terça-feira, 23 de outubro de 2018

Estudantes entregam projeto ‘Dia Mundial Sem Carro’ à prefeita Madalena Britto

Foto: Israel Leão 
O total de 16 estudantes das turmas de 2° e 3° ano da Escola Municipal Leonardo Pacheco de Albuquerqueacompanhados das professoras Suelly Pires e Márcia Maria, esteviveram reunidos na manhã desta terça-feira, 23 de outubro, com a prefeita de Arcoverde, Madalena Britto. A reunião também contou com a participação do diretor da Autarquia de Trânsito e Transportes – Arcotrans, Vladimir Cavalcanti, entre educadores e funcionários da Secretaria Municipal de Educação.
Na ocasião, os estudantes leram a carta de apresentação e benefícios da iniciativa escolar, que integra a ação ‘Professor Amigo do Trânsito’. O projeto Dia Mundial Sem Carro visa celebrar no município, no dia 22 de setembro, uma campanha educativa já colocada em prática em diversas cidades do mundo, com o objetivo de evitar o uso excessivo de automóveis.
Após a apresentação e entrega, a prefeita Madalena Britto se comprometeu em encaminhar o projeto escolar à Câmara de Vereadores de Arcoverde, para que o mesmo seja apreciado pelos vereadores e posteriormente colocado em votação. “Esta iniciativa de criação agrega o poder de colaborar com a conscientização da nossa população, para que o uso de bicicletas e transportes públicos, além de práticas como caminhadas, sejam atividades mais regulares e benéficas para o cotidiano e o trânsito da cidade”, destacou a gestora municipal.
O diretor da Arcotrans, Vladimir Cavalcanti, ressaltou na oportunidade que o trânsito de Arcoverde é referência para o Estado de Pernambuco, citando práticas voltadas à comunidade estudantil, como Escolinhas de Trânsito, que possibilitam as devidas noções para as futuras gerações de pedestres e motoristas. “Atualmente temos cerca de 25 mil veículos circulando no município. Então o projeto é importante especialmente para que os estudantes reflitam sobre práticas que diminuam o impacto de um grande número de automóveis circulando, visando também promover a saúde dos cidadãos e iniciativas que fortaleçam a conscientização”, frisou Vladimir.
ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário