Giro pelos polos do FIG


O Festival de Inverno de Garanhuns continua com uma programação extensa para todos os gostos. O Palco da Cultura Popular Ariano Suassuna recebeu na terça-feira, 25 de julho, nomes como Coco Mestre Juarez (Quilombo Timbó), Caboclinhos Kapinawá e o Maracatu Piaba de Ouro. Criado pelo Mestre Salustiano , o maracatu é um dos mais tradicionais do estado. E o público lotou o espaço para conferir de perto as as apresentações.

As 16:30h a Catedral de Santo Antônio , recebia um grande encontro da música popular brasileira, o show " Em Casa com Luiz Eça".O projeto reúne Igor Eça, filho de Luiz, Itamar Assiere, Mauro Senise, Ricardo Costa, Toninho Horta e Zé Renato. A ideia foi recriar o clima de eterno sarau da casa de Luiz Eça, com os que são considerados seus herdeiros musicais. O projeto que virou disco , ainda conta com Dori Caymmi e Edu Lobo que não vieram.

Na Galeria de Artes Ronaldo White no Sesc Garanhuns, acontece a Exposição- Incerteza Viva- Itinerância da 32.º Bienal de São Paulo. Um dos expositores, o baiano , João Neto , apresenta a obra " Do pó ao pó" composta de caixinhas de fósforos esculpidos em madeiras de biomas brasileiros como braúna, cedro, pau-brasil entre outros.


As ações de artes visuais na Galeria Galpão, também merecem uma visita. Um dos destaques do espaço é a Exposição " Alinhavos" de Joyce Torquatto. Inspirada em trechos de poemas de escritores como Fernanda Limão, a exposição faz uma viagem a essência do ser humano através  de ilustrações montadas com colagem, alinhavo e aquarela. A Galeria Galpão, funciona no antigo Fórum do município na Avenida Dantas Barreto, 34, sempre das 16h às 22h. 

Amannda Oliveira


Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.