Microempreendedores individuais recebem capacitações gratuitas em Olinda

Empresários e pessoas que desejam abrir o seu próprio negócio terão uma série de oportunidades para capacitação e orientação em gestão empresarial com a Semana do Microempreendedor Individual (MEI) 2017. O evento é realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) em todo o País. Em Olinda, ocorre desta segunda (22) até sexta (26.05), no CAIC de Peixinhos, na Avenida Presidente Kennedy, das 14 às 21h. A semana conta com participação da Prefeitura Municipal.
São quatro secretarias envolvidas: Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnoogia; Controle Urbano (responsáveis pela Redesim, sistema que integra todos os processos para registro, inscrição, alteração, baixa das empresas, licença de funcionamento e emissão de alvarás), Fazenda (implementação de notas fiscais e regularização dos dados dos MEIs) e Saúde (licença de vigilância sanitária).
“O trabalho das secretarias é um projeto piloto para futuras ações de licenciamento e alvarás. Olinda montou um grupo para este atendimento simplificado. Um trabalho inédito neste formato. É importante que as pessoas divulguem este atendimento, pois é totalmente gratuito. Todos se informam e regularizam sua situação. Além disso, estamos ajudando na Declaração de renda do MEI, que tem prazo até o próximo dia 31, e emissão de toda documentação para tornar-se regular”, explicou a diretora de Desenvolvimento Econômico de Olinda, Aurora Barreto.
Os microempreendedores individuais são aquelas pessoas que trabalham por conta própria e desejam transformar seu comércio, fábrica ou serviço em uma empresa formalizada. Para isso, a Receita Federal oferece uma modalidade tributária reduzida, o Simples Nacional, taxa unificada de impostos que cede ao microempreendedor um CNPJ, permite a emissão de nota fiscal e facilita o acesso a crédito como pessoa jurídica. Desse modo, o MEI terá direito a benefícios trabalhistas como aposentadoria, auxílio-doença, licença-maternidade e, ainda, a possibilidade de contratar até um funcionário. Estão dentro dessa faixa de contribuição as empresas que faturem até R$ 5 mil por mês ou R$ 60 mil por ano.
“O MEI responde hoje por quase 300 mil empresários da força empreendedora no Estado. Dessa forma, a importância da Semana do MEI será voltada para aperfeiçoar a gestão e estimular o crescimento desses negócios por meio da inovação. O intuito do Sebrae é ampliar a informação e a orientação para a formalização desses negócios, principalmente nesse momento da economia, quando muitas pessoas buscaram atuar em uma atividade produtiva”, acrescentou a diretora técnica do Sebrae em Pernambuco, Ana Cláudia Dias.
Os microempreendedores que já estão no mercado vão ter capacitações sobre o uso das mídias sociais para empresas, sobre como evitar as dívidas e inadimplência, conhecer as tendências de mercado e como aumentar as vendas através do planejamento de marketing. Além disso, a programação da Semana do MEI 2017 vai abordar as etapas pertinentes à abertura e desenvolvimento de uma empresa individual. Quem ainda não deu entrada no MEI vai se informar sobre planejamento, organização e aprender como fazer pesquisas de mercado. Este é o caso de Valdenize Gomes, moradora de Peixinhos.
ASCOM/OLINDA

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.