amannda Oliveira


Grupo de rap Condor traz reflexões em seu show no São João de Arcoverde

junho 29, 2019

Pertencentes à promissora cena do rap pernambucano, o grupo se apresenta pela primeira vez na cidade com o show “O paradoxo entre o Caos e o Nirvana”

Foto: Amannda Oliveira

A revolução que vem sendo provocada pelos maiores artistas do rap nacional nos últimos anos tem expandido o interesse dos mais variados públicos pelo gênero musical. É nesse contexto que o grupo de rap Condor se apresentará, neste sábado, 29, no São João de Arcoverde. Os Jovens artistas levarão ao polo Rubens Pastor (Palco do Rock) o show “O paradoxo entre o Caos e o Nirvana”, a partir das 23h. 

O repertório do grupo é formado por músicas autorais que contemplam reflexões ácidas sobre a vida e morte do jovem negro no Brasil, o abuso do poder financeiro, político, as contradições das religiões de maior hegemonia no ocidente, misticismo e espiritualidade. Musicalmente, o grupo também flutua entre diversos mundos. O eletrônico tradicional do rap se faz presente em sua musicalidade, porém divide espaços com elementos orgânicos originários de culturas, tais como, guitarra, baixo, violão, cajon e pandeiro. Os artistas bebem em fontes que passeiam entre os ritmos negros americanos, musica popular brasileira, poesia nordestina e gêneros do sertão, sobretudo pernambucano. 

O grupo, formado pelos Mc’s Simbá Obi e José Gautama e pelo DJ/beatmaker Chatón, nasceu em Recife no final de 2017. Os dois vocalistas são primos, frutos de uma família de grandes poetas, como Fernando Paes de Lira e Lirinha, radicada em Alagoinha, cidade do interior pernambucano. Obi e Gautama, são filhos de Arcoverde, cidade em que passaram sua infância. Hoje, residem na capital pernambucana e se preparam para seus primeiros trabalhos de estúdio, em julho. 

Além dos integrantes fixos do grupo, a apresentação contará também com a presença de Sua Lua, violonista e guitarrista da tradicional banda recifense Suprema Corte, comandando os arranjos dos instrumentos orgânicos e contribuindo com os vocais. 

ASCOM

Embolada, xote, baião e forró embalaram o show de Alceu Valença em Arcoverde

junho 29, 2019
Foto: Amannda Oliveira

O Cantor e compositor Alceu Valença voltou aos palcos do São João de Arcoverde na noite desta sexta-feira, 28 de junho. A apresentação que já virou tradição no evento foi regada a muito xote, baião, embolada e muito forró pé de serra, o cantor esquentou a noite chuvosa e deu o tom e o ritmo na Praça da Bandeira. No repertório sucessos como "Cabelo no Peito", " Tropicana", " Anunciação", e " Pelas Ruas Andei". Do repertório de Gonzaga vieram " Baião", " Vem Morena", " Xote das Meninas" e " Juazeiro". A música " Pagode Russo" do arcoverdense João Silva e Gonzaga também foi tocada e  cantada em coro pelo público.
Alceu é daqueles artistas multifacetados que as pessoas podem assistir a 10 shows dele que fazem questão de ver novamente. 

O São João de Arcoverde termina neste sábado.

Amannda Oliveira


sexta-feira, 28 de junho de 2019

Oswaldo Montenegro lança "Balada para um ex-amor"

junho 28, 2019

Oswaldo Montenegro alinhava show solo com o qual vai percorrer o Brasil paralelamente à agenda da turnê nacional do espetáculo feito com Renato Teixeira.

Esse próximo show será intitulado Balada para um ex-amor, nome da música inédita que o cantor, compositor e músico carioca gravou em maio deste ano de 2019 para ser lançada em single que aporta amanhã, 21 de junho, nas plataformas de áudio.

Na letra, o artista esboça – em versos como "E tudo o que nos sobrou é o espaço onde a gente não cabe / E a memória não alcança mais" – visão poética e árida sobre o reencontro de ex-casal que faz o inventário emocional de perdas e ganhos da relação afetiva.
Com capa que expõe Montenegro em foto de Ivo Iran, o single Balada para um ex-amor será promovido com clipe que entra em breve em rotação no canal de vídeos do artista. No clipe, que tem fotografia assinada por André Horta, instrumentos antigos compõem ambiente de ar renascentista, como o cravo tocado pelo próprio Oswaldo. Montenegro.
Também participam da gravação Sergio Chiavazzoli (no bandolim), Madalena Salles (na flauta) e integrantes do grupo Música Antiga, com instrumentos típicos da Renascença, período evocado pela obra deste cantor rotulado como menestrel e trovador.

O forró esquentou a noite de quinta-feira do São João de Arcoverde

junho 28, 2019
Foto: Amannda Oliveira

Nem a chuva que caía no início da noite noite de quinta-feira, 27 de junho, espantaram os forrozeiros de plantão da Praça da Bandeira. E foi justamente o forró que esquentou a noite. O cantor Valdinho Paes abriu as apresentações, com um show em comemoração aos seus 10 anos de carreira. Tocando músicas autorais e algumas bem conhecidas do público o cantor colocou o público pra dançar.


Foto: Amannda Oliveira

O cantor Maciel Melo nos recebeu no camarim para um bate papo rápido. E falou sobre nos festejos juninos: "Cada vez menos cidades tem espaço para a tradição. É preciso que os gestores entendem que o forró tradicional , o forró de Gonzaga, é a música que embala os festejos juninos no Nordeste. Não pode faltar espaço para a tradição nas festas juninas. Arcoverde é uma das poucas cidades que mantém polos com artistas de tradição.É preciso preservar o que é nosso."

No repertório não faltaram músicas como Dama de Ouro, Caboclo Sonhador, Isso Vale um Abraço,A Poeira a e Estrada.

Foto: Marluce Regina

O responsável por encerrar a noite, foi o cantor Xand Avião que desfilou sucessos dos tempos de Aviões e agora da carreira solo. Músicas como Casal Raiz, Algo Mais e A Lista foram cantadas em coro pelo público.

Amannda Oliveira


quinta-feira, 27 de junho de 2019

Prefeita Madalena entrega troféus aos sanfoneiros homenageados pelo São João 2019

junho 27, 2019
 Foto: David Mayer 

Em solenidade ocorrida na manhã desta quinta-feira, 27 de junho, a prefeita de Arcoverde, Madalena Britto, efetuou a entrega dos troféus aos sanfoneiros homenageados na versão 2019 do ciclo junino. A cerimônia, realizada no gabinete da gestora municipal, contou com participações do vice-prefeito Wellington Araújo; dos secretários municipais Albérico Pacheco (Turismo e Eventos) e Teresa Padilha (Cultura e Comunicação); de Pedro Gilberto, representando a gerente do Sesc Arcoverde, Águida Cardeal; e da vereadora Cleriane Medeiros.

  Foto: David Mayer  

A entrega individual dos troféus contemplou os músicos: Pé de Greia; Giovani do Acordeon; Paulinho do Forró; Zezito do Forró; Cícero do Acordeon; Zé do Peba; Zé Coco; Fernando Mamede; Sérgio Coringa e Zezinho da Sanfona. E na abertura do São João, realizada no último dia 21 de junho, o sanfoneiro Valdecir subiu ao palco do Polo Multicultural, para receber em nome dos mestres a homenagem concedida pelo Comitê Gestor de Eventos do município.
 Foto: David Mayer 
Dando as boas vindas aos presentes, Madalena Britto destacou que a escolha do tema aos mestres sanfoneiros se deu principalmente “à força da sanfona no nosso São João. E a gente não poderia de deixar de prestar essa homenagem, já que na parte cultural também já lembramos em edições anteriores do ciclo, grupos de reisado, coco, pífano e artistas forrozeiros de Arcoverde”, afirmou a prefeita.
 Foto: David Mayer 

Durante a entrega, cada músico agradeceu ao município, em um breve momento para expressarem vivências no cenário artístico regional, evidenciando a tradição do instrumento musical enquanto uma das principais vertentes culturais na cidade.
  Foto: David Mayer 

Em seu discurso, Wellington Araújo parabenizou os mestres sanfoneiros e frisou que atualmente o São João de Arcoverde é referência no país inteiro, refletindo a responsabilidade da gestão municipal. “Para o ano, vem mais turistas e visitantes até nossa cidade e isso significa mais desenvolvimento. Mais de 70% das atrações deste ciclo são da terra, sendo uma valorização que a gestão da prefeita Madalena Britto está tendo para com os artistas de Arcoverde”, ressaltou o vice-prefeito.
                                                                     Foto: David Mayer 

ASCOM

Prefeita Madalena antecipa salário de servidores de Arcoverde até o dia 28 de junho

junho 27, 2019
A prefeita de Arcoverde, Madalena Britto, estará liberando até a próxima sexta-feira, dia 28 de junho, o pagamento do salário referente ao mês de junho, de professores municipais; servidores ativos das secretarias de Saúde, Assistência Social, Educação; além de todos os cargos comissionados que constituem atualmente a gestão municipal. A informação foi dada pelo secretário de Administração, Aloísio Antônio Brito.
“Estaremos possibilitando que ao final de um período bastante favorável à economia local, como sempre é o ciclo junino em nosso município, que os servidores sejam valorizados e também contribuam para o aquecimento de setores como o comércio da cidade”, ressaltou a prefeita Madalena.
ASCOM

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Governo de Pernambuco anuncia os selecionados para o 12º Festival de Cinema de Triunfo

junho 26, 2019
Foto:Marcelo Lyra
O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, divulga a lista de curtas e longas-metragens selecionados para o 12º Festival de Cinema de Triunfo – marcado para acontecer de 5 a 10 de agosto, no Cineteatro Guarany. Nesta edição, o festival contará com 33 filmes em competição, representando 10 estados brasileiros em suas mostras competitivas. A lista está disponível no Portal Cultura.PE (www.cultura.pe.gov.br).
Ao todo, foram recebidas cerca de 350 inscrições. Os realizadores dos filmes selecionados serão, em breve, contatados pela Coordenação do evento. A programação completa, com mostras as especiais e ações de formação, será divulgada nas próximas semanas. Os filmes concorrerão a R$ 24 mil em prêmios.
Números da 12ª Convocatória do Festival de Cinema de Triunfo
33 filmes selecionados, sendo:
07 da Mostra Competitiva de Curta-metragem dos Sertões
07 da Mostra Competitiva de Curta-metragem Pernambucano
05 da Mostra Competitiva de Curta-metragem Infanto-Juvenil
09 da Mostra Competitiva de Curta-metragem Nacional
05 da Mostra Competitiva de Longa-metragem Nacional

Confira a lista dos filmes selecionados para o 12º Festival de Cinema de Triunfo:
Mostra Curta-metragem dos Sertões
O Quarto Negro
Direção: Carlos Kamara
Orobó (PE)
Classificação: 14 anos

Deus te dê boa sorte
Direção: Jacqueline Farias
Petrolândia (Aldeia Pankararu-PE)
Classificação: Livre

Solitude
Direção: Coletivo Cinema no Interior
Triunfo (PE)
Classificação: Livre

Desyrrê
Direção: Coletiva
Triunfo (PE)
Classificação: Livre

#Turismo_Selvagem
Direção: Coletiva
Triunfo (PE)
Classificação: Livre

Quitéria
Direção: Tiago A. Neves
Cabaceiras/Campina Grande (PB)
Classificação: 10 anos

OPARÁ – Morada dos nossos ancestrais
Direção: Graciela Guarani
Jatobá (PE)
Classificação: Livre

Mostra Curta-metragem Infanto-juvenil Nacional
Pedro e o Velho Chico
Direção: Renato Barbosa de Almeida (Renato Gaia)
Belo Horizonte (MG)
Classificação: Livre

O grande amor de um lobo
Direção: Kennel Rogis e Adrianderson Barbosa
São Miguel do Gostoso (RN)
Classificação: Livre

Menina não solta pum
Direção: Ayodele Gathoni
Rio de Janeiro (RJ)
Classificação: Livre

Lily’s Hair
Direção: Raphael Gustavo da Silva
Goiânia (GO)
Classificação: Livre

Um Beijo para Sofia
Direção: Calleb Jangrossi
Piracicaba (SP)
Classificação: Livre

Mostra Curta-metragem Pernambucano
Enraizada
Direção: Tiago Delácio
Recife (PE)
Classificação: Livre

Quando a chuva vem?
Direção: Jefferson Batista de Andrade
Carpina (PE)
Classificação: Livre

Quanto craude no meu sovaco
Direção: Duda Menezes e Fefa Lins
Recife (PE)
Classificação: 10 anos

O Menino que morava no som
Direção: Felipe Soares
Recife (PE)
Classificação: 12 anos

Parto sim!
Direção: Katia Mesel
Recife (PE)
Classificação: Livre

Mucunã
Direção: Carol Correia
Sítio Rodrigues – Belo Jardim (PE)
Classificação: Livre

Nova Iorque
Direção: Leo Tabosa
Serra Talhada / Recife (PE)
Classificação: 10 anos

Mostra Curta-metragem Nacional
NEGRUM3
Direção: Diego Paulino
São Paulo (SP)
Classificação: 10 anos

Aulas que matei
Direção: Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia
Brasília    (DF)
Classificação: 12 anos

Rebento
Direção: Vinicius Eliziário
Salvador (BA)
Classificação: Livre

Mesmo com tanta agonia
Direção: Alice Andrade Drummond
São Paulo (SP)
Classificação: 10anos

Cinco minutos por dia
Direção: Bob Yang & Frederico Evaristo
São Paulo (SP)
Classificação: Livre

Guaxuma
Direção: Nara Normande
Recife (PE)
Classificação: 12 anos

Nakua pewerewerekae jawabelia/ Hasta el fin del mundo/ Até o fim do mundo
Direção: Margarita Rodriguez Weweli-Lukana & Juma Gitirana Tapuya Marruá
Puerto Gaitán/Recife/Rio de Janeiro
Classificação: Livre

Codinome Breno
Direção: Manoel Batista
Natal (RN)
Classificação: 10 anos

O Lucas chamou o mar
Direção: Ani Cires
São Paulo (SP)
Classificação: Livre

Mostra Longa-metragem Nacional
Salustianos
Direção: Tiago Leitão
Recife (PE)
Classificação: Livre

Desvio
Direção: Arthur Lins
João Pessoa/Patos (PB)
Classificação: 14 anos

O que resta
Direção: Fernanda Teixeira
Rio de Janeiro (RJ)
Classificação: 16 anos

Eduardo Galeano vagamundo
Direção: Felipe Nepomuceno
Rio de Janeiro (RJ)
Classificação: 12 anos

Madrigal para um poeta vivo
Direção: Adriana Barbosa e Bruno Mello Castanho
São Paulo (SP)
Classificação: Livre

Informações: Fundarpe

Aberto o credenciamento de imprensa para o Festival de Inverno de Garanhuns

junho 26, 2019

A Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), por meio da sua Assessoria de Comunicação, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, convocam os profissionais de comunicação de Pernambuco e demais estados brasileiros, a fazerem seus credenciamentos para Cobertura Jornalística do 29° Festival de Inverno de Garanhuns (FIG 2019).
Considerado um dos maiores festivais de cultura do país, o FIG 2019 acontece de 18 a 27 de julho de 2019, em diversos polos artísticos da cidade de Garanhuns, no Agreste pernambucano.
O credenciamento se faz necessário aos profissionais de imprensa que, durante o expediente de trabalho, quiserem ter acesso e aos espaços destinados aos jornalistas no backstage, fosso (apenas para fotógrafos e cinegrafistas), frontstage do palco Mestre Dominguinhos (com limitação de circulação), e demais áreas internas dos pólos do FIG.

Profissionais atuantes nas mais diversas mídias podem solicitar credenciamento. Para tanto, seguem algumas orientações:

- O credenciamento será concedido exclusivamente a empresas e profissionais de comunicação que deverão exercer atividade de Cobertura Jornalística durante o evento.

- Para fins de credenciamento no FIG 2019, entendemos, como empresas de comunicação: Jornais, Revistas, Televisões, Emissoras de Rádio, Agências de Notícias, Portais de Internet, Websites, Programas Independentes de Televisão e Blogs Jornalísticos com, no mínimo, dois anos de existência e comprovada atividade.
- Entende-se como profissional de comunicação: funcionários de uma determinada empresa do setor; jornalistas independentes ou freelancers que estejam prestando serviço a algum meio de comunicação; comunicadores responsáveis pelas informações divulgadas em blogs e websites jornalísticos, sejam eles individuais ou coletivos.
- Não serão aceitos pedidos de credenciamento de profissionais ou empresas que estejam prestando serviços de Assessoria de Imprensa, assim como assessores de empresas ou órgãos governamentais que não sejam diretamente ligados ao Festival.
- Não serão credenciados os profissionais responsáveis por aplicativos para smartphones, de qualquer natureza, exceto aqueles que estejam trabalhando no Aplicativo Oficial do FIG 2019.
- No pedido de credenciamento, cada empresa ou profissional independente deve enviar: Nome Completo, Função, Número de Identidade, Número do Registro Profissional (quando houver), Foto 3x4 atual e digitalizada, número de telefone e e-mail. O preenchimento deve ser feito por meio deste fomulário eletrônico.


A quantidade de profissionais credenciados por veículo de comunicação seguirá o estabelecido abaixo:

- Televisão: até 02 repórteres, 02 repórteres cinematográficos e 02 técnicos assistentes

- Rádio: até 02 repórteres e 02 técnicos de som
- Jornal: até 04 repórteres (sendo 02 colunistas), 02 repórteres fotográficos
- Revistas, Agências de Notícias e Portais de Internet: 02 repórteres e 02 repórteres fotográficos
- Blogs Jornalísticos (com no mínimo 02 anos de existência): 02 repórteres

IMPORTANTE: Apenas uma equipe de cada emissora de televisão, rádio, jornal ou blog jornalístico terá acesso ao backstage do Palco Mestre Dominguinhos, por noite.


- Todos os profissionais credenciados terão acesso à sala de imprensa no palco Mestre Dominguinhos. No entanto, o acesso à Sala de Entrevistas Coletivas é restrito aos jornalistas que desejarem entrevistar artistas ou autoridades presentes.
- A coordenação de comunicação do FIG não garante que os artistas concederão entrevistas exclusivas ou coletivas. Horários e locais serão repassados aos profissionais credenciados assim que confirmados pela produção de cada artista.
- O prazo para credenciamento de imprensa será do dia 26 de junho ao dia 4 de julho de 2019, por meio de formulário próprio (segue abaixo).
- A coordenação de comunicação do FIG ressalta que pode indeferir pedidos de credenciamento se considerá-los incompatíveis com a cobertura jornalística do evento.
- As credenciais serão entregues em data e local a serem definidos pela Coordenação de Comunicação do FIG 2019. A comunicação aos veículos credenciados será feita por e-mail.
- Profissionais de imprensa credenciados estarão sujeitos às regras de convivência e de trabalho estabelecidas nos ambientes coletivos do festival. O descumprimento às orientações repassadas pela Coordenação de Comunicação ou o desrespeito às normas da boa convivência poderão acarretar em descredenciamento dos profissionais.

Faça o seu credenciamento AQUI.

Maiores informações através do telefone da Coordenação de Comunicação e Imprensa do FIG 2019 (81) 3184.3118 .

Informações: Fundarpe

Governo do estado define data de anuncio da Programação do Festival de Inverno de Garanhuns

junho 26, 2019

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, realiza  no dia 04 de julho, coletiva de imprensa para anunciar a programação do 29ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG 2019). O evento acontece Auditório do Museu Cais do Sertão, às 14h, com a presença do secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto, e do presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto.
O Festival de Inverno de Garanhuns acontece entre os dias 18 e 27 de julho deste ano, e vai homenagear o centenário de Jackson do Pandeiro. 
O Blog Falando Francamente já se prepara mais o seu décimo ano de cobertura.
Amannda Oliveira

Morre aos 59 anos, Mauro Moraes, filho de Dominguinhos

junho 26, 2019
Foto: Perfil pessoal

Morreu nesta terça-feira, 25 de junho, aos 59 anos, no Rio de Janeiro, Mauro José da Silva Moraes, filho de Dominguinhos. A causa da morte foi um infarto. O sepultamento de Mauro acontece nesta quarta-feira, no cemitério de Inhauma, no bairro de Del Castilho, no Rio de Janeiro, as 14h.

Amannda Oliveira

Fulô de Mandacaru esquentou a quinta noite do São João de Arcoverde

junho 26, 2019

Foto: Amannda Oliveira

A banda caruaruense Fulô de Mandacaru, esquentou a quinta noite do São João de Arcoverde, nesta terça-feira, 25 de junho. Formada por Armandinho, Pingo Barros e Tiago Muriê, a banda esquentou a noite de 17º na cidade, colocando todo mundo pra dançar com um repertório que foi do forró de Luiz Gonzaga ao frevo. A banda nos recebeu para uma entrevista no seu camarim que você confere agora na íntegra.

Foto: Amannda Oliveira


Vocês estão viajando o país inteiro com um show novo e o que me chama muito a atenção é que a banda está sempre criando coisas novas, mais sem perder a identidade né? Como é que funciona essa química do novo com o tradicional?

Armandinho: Eis ai a grande dificuldade!  É um desafio né? Hoje em dia pra serem diferentes as pessoas esquecem toda a tradição e vão pelo modismo né? E a Fulô de Mandacaru é aquela banda pautada pela tríade tradição, inovação e ousadia. A sua fala transcende muito bem isso que é o sentimento da Fulô de Mandacaru. Que é entender que o forró tem o público das décadas de 60,70,80,2000, e mais os jovens e a criança. E é preciso fazer uma leitura do que as pessoas gostam e querem, mais ao mesmo tempo trazendo os elementos juninos como o forró tradicional que é a cara do nordeste.Esse mês fizemos quase 30 shows, rodamos quase 700 km da Bahia pra cá e aqui é um São João lindo. Arcoverde tem um São João cultural. Lógico que que estamos num palco que traz outras linguagens, mais a cidade tem dez polos que abre espaço para a autêntica música nordestina como o repentista, a banda de pífanos, o trio de forró que foi como começamos.

Foto: Amannda Oliveira

Nós que estamos em Pernambuco temos a sensação da ausência cada vez maior do forró tradicional nos palcos do estado e o aumento do sertanejo. Temos visto o São João virar rodeio. E na contramão disso, a Bahia, vem abraçando cada vez mais o nosso forró tradicional, tanto que cada vez nomes como Santanna, Flávio José, Flávio Leandro. Pingo, vocês tem sentido essa mudança também?

Pingo Barros: Com certeza! A Bahia hoje é um grande celeiro de forró. Nós realizamos um show no Pelourinho e como você falou, grandes artistas como Santanna, Adelmário Coelho,tem trabalhado muito por lá também. E o bom é que outros estados também têm abraçado o nosso forró. Nós viemos agora da Europa, e só na Europa são mais de 70 festivais de forró durante o ano. Nós estivemos em abril no maior festival que acontece na França que é o Ai que bom e a gente vê as pessoas cantando Luiz Gonzaga cantava há 50 anos, cantando o que o Trio Nordestino cantava e cantando as coisas novas também. A fulô de Mandacaru canta aquilo que a gente preza que é o amor, a energia, a alegria. Dá pra cantar sem fazer pornô fonia. A gente fica muito animado com palavras como as suas. Elas servem de combustível pra gente.

Foto: Amannda Oliveira

E o que vocês ainda prometem de novidade para 2019 ?

Tiago: Rapaz, a gente acabou de lançar a nova música que é composição de Armandinho e de Pingo Barros, Paixão sem Fim, tá um estouro. Um clipe gravado em Paris, a coisa mais linda do mundo. E no segundo semestre vem uma nova música chamada Flora, que eu vou cantar que foi gravada na Suíça. E ainda no segundo semestre, vem um novo clipe de uma música gravada por Armandinho, gravada na Alemanha. A coisa mais linda mais do mundo. E tudo falando de amor.

Armandinho, quando você olha hoje para o nosso forró  como você vê o forró daqui há alguns anos? Será que teremos que ir para a Europa ouvir forró?

Armandinho: Rapaz eu acho que não. Quem está fugindo da cultura, está deixando de lado a sua essência. A nossa essência gonzagueana. Pode passar o tempo que passar. Hoje imagina, nós temos esse forró. Dia 02 de agosto, completamos apenas 30 anos da morte de Luiz Gonzaga. Mito! O cara mais importante da cultural, da economia,  musicalidade do povo nordestino. O que temos vivido hoje com o sertanejo, nós já passamos com o axé, com o samba, com o pagode, com o funk e o forró está ai. E a Fulô de Mandacaru vai continuar aqui defendendo isso.

Amannda Oliveira