Novo filme do Cineasta Pedro Severien estreia dia 23 de março


O filme “Todas as Cores da Noite”, do pernambucano Pedro Severien, tem estreia nacional no dia 23 de março. Em Recife, a primeira sessão ocorre em caráter especial no Cinema São Luiz. A exibição terá abertura com uma performance como prólogo do filme. O lançamento será às 19h30, com ingressos limitados e disponibilizados para venda 1 hora antes da abertura.


O ato cênico que será apresentado antes da sessão promete introduzir o espectador no imaginário paranóico dos personagens criados por Severien, que batizou a performance de O circuito dos desafetos. Em “Todas as cores da noite”, Iris vive sozinha num espaçoso apartamento à beira-mar. O horizonte esverdeado parece distanciá-la da cidade em confortável isolamento. Ao anoitecer, o lugar acolhe conhecidos e desconhecidos num frenético fluxo de festa. Iris é a atração principal. Mas num amanhecer ressacado, ela encontra um corpo na sala de estar.

Foto:Maria Cardozo

O mistério é pura potência para o cineasta Pedro Severien, 38 anos, que explora os efeitos psicossociais da violência urbana em seu primeiro longa-metragem. Em Todas as Cores da Noite, o realizador, autor de curtas premiados como Canção para Minha Irmã (2012) e Loja de Répteis (2014), usa elementos do horror e do fantástico para falar sobre “as marcas do desafeto” que caracterizam as relações sociais contemporâneas, na perspectiva de uma classe média enclausurada em redomas, que tenta blindar-se do desconhecido.

Sinopse:
Iris vive sozinha num espaçoso apartamento à beira-mar. O horizonte esverdeado parece distanciá-la da cidade em confortável isolamento. Ao anoitecer, o lugar acolhe conhecidos e desconhecidos num frenético fluxo de festa. Iris é a atração principal. Mas num amanhecer ressacado, ela encontra um corpo na sala de estar. Como no reflexo distorcido de um espelho torto, Iris sente-se repetindo os passos de sua amiga de infância, Tiara, uma estudante de medicina responsável no passado por um acidente que acaba em morte. Tiara mergulha num espiral de autocomiseração, esvaziamento sentimental e violência. O caso é bastante conhecido na cidade e Iris não quer tornar-se mais um fantasma desse sombrio universo de histórias. Em Todas as Cores da Noite, a realidade funciona como uma dimensão da imaginação, da memória e da loucura.

Elenco principal:
Sabrina Greve
Sandra Possani
Brenda Ligia
Giovanna Simões
Rômulo Braga

Festivais: 
Mostra Internacional de Cinema de SP 2015 (SP Int'l Film Festival); Janela Internacional de Cinema do Recife; Slamdance Film Festival 2016.

Ficha técnica:
Direção: Pedro Severien
Argumento: Pedro Severien, Tomaz Alves Souza
Roteiro: Luiz Otávio Pereira
Direção de Fotografia: Beto Martins, Daniel Aragão
Direção de Arte: Iomana Rocha, Luisa Accetti
Figurino: Andrea Monteiro, Paulina Albuquerque, Carol Monteiro
Montagem: Maria Cardozo, Daniel Bandeira
Musica original: Tomaz Alves Souza
Som Direto: Simone Dourado, Lucas Caminha, Guga S. Rocha
Desenho de Som: Kiko Santana
Mixagem: Gera Vieira (Fonte: http://cargocollective.com).

Fonte: De Primeira Categoria/Zalxijoane

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.