Emoção no Tributo ao Belquior e protestos marcaram a primeira noite de shows no FIG


A primeira noite de shows na Praça Mestre Dominguinhos foi marcada pela emoção e protestos. Cerca de 30 mil pessoas acompanharam embaixo de uma chuva fina e um frio na casa dos 17.º, os shows da segunda noite do 27.º Festival de Inverno de Garanhuns. Quem abriu a noite foi a garanhuense Amanda Back que veio com um repertório recheado de músicas da MPB e do homenageado do festival, o cearense Belchior.


A segunda atração da noite foi a banda Mundo Livre S/A que trouxe a Garanhuns o seu DVD Manguebeat ao Vivo lançado em comemoração aos 30 anos da banda. No repertório, músicas bem conhecidas do público como " O Velho James Browse Já Dizia ",  “Ela é Indie”, “Meu Esquema” e “Manguebit” e é claro, protestos. EM diversos momentos da apresentação da banda o público gritava " FORA TEMER". Protesto acompanhado pela banda comandada por Fred 04.


O pernambucano Geraldo Azevedo veio em seguida e foi acompanhado em coro pelo público em todo o repertório. Clássicos como " Dona da Minha Cabeça", “Dia Branco”, " MOça Bonita", “Táxi Lunar” esquentaram o público. Geraldo falou da amizade com garanhuenses e homenageou Dominguinhos e Belquior.


A emoção rolou solta no Tributo a Belchior. Acompanhada pelos filhos, a viúva do cantor e compositor cearense Belchior subiu ao palco para receber a homenagem ao artista falecido em maio deste ano. Muito emocionada, Edna disse ao público que a família estavam ali por causa deles.Por causa dessa juventude que ali estava reunida e citou trechos de músicas do marido, sendo ovacionada pelo público que voltou a gritar "FORA TEMER" na Praça Mestre Dominguinhos. Os gritos foram acompanhados pela família. Em seguida, artistas Lira, Ângela Ro Ro, Tulipa Ruiz, Cida Moreira, Isaar, Fernando Catatau, Renata Arruda, Juvenil Silva, Gabi da Pele Preta e Ednardo parceiro de Belchior em diversas composições de Belchior se revezaram no palco para homenagear Belchior.


O arcoverdense Lira, abriu o tributo e levantou o público cantando “Divina Comédia Humana”, músicas como " Tudo outra vez", " As velas do Mucuripe", “Hora do Almoço”, “Coração Selvagem”, “Paralelas”, “Medo de Avião” e clássicos da carreira do cantor cearense foram cantadas uma a uma pelo público emocionado.

Confira mais algumas imagens da noite:









Amannda Oliveira


Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.