Sotear e Reação Calango realizam o Abrir , primeiro ato para abertura e ocupação do Teatro Municipal de Arcoverde



Nesta sexta-feira, dia 14, às 20h, a Sociedade Teatral Arcoverdense – Sotear e o movimento Reação Calango promovem o AbrIR, Primeiro Ato. Com a presença de integrantes dos movimentos teatral e musical da cidade será realizada a cerimônia de abertura do Teatro Municipal de Arcoverde que estava funcionando como depósito.

De acordo com a secretária de Cultura e Comunicação da Prefeitura de Arcoverde, Teresa Padilha, “nesta sexta-feira começa um novo processo de abrIR. Sem ser uma inauguração tradicional e fugindo aos padrões, este é um momento histórico para os fazedores e fazedoras de arte de Arcoverde. Ainda falta muito para o espaço ser o ideal de um teatro, voltar a sua essência para servir as produções artísticas, mas estamos dando o primeiro passo junto com o movimento cultural da cidade.”

O diretor de Cultura da Secretaria, Vinícius Carvalho, salientou que desde o início da construção, na década de 1980, “o Teatro Municipal de Arcoverde nunca teve função para as artes, nem produção cultural. Por vezes depósito, em outras, bar. Houve até quem propusesse transformá-lo em camelódromo. Eis que a luta histórica do movimento cultural, se materializa agora. Em menos de duas reuniões - pautadas pelos segmentos artísticos - a Secretaria de Cultura e Comunicação incluiu no seu planejamento como prioridade e a gestão municipal acatou prontamente, a ideia de dar função artística e cultural para o equipamento. Nestes próximos dias 14 e 15, atores, atrizes e bandas de rock, programaram apresentações que serão o marco do encontro do teatro com as artes. Trata-se de um divisor de águas e primeiro passo, de muitos que virão, para torná-lo tecnicamente funcional e formatar o modelo de gestão”.

O movimento também divulgou um texto convite:

Inventam nomes bonitos para falar de coisas feias quando quem pratica o mal é uma pessoa "poderosa". O que fizeram com o Teatro Municipal de Arcoverde se chama ROUBO. Além de roubo de dinheiro público também foi roubada uma centena de empregos diretos e indiretos ao longo desses anos de teatro fechado. Nos foi roubado o direito de fruir da cultura, direito constitucional, diga-se de passagem. Foi roubado o direito de ver artistas da cidade criando naquele espaço, de receber artistas de outros lugares para trocar saberes. Durante três décadas movimentos artísticos lutaram pelo direito a uma casa de espetáculos em Arcoverde, cidade que se ufana e estufa o peito por ser Terra da Cultura. Somos sim, mas já passou da hora de isso ser mais que um título e passar a ser cumprimento de lei. A SOTEAR (Sociedade Teatral Arcoverdense) e o movimento Reação Calango realizam o ABRIR - PRIMEIRO ATO, evento para abertura e ocupação do espaço que, esperamos, vir a ser o Teatro Municipal de Arcoverde.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

14.07
20h. Cerimônia de Abertura - com integrantes do movimento teatral e musical de Arcoverde.

15.07
15h. Shows - Comemoração ao Dia do Rock, com as Bandas Hellsistência, Hodus, Sub Versos, Democracia Entre Aspas, Bells (participação de Johsi Guimarães) e In Bloom 64.

realização:
Reação Calango - SOTEAR 


ASCOM/SOTEAR

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.