Ancine apoia internacionalização do audiovisual brasileiro

A Agência Nacional do Cinema (Ancine), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), publicou ontem, quarta-feira (4), no Diário Oficial da União, os regulamentos de duas ações voltadas à internacionalização da produção audiovisual brasileira – Programas de Apoio à Participação Brasileira em Festivais, Laboratórios e Workshops Internacionais e de Apoio à Participação Brasileira em Eventos de Mercado e Rodadas de Negócios Internacionais.
 
Com aportes financeiros somados de R$ 1.848.167, os dois programas buscam contribuir para a participação de filmes e projetos de obras nacionais nos mais importantes festivais, laboratórios e workshops internacionais de cinema em todo o mundo.  Viabilizar a presença de profissionais do setor audiovisual em eventos de mercado e encontros de negócios realizados em outros países também é um dos objetivos. 
 
Para a participação brasileira em festivais, laboratórios e workshops, os recursos poderão ser usados, na confecção de cópias legendadas em suporte digital de filmes brasileiros de longa, média e curta-metragem, segundo critérios estabelecidos pela Ancine. Com o apoio oferecido por esse programa, também poderão ser custeados o transporte das cópias para as cidades onde se realizam os Festivais, incluídos os trâmites de exportação temporária e reimportação das cópias, a guarda e a conservação das cópias produzidas. E para a participação em rodadas de negócios internacionais, serão disponibilizados recursos para a compra de passagens aéreas.
 
A ampliação desse formato de incentivo oferecido pelo Minc ocorre desde 2014 e permite que a Ancine atue de maneira mais abrangente na cadeia produtiva do segmento audiovisual. Por serem complementares, os programas proporcionam estímulo ao desenvolvimento e à apresentação das obras, além de fazê-las circular no mercado internacional. 
 
Sobre os programas
 
O Programa de Apoio à Participação de Filmes Brasileiros em Festivais Internacionais foi lançado em 2006, e desde então auxilia com serviços e recursos financeiros a participação de curtas, médias e longas-metragens brasileiros selecionados para festivais no exterior. Em 2014 passou a incluir também o apoio financeiro aos projetos selecionados para laboratórios e workshops internacionais.
 
A inclusão dos laboratórios no programa se deu pelo fato de que esses eventos possuem destacada importância na projeção internacional de uma obra. Cada vez mais, os players envolvidos na circulação internacional dos filmes utilizam os laboratórios para buscar obras nas quais vão apostar e investir. 
 
O Programa de Apoio à Participação de Produtores de Audiovisual em Eventos de Mercado e Rodadas de Negócios foi lançado em outubro de 2013 e ajudou a viabilizar a participação de diversos representantes de empresas produtoras brasileiras independentes em eventos internacionais. A partir de 2014, seu regulamento foi reestruturado de forma a incluir um calendário anual de eventos de mercado.

Minc

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.