Ministério Público recomenda a Nazaré da Mata e Pesqueira cumprir piso salarial nacional para os profissionais de Educação

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou aos municípios de Nazaré da Mata e Pesqueira assegurar o piso salarial nacional dos profissionais da Educação, considerando que o piso salarial deve ser compreendido como direito difuso à educação de qualidade, além de ser um direito qualificado pelo legislador como absoluta prioridade.
Os prefeitos de Nazaré da Mata e Pesqueira devem efetuar, no prazo de 60 dias, o reajuste do valor pago aos seus professores, de modo a equipará-lo ao piso salarial do magistério, no valor de R$2.298,80 para aqueles que têm uma carga de trabalho de 40 horas semanais.
A promotora de Justiça de Nazaré da Mata, Maria José Queiroz, recomendou também o pagamento retroativo do piso, a partir do mês de janeiro de 2017, no prazo de 90 dias e em, no máximo, três parcelas iguais e mensalmente sucessivas. Já a promotora de Justiça de Pesqueira, Jeanne Bezerra, recomenda o pagamento retroativo do piso salarial atualizado desde janeiro deste ano, caso não tenha sido repassado por abono, no prazo máximo de 60 dias.

MPPE

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.