Quem se importa com a chuva quando Alceu Valença está no palco?


Dia 24 de junho, noite chuvosa de sábado, noite de um Bandeirante Lotado pra ver um astro pernambucano no palco, fazendo o que sabe fazer de melhor: cantar e encantar. Você pode assistir a um show de Alceu Valença mil vezes, você sempre terá a mesma sensação de se sentir maravilhado , feliz e empolgado com um repertório cheio do que é nosso, cheio de boa música e de boas alfinetadas, sempre bem vindas do Maluco Beleza.

Alceu começou o show cantando “Baião” de Luiz Gonzaga e não parou por aí, do repertório gravado pelo rei do baião, ainda vieram " Sala de Reboco", “Vem Morena” e “Pagode Russo”, do arcoverdense João Silva. Músicas de seu repertório também passaram pelo show como " Girassol", " Pelas Ruas que Andei" , "Coração Bobo", Solidão", Táxi Lunar" entre outros. 

Alceu criticou as músicas de duplo sentido que são cantadas pelas duplas de breganejo. “O cara canta a ‘muriçoca soca soca’ e eu me pergunto que beleza tem esse tipo de música”. Destacando em seguida, a importância da música Nordestina tão valorizada fora do país e cada vez menos valorizada aqui.

Alceu valença é o retrato vivo de que música boa dá público sim, enche praça sim. A diferença é que não toca os lixos auditivos vendidos pela grande mídia detentora de grandes gravadores e emissoras de rádio. 

Salve a música nordestina! 

Amannda Oliveira

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.