Itaíba promove Conferência Municipal para Reconstruir a Saúde

No próximo dia 21 de julho, a Prefeitura de Itaíba, através da Secretaria de Saúde, realiza a IV Conferência Municipal de Saúde de Itaíba com o tema: “Ouvindo a população para reconstruir a Saúde”. O evento vai acontecer na quadra da escola Presidente Emílio Garrastazu Médici, a partir das 08h. O evento contará com palestra do Bacharel em Sistema de Informação, Aritson Fábio de Souza Rodrigues, que vai falar sobre “Gestão e Regulação em Saúde”.

Segundo o Secretário de Saúde do município, Pedro Teotônio, a Conferência é “de extrema importância para o bom funcionamento da gestão municipal, por meio dela é possível avaliar a situação de saúde do município e propor diretrizes para a formulação da política de saúde que queremos para nosso município”.

Eleita como uma das principais prioridades da gestão da prefeita Regina Cunha (PTB), a saúde vem demonstrando uma franca recuperação nos primeiros seis meses da atual administração, alcançando índice de aprovação por parte da população da ordem de 70,9% com índices de ótimo e bom segundo levantamento do Instituto Múltipla realizado em meados de junho. 

“A conferência vai nos permitir ouvir a população, discutir a saúde das pessoas e o sistema de saúde da cidade, sentir as necessidades quanto à saúde em seu bairro, seu distrito ou comunidade de forma que juntos, governo, trabalhadores da saúde e população possa formular propostas para melhorar o que estamos fazendo e construirmos a saúde que queremos para Itaíba”, ressalta a prefeita Regina Cunha.

Além de definir as propostas que vão integrar o Plano Municipal de Saúde, a IV Conferência Municipal de Saúde de Itaíba vai escolher os delegados que vão participar da Conferência Estadual que acontecera no Recife. 

CONFERÊNCIA - Prevista na Lei nº 8142/90, a conferência deve acontecer a cada quatro anos e contar com a representação dos vários segmentos sociais, seu produto expressará as necessidades de saúde daquela população e servirá de base para a construção do Plano Municipal de Saúde (PMS), para os planos e metas estaduais, que por sua vez serão base para o plano e metas nacionais.

Paulo Edson Ramos

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.