domingo, 21 de julho de 2019

Palco da Cultura Popular traz a diversidade da cultura pernambucana ao Festival de Inverno de Garanhuns

julho 21, 2019























Foto: Amannda Oliveira

A inauguração do Palco de Cultura Popular trouxe a diversidade da cultura pernambucana para o Festival de Inverno de Garanhuns. Entre as atrações estavam o novo Patrimônio Vivo de Pernambuco, o Caboclinho Carijó,Piaba de Ouro, Coco das Estrelas, Afoxé Omim Sabá e Samba de Coco Irmãs Lopes.

O Afoxé Omim Sabá nasceu em 2020 no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife e trouxe ao palco a musicalidade e a religiosidade de matriz africana.

Foto: Kleber Gomes

O Samba de Coco das Irmãs Lopes , vindo da cidade de Arcoverde esquentou o início da noite chuvosa colocando todo mundo pra sambar ao som do repertório do seu segundo disco " Meus Canário Cantador". O grupo centenário tem a sua frente a mestra Severina Lopes.

Neste domingo passam pelo palco nomes como Maracatu Águia Misteriosa, Grupo Cultural Unidos com Alegria, Mestre Antônio do Pife,  Reisado Mestre Tiburcio, Nação do Maracatu Aurosa Africana, Afoxé Alafim Yoó, Damas e Valetes de Olinda e Yalu - Maracatu Percussivo.

Amannda Oliveira

sábado, 20 de julho de 2019

Paulo Câmara prestigia FIG e visita serviços oferecidos pelo Governo do Estado

julho 20, 2019

Consolidado como o maior evento cultural e de arte do Brasil, o Festival de Inverno de Garanhuns movimenta a economia e a cultura de Pernambuco, acelerando o turismo em direção ao Interior do Estado. Como forma de prestigiar o evento, de porte nacional, o governador Paulo Câmara prestigiou, na noite desta sexta-feira (19.07), o segundo dia do FIG. Acompanhado da primeira dama Ana Luiza Câmara, do prefeito Izaías Régis e de secretários do governo, o chefe do Executivo estadual assistiu aos shows que aconteceram no polo Esplanada Cultural Dominguinhos, na Praça Cultural Mestre Dominguinhos. O FIG acontece até o próximo dia 27 de julho e conta com mais de 20 polos de animação distribuídos pela cidade.

Antes de prestigiar apresentações como a da cantora Elba Ramalho, entretanto, Paulo Câmara verificou pessoalmente alguns serviços do Governo do Estado que estão sendo oferecidos ao público durante o festival, para garantir que moradores e turistas curtam o evento de forma tranquila e segura. Entre eles, esteve na Ouvidoria. A Secretaria de Defesa Social (SDS) atuará de forma integrada à Rede de Ouvidoria do Estado, empregando uma unidade móvel (ônibus) no festival, tanto de forma fixa como itinerante, onde servidores de várias ouvidorias estarão atendendo a população.

Uma outra ação visitada por Paulo Câmara no FIG, nesta sexta-feira, foi o espaço Bora Pernambucar, realizado pela secretaria de Turismo e Lazer do Estado, localizado no Parque Euclides Dourado. A ação conta com cenário para fotos, instrumentos musicais, quiz sobre pontos turísticos pernambucanos, pufes e totens de carregamento de celulares. Durante o evento, serão distribuídas capinhas de chuva com a logo da campanha “Bora Pernambucar”.

ASCOM

Triunfo recebe a 61ª Festa dos Estudantes

julho 20, 2019
Foto: Chico Andrade

A Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco, por meio da Empetur, participa da 61ª Festa dos Estudantes – Festival de Inverno de Triunfo, que acontece neste sábado (20), encerrando dia 27 de julho. Este ano, o festival homenageia os Caretas, conhecidos como figuras mascaradas que encantam e animam durante o Carnaval. 

A programação do evento privilegia concertos musicais, exposições em museus, expedições turísticas, shows de artistas locais e nacionais e atividades esportivas. Este ano, sobem ao palco Elba Ramalho, Roberta Miranda Nação Zumbi, Danilo Pernambucano entre outros. Na Praça de eventos Maestro Madureira, haverá o polo Mugunzá Sonoro, com apresentações de Sarau Pantim, DJ Luana Flores, Jessica Caitano e Alexandre Revoredo. O polo Caretas, situado no letreiro do município, contará com programação para todos os públicos. Durante toda a semana, os Caretas protagonizam o desfile e tarde infantil.

“Participar ativamente na divulgação de uma festa que agrega significativamente para a cultura do nosso interior torna-se uma satisfação enorme. Anualmente, a Festa dos Estudantes homenageia uma figura emblemática da nossa região. Este ano, os Caretas invadem as ruas do município levando tradição e reafirmando a riqueza do nosso Carnaval”, comenta Rodrigo Novaes, secretário de Turismo e Lazer do Estado de Pernambuco.

“Para este ano, estamos com a expectativa alto em relação à festividade. Já para esta semana registramos alta procura na rede hoteleira, principalmente neste fim de semana. Com esta boa procura, reforço nosso trabalho em parceria com o Governo do Estado e da Secretária de Turismo e a Empetur. A festa agrega a união das diversas modalidades das artes, como música, exposições e programação acessível para a criançada”, comenta Ozaildo Ferraz, Secretário de Turismo de Triunfo.

Confira a programação do palco principal:


Informações: ASCOM/EMPETUR

Menino desaparecido há seis dias em Garanhuns é encontrado morto em matagal

julho 20, 2019
Lamentamos informar que o corpo do garoto Lucas Vinicius, de oito anos, foi encontrado na tarde deste sábado, 20 de julho, em um matagal na Massaranduba, bairro de onde ele sumiu. O garoto foi encontrado em um matagal perto de uma antiga fábrica de balas desativada por um grupo de pessoas que fazia buscas. 

O corpo foi reconhecido por um familiar. A PM isolou o local e aguarda a presença do Instituto de Criminalística, que vai periciar o perímetro onde Lucas foi achado.

ENTENDA O CASO
Lucas Vinícius, de oito anos, havia desapareceu na última segunda-feira, 15 de julho, por volta das 8h30 min quando saiu de casa, na Rua Santa Rita de Cássia, na Massaranduba, em Garanhuns-PE, para dar um recado a mando de seu avô. Um ferro velho localizado no bairro foi o último local onde ele foi visto. Após o desaparecimento, familiares e moradores do bairro fizeram um mutirão realizando buscas diuturnamente, até culminar com a localização do cadáver na tarde chuvosa deste sábado, 20, de julho em um matagal no bairro da Massaranduba, em Garanhuns. 

Informações: V&C

A leveza e a grandeza de Ayrton Montarroyos em " Um Mergulho no Nada"

julho 20, 2019
Foto: Amannda Oliveira

A Catedral de Santo Antônio ficou lotada na tarde de ontem, 19 de julho, para ver o pernambucano Ayrton Montarroyos. Acompanhado pelo violão preciso de Vinícius Sarmento, o cantor levou o público a um passeio pelo seu novo álbum " Um Mergulho no Nada" .

O repertório faz o público mergulhar num mar de afeto do intérprete e a música, com canções apresentadas com precisão, segurança e personalidade que lhe são peculiares. O público não só se emocionou como cantou junto Riacho do navio (Luiz Gonzaga e Zé Dantas) Na água do rio (Silas de Oliveira e Manoel Ferreira) , Milagre (Dorival Caymmi), Mar e lua (Chico Buarque), Galope (Gonzaguinha,) e Onze fitas (Fátima  Guedes).

É uma alegria estar no Festival de Inverno de Garanhuns, pela homenagem que está sendo feita a Jackson do Pandeiro, mesmo não tendo músicas dele no meu repertório. Eu ainda não me atrevi a isso. Mais ele foi um desbravador da música brasileira, e nos tempos que temos vivido de tantas mentiras e truculência, um evento como este tem uma imensa importância. Destacou Ayrton Montarroyos.

Neste sábado se apresentam à partir das 16h Antonio Nóbrega e SaGRAMA. A noite se apresenta Alexandri Caldi e Quarteto Encore com o show Buarqueanas. Uma homenagem a Chico Buarque de Holanda.

Amannda Oliveira

Primeira noite de shows no Palco Mestre Dominguinhos foi marcada pelos tributos a Biu Roque e Jackson do Pandeiro

julho 20, 2019
Foto: Amannda Oliveira

Nem a chuva torrencial que caía na noite de ontem afastou o público da programação do Festival de Inverno de Garanhuns. Na primeira noite de shows no Palco Mestre Dominguinhos, uma chuva de sombrinhas protegia quem estava por lá para conferir de perto os shows da noite. A Orquestra garanhuense Golden Hits com sete anos de fundação abriu a noite com um repertório de músicas dos anos 80 e 90, principalmente internacionais. 

Foto: Amannda Oliveira

Em seguida, Alessandra Leão, Siba, Caçapa, A Fuloresta e Renata Rosa apresentaram o show Hoje a Noite é a Maior, uma linda homenagem a Biu Roque cantor e percussionista, nascido na Zona da Mata e reconhecido  pelo domínio das tradições do Cavalo Marinho, da Ciranda, do Coco de Roda e do Maracatu de Baque Solto. Na década de 90, Biu Roque  foi projetado ao conhecer Siba ao participar do terceiro disco do Mestre Ambrósio na música "Caninana". Ele também participou nos dois primeiros discos da Fuloresta lançados em 2002 e 2007, respectivamente. Em 2008, os músicos pernambucanos Alessandra Leão e Caçapa aprovaram um projeto no Banco do Nordeste para gravar o que seria o primeiro disco de Biu Roque que faleceu em 2010.

Vale salientar aqui a importância do Festival de Inverno de Garanhuns, ao trazer para o palco principal, os nossos mestres da cultura popular, e aqueles que lhes prestam justas homenagens. O show foi emocionante.





                                                                  Foto: Amannda Oliveira

A paraibana Elba Ramalho subiu ao palco para apresentar o show do disco " O Ouro no Pó da Estrada", o 38.º da sua carreira que foi produzido por Tostão e Yuri Queiroga. 

A cantora abriu o show com Calcanhar, composição de Yuri Queiroga e Manuca Bandini onde a artista incluiu trecho do poeta Bráulio Tavares. "Até no chão no chão de areia quente pedra / Eu vou pisar / Eu vou seguir você / Até doer o calcanhar". Elba ainda apresentou ao público Oxente música de Marcelo Jeneci e Chico César, Se não tiver amor de George Sauma e desfilou vários sucessos que marcaram a sua carreira indo do forró ao frevo. O repertório esquentou a noite  e colocou o público pra dançar.

      Foto: Amannda Oliveira

O tributo ao homenageado do evento, Jackson do Pandeiro, marcou o encerramento da noite. Sendo ciceroneado por Silvério Pessoa, o tributo contou com nomes como Geraldo Maia, Lucinha Guerra, Lady Laay, Mari Periférica, Elba Ramalho, Zélia Duncan, Maciel Salu e Luíza Fittipaldi desfilando músicas que marcaram a obra desse gênio da música brasileira.

                                                                 Foto: Amannda Oliveira

Em entrevista ao blog, Silvério Pessoa, falou sobre o tributo a Jackson do Pandeiro e a sua pesquisa sobre a obra do artista que ele homenageia há mais de três anos , inclusive com o disco Cabeça Feita lançado há 03 anos.

   Foto: Amannda Oliveira

O blog conversou com Silvério Pessoa nos bastidores: Silvério você é um artista incansável e que circula por várias vertentes da arte. E é um pesquisador da obra de Jackson do Pandeiro , tendo lançado o disco Cabeça Feita há uns 04 anos atrás. Como recebeu a notícia de que Jackson do Pandeiro seria o homenageado e que você iria ciceronear tantos artistas para cantar sua obra? 

Quando eu gravei Cabeça Feita, que por sinal abre o show de hoje, o fiz de uma maneira totalmente despretensiosa. Eu nem lembrava que ele faria 100 anos. Foi um disco que eu ia fazer com a viúva dele Almira Castilho. Ela faleceu e o projeto foi engavetado. Eu guardei o projeto e consegui um suporte financeiro para gravar como eu queria, sem instrumento elétrico, todo seco, todo acústico, tentando dificilmente reproduzir como ele gravava no Rio de Janeiro e São Paulo. Então foi um sonho realizado. E estar aqui hoje emocionalmente e culturalmente é muito importante. E á uma prova de resistência da cultura popular. Jackson deu um passo a frente inclusive no forró. Ele foi além do forró. Essa é uma noite de provar que a cultura pernambucana e nordestina continua viva através da obra dele.
E essa sensibilidade do Governo do Estado de dedicar essa edição do Festival de Inverno ao centenário Jackson, prova o significado que a obra dele tem para o Brasil. Então é uma noite histórica.

Amannda Oliveira

Festival de Inverno de Garanhuns inova com questionário online e premiações, em parceria inédita com o aplicativo Colab

julho 20, 2019

Esta quinta-feira (18) marca o início do 29° Festival de Inverno de Garanhuns. Durante os próximos 10 dias – em que comemoramos o centenário do nascimento do Mestre Jackson do Pandeiro, em mais 21 polos distribuídos pela cidade –, damos também o pontapé para a organização da próxima edição, em 2020, em que celebraremos os 30 anos do Festival. Em parceria inédita com a startup Colab, o Governo de Pernambuco – por meio da Secretaria de Cultura, da Fundarpe, e com apoio da Secretaria de Turismo – se une à essa ferramenta colaborativa para realizar uma avaliação do evento.

Com o intuito de fazer o FIG cada vez mais inclusivo, garanhuenses e visitantes poderão contribuir com o Festival deste ano, respondendo ao formulário “Pesquisa do perfil do Visitante do Festival de Inverno de Garanhuns”, disponibilizado para quem estiver na cidade e baixar o aplicativo Colab, no AppStore e PlayStore. E como forma de agradecimento à participação, as primeiras 300 pessoas que concluírem a missão do questionário durante o FIG serão bonificadas com produtos de projetos financiados pelo Funcultura, como CDs, DVDs e livros. A forma de retirada dos prêmios será comunicada a todos os ganhadores. Em outras palavras: até o próximo dia 27 de Julho, mais do que um canal ativo de comunicação, essa será mais uma forma de democratização do acesso à cultura, no Agreste Setentrional.

Para quem tiver baixado o aplicativo, mas, em meio aos 10 dias de shows, concertos, espetáculos, exposições, cursos, seminários e encontros diversos, não encontrar tempo para responder; não tem problema. O questionário ainda estará disponível por uma semana após o término do FIG. Basta ter realizado o download do Colab durante o evento para ter acesso à pesquisa e concorrer a produtos do Funcultura e ingressos ao Cine São Luiz e Teatro Arraial.

Os dados coletados ajudarão o poder público a entender as demandas da população, medir e planejar melhor todas as ações do FIG, assim como resolver problemas apontados pela população de forma mais rápida, transparente, estruturada, responsiva e econômica, tornando o trabalho para a realização dessa festa mais eficiente. 
Sobre o Colab – Um aplicativo criado em 2013 para servir aos cidadãos e ao poder público. Com cara de rede social, por meio do qual o usuário pode publicar propostas ou reclamações sobre sua cidade, que serão encaminhadas sem burocracia para gestores municipais e governamentais. O Colab é também um modelo que se baseia no triângulo da gestão pública participativa: gestão eficiente, participação popular e engajamento para a cidadania. Essa metodologia vem sendo desenvolvida pelo Colab desde sua fundação, em 2013, e está em constante aperfeiçoamento. Esse conhecimento foi construído com base no relacionamento com mais de 100 prefeituras desde o lançamento do Colab, com a colaboração de mais de 2 mil gestores públicos e a participação de mais de 250.000 cidadãos que já utilizaram o aplicativo."

Informações: Fundarpe


CineClube Segunda Chance promove novas sessões de filmes no domingo (21), em Arcoverde

julho 20, 2019

Na tarde do último domingo, dia 14 de julho, a Associação Cultural Boi Maracatu recebeu mais uma vez crianças e adolescentes da Boa Vista e também de bairros vizinhos, para o Projeto CineClube Segunda Chance, que conta com o apoio da Prefeitura de Arcoverde. Na ocasião, foram exibidos o filme ‘O Poderoso Chefinho’, para o infantil, contando com no intervalo lanche e ao final, com momento de interação promovido pelos monitores sobre a exibição. E em seguida, para o público de adolescentes e adultos, sob intervenção ao final dos monitores Everaldo Marques e Mateus Manoel, foi a vez do filme ‘Annabelle 2 - A Criação do Mal’, com muito suspense, terror e adrenalina para os seus telespectadores.

Já no próximo domingo, dia 21 de julho, o CineClube Segunda Chance  contará com mais uma emocionante sessão matinê, a partir das 16h, com a exibição do filme ‘O Touro Ferdinando’, que em seguida terá uma divertida roda de conversa com os monitores José Iderval e Mateus Manoel.  E a partir das 19h, para os adolescentes e adultos, acontece a continuação do filme ‘Drácula: A História Nunca Contada’, onde estarão os monitores Everaldo Marques, promovendo também mediação de roda de conversa para os participantes. As sessões do projeto acontecem na Rua Joel de Holanda Cavalcante, n° 328, no bairro da Boa Vista.

‘O Touro Ferdinando’ – Sinopse: Ferdinando é um touro com um temperamento calmo e tranquilo, que prefere sentar-se embaixo de uma árvore e relaxar ao invés de correr por aí bufando e batendo cabeça com os outros. A medida que vai crescendo, ele se torna forte e grande, mas com o mesmo pensamento. Quando cinco homens vão até sua fazenda para escolher o melhor animal para touradas em Madri, Ferdinando é selecionado acidentalmente.

‘Drácula: A História Nunca Contada’– Sinopse: Os habitantes da Transilvânia sempre foram inimigos dos turcos, com quem tiveram batalhas épicas. Para evitar que sua população fosse massacrada, o rei local aceitou entregar aos turcos centenas de crianças. Entre elas estava seu próprio filho, Vlad Tepes (Luke Evans), que aprendeu com os turcos a arte de guerrear. Logo Vlad ganhou fama pela ferocidade nas batalhas e também por empalar os derrotados. De volta à Transilvânia, onde é nomeado príncipe, ele governa em paz por 10 anos. Só que o rei Mehmed (Dominic Cooper) mais uma vez exige que 100 crianças sejam entregues aos turcos. Vlad se recusa e, com isso, inicia uma nova guerra. Para vencê-la, ele recorre a um ser das trevas (Charles Dance) que vive pela região. Após beber o sangue dele, Vlad se torna um vampiro e ganha poderes sobre-humanos.

ASCOM

Barão Vermelho traz show " Barão pra Sempre" ao Festival de Inverno neste sábado

julho 20, 2019
Foto: Divulgação

Uma das bandas brasileiras mais influentes da década de 80 e tão atual quanto o ano em que estamos, Barão Vermelho, aporta em Garanhuns neste sábado, dia 20 de julho, com o show " Barão pra Sempre". O nome do show também dá nome ao disco lançado em abril nas plataformas digitais e que contém 09 músicas que marcaram a trajetória do grupo. 

A banda chega ao palco Mestre Dominguinhos na turnê que festeja os seus 35 anos de carreira. Formado atualmente pelo baterista Guto Goffi, um dos fundadores do grupo; o guitarrista Fernando Magalhães; o tecladista e também fundador da banda, Maurício Barros e o novo vocalista e guitarrista, Rodrigo Suricato, o grupo vai levar o público a uma viagem no tempo com músicas como  Pense e dance, Puro êxtase, Eu queria ter uma bomba, Tão longe de tudo, Pro dia Nascer Feliz, Beth Balanço e Por você que no novo disco ganhou uma versão mais acústica.

Olha o que espera os fãs na noite de hoje:


Amannda Oliveira

Banda de Pau e Corda traz show de comemoração aos 45 anos da banda ao Festival de Inverno de Garanhuns

julho 20, 2019
Foto: Divulgação

A Banda de Pau e Corda se apresenta neste sábado, dia 20 de julho no Festival de Inverno de garanhuns. A banda apresenta o show da turnê em que celebra 45 anos da edição do primeiro álbum do grupo, Vivência, lançado em 1973. O show faz um passeio retrospectivo pelo  repertório do grupo com músicas como "Banco de feira" (Waltinho e Roberto Andrade), "Caminhada" (Paulo Resende e Sérgio Andrade), Vivência (Waltinho e Roberto Andrade), "Arruar", "Areia" e o frevo "Pelas ruas do Recife".

O DVD " Banda de Pau e Corda - Ao Vivo 45 anos", foi gravado em Belo Horizonte/MG, com participação dos mineiros Tavinho Moura e Chico Lobo. 

Em conversa com o blog Sérgio Andrade, um dos fundadores do grupo falou sobre o shows que será apresentado no FIG. "O show do FIG será mais condensado porque o original, o que estamos fazendo nos teatros dessa turnê de lançamento do cd comemorativo aos 45 anos da Banda, tem uma uma hora e meia de duração, enquanto que no FIG terá apenas 45 minutos, porque serão varias atrações na noite. Então preparamos um repertório onde cantaremos as canções mais representativas do grupo, procurando ao mesmo tempo dar ao show uma maior "pegada" através de medleys, sem deixar de lado musicas que são as mais emblemáticas da Banda como Flor D'água, Esperança e Vivência.

O grupo sobe ao palco as 21h e o show promete ser belíssimo.

Amannda Oliveira

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Arcoverde realiza o 14º Encontro Pedagógico para os(as) Professores(as) da Rede Educacional

julho 19, 2019
Na próxima segunda-feira, dia 22 de junho, a Secretaria de Educação e Esportes da Prefeitura de Arcoverde vai realizar o 14º Encontro Pedagógico para os(as) Professores(as) da Rede Educacional. A atividade acontece das 8h às 13h, no Espaço Cultural da Aesa-Cesa, contando com a presença da prefeita Madalena Britto e de representantes da sociedade civil e de clubes de serviço do município.
"O encontro tem como objetivo alinhar e estruturar os trabalhos a serem desenvolvidos durante o segundo semestre, trazendo à tona discussões atuais em torno da educação, tanto na zona urbana, quanto rural de nossa cidade", ressaltou a secretária municipal de Educação e Esportes, Zulmira Cavalcanti.
A abertura do evento ficará a cargo do grupo ‘Som Severina’, formado por alunos da Escola Severina de Souza Bradley, localizada no distrito rural de Caraíbas, e pela Orquestra Músicos do Futuro. Em seguida, o psicólogo e coaching, André Ayres, estará ministrando palestra-magna sobre o tema ‘Inteligência Emocional e Currículo de Pernambuco’, sendo este último o documento que norteia toda a Educação posta em prática no Estado.
O encontro terá ainda oficinas e mesas temáticas que abordarão aspectos específicos das creches e do 2° Ano Fundamental, com enfoque prático na Educação Física do 6° ao 9° Ano a cargo, respectivamente, do professor José Paulino (da UFPE e Coordenador do Curso de Pedagogia da Fafire), e da professora da UPE, Patrícia Maria Tenório. Também haverá ainda uma oficina voltada à Alfabetização Matemática.

ASCOM

Arcoverdense Klecio Miranda se destaca com trabalho musical em São Paulo

julho 19, 2019

O arte-educador já se encontrou com nomes como Pelé e Luísa Posse

Foto: Arquivo Pessoal

Klécio Miranda, Músico, Produtor, Compositor, Arte-Educador e Vocal Coach, pernambucano nasceu e se criou na cidade de Arcoverde até os 15 anos. De lá saiu para São Paulo onde aos 20 anos foi fisgado pela música. 
Estudou Licenciatura em Música na Faculdade Paulista de Artes, se aperfeiçoando em Técnica Vocal Black com o Cantor Isabeh. 

Na época em que residia em Arcoverde, lembra da Banda Noda de Caju, pois morava na mesma rua da sede do grupo. Ele ainda lembra muito do avô canções de vaquejadas, o que segundo ele , o ajudou bem depois na questão de técnicas de impostação. 


Atualmente ele trabalha como arte- educador de Canto Coral no Projeto Fábricas de Cultura de São Paulo, é Professor de Musicalização em um Projeto Social Chamado de Casa da Passagem, e é Preparador Vocal da Escola O Ton da Voz, Escola do Cantor Gospel Ton Carfi. 
No seu trabalho , já dividiu o palco com Luiza Possi, Guilherme Arantes, Vítor e Léo e com o Rei do Futebol Pelé.

Foto: Heli Fernandes

Quem passeia pelas redes sociais pode conhecer um pouco do trabalho de Klecio também como cantor. O Instagram dele é @kleciooficial. Vale muito a pena conhecer esse trabalho lindo e voz belíssima.

Amannda Oliveira

Elba Ramalho traz o show " O Ouro do Pó da Estrada" ao Festival de Inverno de Garanhuns

julho 19, 2019
Foto: Divulgação



A cantora paraibana Elba Ramalho, se apresenta nesta sexta-feira, 19 de julho, no Palco Mestre Dominguinhos, no Festival de Inverno de Garanhuns. Elba que está em plena comemoração dos seus 40 anos de carreira e que acaba de gravar um DVD em comemoração a data no São João de Campina Grande, traz a Garanhuns o show do álbum " O Ouro do Pó da Estrada", lançado em novembro do ano passado e que conta com a produção  por Yuri Queiroga e Tostão Queiroga.

No repertório, a gravação de "Calcanhar" que traz um texto incidental do poeta Bráulio Tavares. "Até no chão no chão de areia quente pedra / Eu vou pisar / Eu vou seguir você / Até doer o calcanhar", misturando um pop com o som tão familiar da sanfona e da poesia, "Oxente" (parceria de Marcelo Jeneci com Chico César) e de "Se não tiver amor" (George Sauma),  "José", música de Siba , a regravação de o " O fole roncou", xaxado do repertório de Luiz Gonzaga, de Lula Queiroga, Elba regrava Girassol da caverna (1983) em dueto com Ney Matogrosso. O show ainda contém "Além da última estrela "do mestre (Dominguinhos e Fausto Nilo, 1992), Girassol (Toni Garrido, Da Ghama, Lazão, Bino Farias e Pedro Luís, 2002), Na areia (Juliano Holanda, 2018), Princesa do meu lugar (Belchior, 1980) e Se tudo pode acontecer (Arnaldo Antunes, Alice Ruiz, Paulo Tatit e João Bandeira, 2001).

Sucessos que marcaram a carreira da cantora que tem um pique invejável no palco e que ainda deve desfilar no palco sucessos que marcaram a sua trajetória como " Bate Coração", " De Volta pro Aconchego", " Gostoso Demais" e " Frevo Mulher".

A apresentação da cantora acontece as 23h. No palco ainda se apresentam Golden Hits, que abre a noite, Hoje a Noite é Maior que vai homenagear Biu Roque com Alessanda Leão, Siba e a Fuloresta do Samba, Caçapa, Renata Rosa e Juliano Holanda e acontece o show em homenagem ao grande Jackson do Pandeiro que vai reunir nomes como Silvério Pessoa, Geraldo Maia, Lucinha Guerra, lady Laay, Mari Periférica, Elba Ramalho, Zélia Duncam, Maciel Melo e Luiz Fittipaldo.

As apresentações no Palco Mestre Dominguinhos começam as 20h.

Amannda Oliveira 

Secretaria de Educação de Arcoverde abre inscrições para aulões gratuitos do Enem na próxima segunda-feira

julho 19, 2019
A Secretaria de Educação e Esportes da Prefeitura de Arcoverde abre, a partir da próxima segunda-feira, 22 de julho, o período de inscrições para aulões gratuitos e preparatórios sobre conteúdos que serão abordados no Exame Nacional do Ensino Médio - Enem 2019. As inscrições, exclusivamente para estudantes da Rede Municipal de Ensino, podem ser feitas das 9h às 16h, até a sexta-feira (26), na sede da própria secretaria municipal, localizada na Av. Capitão Arlindo Pacheco de Albuquerque, nº 72, no centro da cidade.

Os aulões estão programados para serem iniciados no dia 31 de julho, no auditório da Secretaria de Educação e Esportes, em horário a ser definido após o período de inscrições. “Serão beneficiados com a iniciativa, o total de 50 estudantes da nossa Rede Municipal de Ensino, através de uma abordagem rica em conteúdos cobrados para a avaliação do Enem em 2019”, ressaltou a secretária municipal da pasta, Zulmira Cavalcanti.

ASCOM

Ayrton Montarroyos apresenta " Mergulho no nada" nesta sexta-feira no FIG

julho 19, 2019
Foto Divulgação: Luan Cardoso


O pernambucano Ayrton Montarroyos, apresenta nesta sexta-feira, 19 de julho, no Festival de Inverno de Garanhuns , o show "Mergulho no nada". A apresentação é fruto do segundo disco do artista gravado em abril de 2018 no Teatro Itália, na cidade de São Paulo (SP). 

No repertório o bom gosto característico de Ayrton com músicas como Cálice (Chico Buarque e Gilberto Gil, 1973), Pé na estrada (Ylana Queiroga e Yuri Queiroga, 2017), Dona divergência (Lupicínio Rodrigues e Felisberto Martins, 1951),  Brigas nunca mais (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1959), Açaí (Djavan, 1981), Sem pressa de chegar (Capiba e Délcio Carvalho, 2000) Jabitacá (Junio Barreto, Bactéria e Lira, 2015), Doce de coco (Jacob do Bandolim, 1951, com letra posterior de Hermínio Bello de Carvalho, 1968), Sodade matadeira (Dorival Caymmi, 1948) e Mar e lua (Chico Buarque, 1980).

O artista de 23 anos, que já passou pelo Festival de Inverno em 2016, no Palco Pop, mostra uma personalidade marcante em cada interpretação. Interpretação essa que o destacou em 2015, quando participou do programa The Voice Brasil e encantou o técnico Lulu Santos.

Montarroyos,  é recifense e começou a cantar aos 11 anos de idade. Em 2011, aos 16 anos, divulgou um vídeo na internet cantando  “Olhos nos olhos”, de Chico Buarque e desde então, começou a se apresentar em shoppings, orquestras e casas de shows. Ainda em 2011 fez seu primeiro show solo profissional, no Teatro Beberibe.

Seu primeiro registro fonográfico foi ao cantar “Riacho do Navio” clássico de Luiz Gonzaga com Zé Dantas, para o álbum "100 Anos de Gonzagão" idealizado e produzido por Thiago Marques Luiz como forma de tributo ao centenário de Luiz Gonzaga.

Em 2013, o cantor foi indicado ao Grammy Latino, por sua colaboração no álbum "Herivelto Martins - 100 Anos", no qual dividiu a faixa “Dois Corações” com Ylana Queiroga. O álbum foi indicado como "Melhor Álbum de Música Popular Brasileira".

Extremamente elogiado pela crítica fonográfica, Ayrton Montarroyos deve fazer a música e a emoção ecoar pela Catedral de Santo Antônio à partir das 21h.

Amannda Oliveira

Serra Talhada ganha estátuas que homenageiam cangaceiros

julho 19, 2019
Foto: Sebastião Costa 

O município de Serra Talhada ganhou três estátuas que homenageiam os cangaceiros Lampião, Maria Bonita e o Zabelê, que é filho natural da capital do xaxado. As estátuas, de 1,90m de altura, ficarão expostas num pedestal na área externa do Museu do Cangaço, no Parque da Estação Ferroviária de Serra Talhada, no bairro São Cristóvão. O museu é gerido pela Fundação Cultural Cabras de Lampião.

Uma história que começa em meados dos anos oitenta, com a montagem da peça teatral "A Chegada de Lampião no Inferno" – diga-se de passagem, com Anildomá e Giovanni Sá – o segundo fazendo o papel de Lampião, foi quando comentou-se pela primeira vez sobre a possibilidade de ser colocada uma estátua de Lampião em Serra Talhada. Tudo se resumiu às conversas de bastidores e mesas de bares dos meninos do teatro. Depois, no início dos anos noventa, essa ideia toma corpo, agora com plebiscito, canais de televisões e jornais do país inteiro emitindo opiniões, divulgando uma polêmica sobre se Lampião era herói ou bandido. 

De acordo com a presidente da Presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião, Cleonice Maria, as estátuas têm dois metros de altura, cada, e ficarão em cima de uma estrutura de pedras, no canteiro externo do Museu do Cangaço e vai ajudar a alavancar o turismo em Serra Talhada.

As estátuas foram confeccionadas pelo artista pernambucano, Zaldo Mendes, que já tem uma larga experiência na área. Seguramente será mais um atrativo turístico para a Capital do Xaxado. Após tantas conversas, idas e vindas, a Fundação Cultural Cabras de Lampião, através de sua dirigente Cleonice Maria, anuncia, finalmente, que a inauguração das estátuas de Lampião, Maria Bonita e Zabelê serão inauguradas no próximo dia 24 de julho, na abertura do evento Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço.

Valeska Araújo

29.º Festival de Inverno de Garanhuns é aberto oficialmente

julho 19, 2019

Solenidade contou com a presença do governador Paulo Câmara , o prefeito Izaías Regis e diversas autoridades

Foto: Amannda Oliveira

A 29.ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns aconteceu na noite desta quinta-feira, no Teatro Luiz Souto Dourado. A solenidade contou com a presença do governador Paulo Câmara, do prefeito de Garanhuns, Izaías Regis, de secretários e diversas autoridades. “Estamos dando inicio ao 29º Festival de Inverno de Garanhuns. Um festival feito com a ajuda de muitos artistas, mas, principalmente, pela presença de vocês, o povo de Pernambuco. Essa é uma das maiores festas da cultura que acontece no país”, destacou o governador Paulo Câmara. 

Foto: Amannda Oliveira
O governador também reforçou o envolvimento e dedicação do Governo de Pernambuco, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, para a realização do FIG 2019. “Nós planejamos e programamos essa edição do Festival de Inverno de Garanhuns para que tenhamos um belíssimo festival. Uma festa que abrace todas as expressões culturais do nosso estado. Como governador de Pernambuco, me sinto honrado em estar mais uma vez no FIG. Que tenhamos um festival da paz, da alegria e da cultura”.

A solenidade também teve a participação de Dona Geralda Miranda, sobrinha de Jackson do Pandeiro, um dos homenageados do Festival de Inverno de Garanhuns deste ano. “Sou muito grata pela homenagem por essa homenagem que o FIG faz ao meu tio, um homem que lutou para que a música brasileira fosse valorizada e para que a música americana não acabasse com o forró”, disse Dona Geralda.

O secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto, fez questão de enumerar a enorme operação para a realização do Festival. “São mais de 500 funcionários de varias secretarias, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, empenhadas em transformar Garanhuns no centro cultural de todo estado. Um festival que traz na economia uma injeção muito forte. É a partir dele que se estabelece a economia desse território”.

Já Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, ressaltou que o FIG “não é só o maior festival de cultura por conta dos mais de 20 polos e milhares de artistas envolvidos. Mas também porque valoriza a cultura pernambucana e brasileira. O FIG tem um vetor da cultura porque aqui circularam milhares de artistas. Tem também um viés econômico e hoteleiro, o que faz dele um importante aglutinador de iniciativas turísticas e culturais”.

Izaías Régis, prefeito de Garanhuns, parabenizou o governo do estado pelo evento.

Informações: Amannda Oliveira / ASCOM

O Som e a Sílaba abre o Festival de Inverno de Garanhuns mostrando o poder da arte em quebrar preconceitos

julho 19, 2019
 Foto: Amannda Oliveira

O Teatro Luiz Souto Dourado foi o palco da abertura oficial da 29° Festival de Inverno de Garanhuns com o espetáculo “O Som e a Sílaba”. A peça conta com texto e direção do ator e roteirista Miguel Falabella, e trouxe as atrizes Alessandra Maestrini que vive Sarah Leighton, uma mulher com diagnóstico de autismo mais com habilidade para a música que busca após a morte dos pais alguém que lhe estenda a mão e ajude a encontrar novos caminhos para a sua vida. Do outro lado a atriz Mirna Rubim, que vive Leonor, uma professora que passa por problemas pessoais que acabaram afetando sua vida profissional. A peça mostra como a arte ajudou a personagem a quebrar barreiras e preconceitos.


                                                                Foto: Amannda Oliveira

As atrizes cantoras dão um show no palco não apenas de interpretação mais também de canto lírico. Então, ora a peça diverte , ora ela emociona e encanta. O autismo ainda é algo a ser conhecido pela sociedade, ainda cria muitos tabus em relação a ele, assim como a música clássica. A união do talentos das atrizes a música é fantástica.

Foto: Amannda Oliveira

Após o espetáculo o público seguiu para a Catedral de Santo Antônio onde aconteceu o Tributo a Luiz Vieira, com Altemar Dutra Jr.; Claudete Soares, Eliana Pittman e Márcio Gomes.

Amannda Oliveira

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Palestra em Arcoverde vai debater atendimento prioritário às pessoas com Transtorno do Espectro Autista

julho 18, 2019
A Prefeitura de Arcoverde, através da Secretaria de Assistência Social, e em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Arcoverde – ACA e a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL realiza, na próxima terça-feira, dia 23 de julho, a palestra ‘Atendimento Prioritário à Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Qual o meu papel nesse processo?’. A atividade é aberta ao público interessado e acontece a partir das 18h30, no auditório da CDL, que fica localizada na Rua Prudente de Morais, n°129, no centro da cidade.
Sob comando da assistente social Cristiana Santana, a palestra visa sensibilizar empresários, comerciantes e comerciários locais no entendimento de que o atendimento prioritário às pessoas portadoras do TEA precisa ser observado no dia a dia no comércio de Arcoverde. "A Lei Municipal n° 2.536, assinada pela prefeita Madalena Britto, determina inclusive que estabelecimentos públicos e privados instalem placas indicativas com o símbolo do autismo e tem por objetivo dar prioridade às pessoas que têm o Transtorno do Espectro Autista", lembra a secretária municipal de Assistência Social, Patrícia Cursino Padilha.
O autismo pode ser identificado na infância, na faixa etária de um ano e meio até os três anos de idade, embora os sinais iniciais às vezes apareçam já nos primeiros meses de vida. O distúrbio afeta a comunicação e a capacidade de aprendizado e adaptação da criança. No entanto, os autistas apresentam o desenvolvimento físico normal. Em muitos dos casos, o autista desenvolve habilidades específicas, sendo considerado bastante inteligente. Anteriormente, o problema era dividido em cinco categorias, entre elas a síndrome de Asperger. Hoje, possui uma única classificação, com diferentes graus de funcionalidade e sob o nome técnico de transtorno do espectro do autismo.
Segundo dados do Departamento de Educação Inclusiva do município, Arcoverde tem hoje 202 alunos com especificidade, matriculados na Rede Municipal de Ensino, sendo destes 47 com espectro autista. Os demais possuem dificuldades ante a Paralisia Cerebral, Microcefalia, Síndrome de Down, Deficiência Intelectual, Problemas de Mobilidade, Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), Aspecto Bipolar (alternância entre euforia e perturbação de humor), Dislexia (transtorno de aprendizagem caracterizada por dificuldade no reconhecimento preciso e/ou fluente da palavra, na habilidade de decodificação e em soletração) e Hiperatividade (estado excessivo de energia, que pode ser motora (física e muscular).

ASCOM