Arcoverde vivencia ações especiais em comemoração ao Dia de Luta Antimanicomial


O Centro de Atenção Psicossocial de Arcoverde (CAPS II) promoveu, na manhã desta terça-feira (16), na Praça Winston Siqueira, uma série de ações em alusão ao Dia da Luta Antimanicomial, manifestado em todo o Brasil no dia 18 de maio. A iniciativa, composta por cerca de 40 participantes atendidos pela instituição, contou com aula de zumba e também promoveu mostra de danças ao ar livre, além de oficina de pintura artística.
“O objetivo destas atividades é poder mostrar a toda a sociedade a nossa luta, demonstrando que os participantes aqui presentes, que em muitos casos já passaram por internações em hospitais psiquiátricos, podem levar uma vida normal dentro dos padrões do nosso cotidiano na cidade”, destacou Cristiane Inácio, coordenadora do CAPS no município. As ações especiais também contaram com a presença da secretária de Saúde de Arcoverde, Andreia Britto.
A data, que passou a ser celebrada com o surgimento do Movimento Antimanicomial no Brasil, tem o propósito de ressaltar serviços mais humanizados para usuários que estão em sofrimento psíquico, como as ações desenvolvidas pela instituição a partir de 2003, que passaram a substituir as internações em hospitais psiquiátricos. O movimento de Luta Antimanicomial trabalha na defesa da inserção da pessoa em estado de sofrimento mental na sociedade, com valorização e garantia de todos os seus direitos.

ASCOM

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.