Estátua em homenagem a Naná Vasconcelos é inaugurada no Marco Zero

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Um dia pra marcar a cultura do Recife cercado de muita emoção. Foi assim a noite desta quarta-feira (22), quando o músico Naná Vasconcelos, considerado um dos melhores percussionistas do mundo, foi homenageado pela Prefeitura do Recife, a dois dias da abertura do Carnaval do Recife 2017. O prefeito Geraldo Julio esteve presente na cerimônia, acompanhado da primeira- dama, Cristina Mello, onde foi inaugurada uma estátua de concreto do mestre  percussionista no Marco Zero da cidade, no Bairro do Recife.
 
"Naná levou o nome do Recife, a nossa cultura e a da nossa gente para o mundo através da música. Agora ele está imortalizado nessa estátua tão linda, em cima das alfaias, com seu berimbau, e vai continuar regendo os Carnavais do Recife como ele sempre fez. Estou muito feliz, é uma homenagem mais do que justa", afirmou o prefeito Geraldo Julio.
 
A estátua está localizada em pleno Marco Zero, local e palco que consagrou Naná Vasconcelos como o grande mestre de cerimônias da maior festa popular da cidade, no comando de centenas de batuqueiros durante a abertura oficial do Carnaval do Recife. Erguida sob um totem de alfaias, voltada para a cidade, a peça tem 4,50 metros de altura e será iluminada por um refletor direcionado em LED de 200 watts, que foi instalado para o monumento. A escultura custou R$ 35 mil e foi produzida pelo escultor Demétrio Albuquerque.
 
Patrícia Vasconcelos, viúva do mestre percussionista, falou da emoção em ver a imagem do marido ser imortalizada em um local que tanto representa a sua trajetória na música. "Aqui ele reunia nações diversas e fazia com que uma multidão ecoasse um único som. Era lindo. Fica aqui o que ele plantou: unir todos em comunidade e transformar e unir através da música", disse.
 
A estátua em homenagem a Naná Vasconcelos conta também com uma placa informativa, com um QR Code que fornecerá informações sobre a vida e obra do artista. A obra compõe o Circuito da Poesia com mais 17 homenageados. São eles: Manoel Bandeira (Rua da Aurora); João Cabral de Melo Neto (Rua da Aurora); Capiba (Rua do Sol); Carlos Pena Filho (Praça do Diário); Clarice Lispector (Praça Maciel Pinheiro); Antônio Maria (Rua do Bom Jesus); Ascenso Ferreira (Cais da Alfândega); Chico Science (Rua da Moeda); Solano Trindade (Pátio de São Pedro); Luiz Gonzaga (Praça Mauá); Mário Mota (Pátio do Sebo), Joaquim Cardozo (Ponte Maurício de Nassau), Ariano Suassusa (Rua da Aurora); Alberto da Cunha Melo (Parque 13 de Maio), Celina de Holanda (Avenida Beira Rio) e Liêdo Maranhão (Praça Dom Vital).

PCR

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.