Creas de Arcoverde tem sido exemplo no que diz respeito às medidas socioeducativas para jovens e adolescentes


Um dos dispositivos da política de Assistência Social que acompanha crianças, adolescentes, jovens, mulheres, pessoas idosas, pessoas com deficiência, população LGBT e suas famílias, que vivenciam situações de ameaça e violação de direitos humanos por ocorrência de abandono, violência física, psicológica ou sexual, exploração sexual comercial, população em situação de rua, incidência de trabalho infantil e outras formas de submissão a situações que provocam danos e agravos a sua condição de vida e os impedem de usufruir de autonomia e bem-estar é o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS.

O Centro de Referência também é o responsável por acompanhar e executar Medidas Socioeducativas- MSE aplicadas à adolescentes que cometeram atos infracionais. Existe um fluxo de execução e aplicabilidade de Medida Sócio Educativa junto à Vara Regional da Infância, conforme orienta o SINASE. O juiz determina a medida, o CREAS sinaliza local para cumprimento da Prestação de Serviços a Comunidade visando ressocializar esses adolescentes de forma a ofertar oportunidades que na maioria das vezes eles nunca tiveram acesso como preconizados no Estatuto da Criança e Adolescente nas áreas de saúde, educação, profissionalização, lazer, cultura e encaminha à Vara para análise do magistrado que defere ou não a indicação, na maioria dos casos, Dr. Draulternani Pantaleão acata a indicação do CREAS.

Arcoverde tem experiência exitosa no que diz respeito às Medidas Socioeducativas -MSE. De 2015 pra cá, o Creas conseguiu diminuir em 70% a reincidência dos jovens e adolescentes, fortalecendo a função protetiva das famílias, acompanhamento psicossocial além do orientador social, neste caso, representado por um Agente de Desenvolvimento Comunitário, que acompanha os adolescentes. Todas as ações desenvolvidas têm finalidade de promover oportunidade e principalmente ressignificação das violações outrora sofridas, bem como, promover reflexão acerca dos atos cometidos dando oportunidade de recomeço aos jovens.

O Creas fica localizado na Rua Augusto Cavalcante, 511, telefone (87) 3821-0885.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.