Giro pelos Polos dos São João de Arcoverde


O segundo dia do São João de Arcoverde começou com o tempo nublado e depois a chuva reinou absoluta. Mas isso não dispersou o público que lotou os polos de animação espalhados pela cidade. As ações começaram cedo na Estação da Cultura começou pela manhã com oficinas de ritmos percussivos, capoeira e as exposições " O Funesto FInal" de Caroline Arcoverde e Start Marcelo e " Um olhar sobre o ser e a cidade" de Givaldo Silva. 

'
A tarde, as atividades tiveram início com o cortejo do Boi Estrela Solar, em seguida foi a vez do Pra Ser Criança com o TÚs de Dança que levou a criançada as brincadeiras infantis. Quem encerrou as apresentações foi o Arcoverde com a Palavra com Juliana Aguiar e Jú Vieira.


Enquanto isso na Budega da Poesia, a programação começou às 15h com o Quebra Coco Aliença, em seguida, foi a vez do show Cantigas e Cantinelas e quem encerrou a programação do polo foi a banda Forró Art Nordestina com Pé de Gréia.


Chovia a cântaros quando o Polo Raízes do Coco começou a sua programação. Quem abriu as apresentações foi o Forró de Candeeiro de Arcoverde que esquentou o público. Com um repertório de forró tradicional e autoral o grupo não deixou ninguém ficar parado.


A segunda atração do Cruzeiro foi o Samba de Coco das Irmãs Lopes. O grupo apresentou o trabalho do disco Anda a Roda lançado em 2014. O grupo por sinal está em estúdio gravando o novo disco que será lançado no segundo semestre deste ano.
O grupo Academia da Berlinda com 13 anos de estrada apresentou o show do disco " Nada sem Ela".

Esses polos não terão programação nesta segunda-feira. 

Amannda Oliveira


Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.