Em Garanhuns, Secretaria da Mulher realiza primeira reunião do ano com Polícia Militar

Foto: Daniela Batista
A equipe da Secretaria da Mulher (Secmul) realizou na tarde desta quinta-feira (5), uma reunião com o recém empossado comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar de Garanhuns, Tenente Coronel Paulo César Gonçalves. A reunião teve o intuito de discutir as políticas públicas que serão realizadas em parceria com a PM durante a nova gestão do Governo Municipal de Garanhuns.

O momento também serviu para reavaliar os projetos já realizados anteriormente, como a Patrulha Cidadã e WhatsApp Mulher, que demonstraram resultados satisfatórios e terão continuidade durante a nova gestão. Durante o ano de 2016, a Secmul registrou o atendimento de 913 mulheres, e uma redução de 3,5% no número de ocorrências feitas na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) durante os meses de janeiro a novembro de 2016, em relação ao mesmo período do ano de 2015.

O Tenente Coronel Paulo César Gonçalves, foi comandante do Batalhão da Polícia Militar de Pesqueira, no interior do estado. A cidade foi registrada como primeiro lugar na redução de homicídios em Pernambuco. O Tenente Coronel salientou a importância da parceria da PM com a Secmul. “Essa parceria é importantíssima. Nós pudemos ver que os projetos deram certo e vamos dar continuidade e até tentar aprimorar essas ações. Felizmente, aqui em Garanhuns, a violência contra a mulher está sendo reduzida, graças a essas políticas públicas. Nosso apoio será integral, estaremos à disposição durante 24 horas. Estamos de portas abertas para trabalharmos em conjunto”, afirmou.

A titular da pasta, Eliane Simões Vilar, comentou sobre a parceria que a secretaria tem com a PM. “Nossa parceria com a PM é muito forte. O apoio é eficiente e imprescindível para que a Secmul possa trabalhar de maneira satisfatória, atendendo as mulheres com medidas protetivas. Além disso, pretendemos continuar com as ações já realizadas para que possamos construir uma sociedade de paz, respeitando a mulher”, afirmou. 

Daniela Batista

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.