O perigo escondido no Carrinho de Supermercado para as Crianças


Você tem filhos pequenos? Costuma levá-los ao supermercado quando vai fazer feira? Tem o hábito de colocá-los dentro dos carrinhos?
Se você respondeu afirmativamente a terceira pergunta fique atento, o seu filho está em perigo.
O carrinho de um supermercado é mais nocivo do que você pensa, vamos explicar o por que.

Para algumas crianças, ir com os pais fazer compras é uma farra, já que para alguns esse ambiente cheio de cores, sons e cheiros é um parque de diversões, mas no momento que você coloca o seu filho em um carrinho por "segurança" está fazendo o contrário. Uma pesquisa americana revela que a cada 22 minutos uma criança dentro de um carrinho se machuca. São lesões causadas por quedas, mão que ficou presa e ainda pior, crianças picadas por animais que muitas vezes estão dentro das verduras.
Foto: Internet
Sim, as verduras que compramos nos supermercados as vezes chegam com bichos dentro, inclusive cobras.
Há alguns anos atrás , na cidade do Recife, uma crianças de aproximadamente 02 anos estava dentro de um carrinho de supermercado e enquanto a sua mãe colocava os produtos dentro do carrinho junto com o filho , não observou que a alface americana que havia pego na gondola tinha uma cobra. A criança foi picada e não parava de chorar . Um médico que fazia compras tentou ajudar e percebeu que a criança havia sido picada por algum animal. Ao revirar o carrinho , uma cobra Coral apareceu . Infelizmente a criança não resistiu e morreu , ali mesmo no supermercado.
A notícia na época chamou a atenção dos pais para um perigo silencioso. O carrinho de supermercado, que ainda pode transmitir bactérias, meningite e diversas doenças causadas por vírus já que muitas pessoas os utilizam.Ainda existem relatos de crianças que abriram detergentes, águas sanitárias, venenos e desinfetantes e beberam em um momento de descuido.
Evite acidentes com o seu filho e não o coloque dentro de carrinhos de supermercado.
Amannda Oliveira

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.