Festas juninas são vivenciadas por mais de 600 usuários dos Centros de Referência de Assistência Social de Garanhuns

junho 23, 2017
Foto: Divulgação

Com a finalidade de reviver a tradição regional das festividades juninas, os Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s) do município vivenciam o período até a próxima semana com diversas atividades pedagógicas. A ação beneficia mais de 600 beneficiários do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Os bairros Heliópolis, Parque Fênix, Magano e Boa Vista tiveram seus momentos alusivos ao São João nos últimos dias. Na próxima semana, quando se comemora São Pedro, haverá programação no distrito de Miracica e na comunidade Várzea.

ASCOM

Secretaria de Agricultura libera R$ 4 milhões para produtores de leite

junho 23, 2017
O Programa Leite de Todos do Governo do Estado de Pernambuco irá liberar na próxima semana R$ 4 milhões aos lacticínios credenciados ao programa.

O Governador Paulo Câmara tem priorizado esta ação não só do ponto de vista operacional, como também nos aportes financeiros necessários para garantir a regularidade dos pagamentos aos produtores pernambucanos. Na sua gestão, o chefe do executivo estadual já liberou aproximadamente R$ 57 milhões.

O Secretário Nilton Mota vem participando de audiências e reuniões com os produtores, construindo um novo momento para a cadeia, no sentido que o estado de Pernambuco possa recuperar sua produção de 2,8 milhões de litros por dia alcançado antes da estiagem.

Dentre um conjunto de ações, Nilton Mota solicitou também ao Ministério do Desenvolvimento Social e a Conab a atualização do preço pago ao produtor de leite de vaca.

ASCOM

Pelo segundo ano consecutivo o Grupo Amor Animal participa da Vila Rio Branco no São João de Arcoverde

junho 23, 2017

Pelo segundo ano consecutivo, o Grupo Amor Animal Arcoverde está no Polo Vila Rio Branco no São João de Arcoverde com uma casinha. O polo, localizado na Praça Virgínia Guerra durante os festejos traz um pouco do trabalho a ong que ajuda animais de rua na cidade de Arcoverde, além de produtos como canecas, copos, camas para cães e gatos, camisetas e chaveiros.


Os integrantes do grupo estão no local apresentando um pouco do trabalho do grupo e também , recebendo doações de remédios, ração e lençóis que são utilizados nos cuidados com os animais retirados das ruas da cidade e colocados para adoção.


Se você estiver passando pelo polo , vá conhecer o trabalho sério que é desenvolvido pelo grupo e que merece nosso apoio.

Amannda Oliveira

Polo da Estação da Cultura recebe 3.ª Roda de Matuto Viver Capoeira

junho 23, 2017

No próximo domingo (25), o Polo da Estação da Cultura recebe a 3.ª Roda de Matuto Viver Capoeira. A ação aberta ao público vai permitir que qualquer pessoa que esteja assistindo a roda de capoeira possa entrar e participar dela. A brincadeira geralmente é realizada na noite da fogueira de São João, mas esse ano o Grupo Viver Capoeira vai encerrar as atividades das oficinas de capoeira na estação da cultura com ela.

O evento começa às 15h e ainda contará com um samba de roda.

Amannda Oliveira


Forró pé de serra esquentou a sexta noite do São João de Arcoverde

junho 23, 2017

A sexta noite do São João de Arcoverde começou debaixo de muita chuva e frio, mas nos palos espalhados pelo São João de Arcoverde, o bom e tradicional forró pé de serra esquentou o clima.
Quem abriu a noite no Palco Multicultural foi o cantor e compositor Valdinho Paz. Com um repertório de músicas autorais e muitos clássicos de Luiz Gonzaga,  Zé Dantas, Humberto Teixeira, João Silva, Assisão, Jorge de Altinho, Dominguinhos, Nando Cordel e Flávio Leandro ele mostrou que o autêntico forró está mais vivo que nunca.


Enquanto isso no Polo das Artes, quem animava a noite era a Banda Água de Coco, que fez muitos turistas dançarem ao som do nosso pé de serra não dando chance ao frio.
Já na Vila Rio Branco, o destaque é o artesanato feito pelas artesãs arcoverdenses que retratam a nossa cultura.

E hoje tem mais. Confira a programação:


Amannda Oliveira


Carla Rio lança De Olho no Samba

junho 22, 2017
Foto: Sergio Altenkirch

A cantora Carla Rio lança o seu primeiro álbum intitulado De Olho no Samba, no Cassino Americano, localizado no piso superior do Restaurante Boi e Brasa, no Pina, no dia 6 de julho, a partir das 20h. O show de lançamento tem direção artística de Pedro Oliveira e terá a participação de André Rio, Belo Xis, Cezzinha, Hélio Machado e Chrigor, ex-exaltassamba, que assina a direção musical.
                                                                                
O disco é uma seleção de composições presenteadas pelos irmãos Alírio Moraes Filho e André Rio, além de canções de Chrigor Lisboa, Cezzinha, Belo Xis e Hélio Machado. Entre as 12 faixas está a canção “Verso e Melodia”, do pai da sambista, Alírio Moraes, além da participação especial de Chrigor Lisboa com “Deixa Assim” e do sanfoneiro Cezzinha, em “Cem Anos de Solidão”. O sambista Belo Xis presenteou Carla Rio com a faixa “Meu Homem”, música de trabalho da artista.

Filha do compositor Alírio Moraes, Carla nasceu em uma família musical. A avó tocava cinco instrumentos o que fez com que a casa sempre fosse um ponto de encontro para muitos artistas, rodas de samba e serestas. Por influência do pai, compositor de samba dos Donzelos de São José, Traquinas de São José, Donzelas, Estudantes de São José, e por ser o primeiro ritmo que aprendeu a cantar quando menina, Carla decidiu se dedicar ao ritmo.    “Meu pai tocava e era compositor de frevo e de samba. Meus irmãos tocam, compõem, cantam, então desde criança, a minha casa sempre foi um ponto de encontro para muitos artistas, rodas de Samba e serestas. Esse trabalho é a realização de um sonho. A batida do samba me contagia e me emociona muito”, afirma Carla.

A direção geral do álbum é de Carla e André Rio, com direção musical de Chrigor Lisboa e produção musical de Saymon.  Foi montado, mixado e masterizado no Stúdio Borning Music (SP). Design gráfico de José Marinheiro Filho, com fotos de Sérgio Altermkirch. A produção executiva é de Georgia Rio. 

Os ingressos custam R$ 3000. O disco será vendido a R$ 10,00 no local.

Jamerson Ferreira

Giro pelo São João de Arcoverde

junho 22, 2017

E em uma quarta-feira de muita chuva em Arcoverde, o público teve que reforçar o agasalho para cair no forró. As 17h o Polo Raízes do Coco já começava a esquentar com Kleber Araújo. O cantor e compositor arcoverdense, abriu os shows e apresentou o repertório do seu disco Cinema Novo.
Com um repertório variado de músicas autorais, e de nomes com Luiz Gonzaga, Assis Calixto e Leandro Vaz, ele fez o palco ferver.


Wagner Carvalho subiu ao paco em seguida e apresentou o seu novo disco " Ingrata" que trouxe uma pegada mais brega sem esquecer o forró tradicional.


Um dos destaques do Polo das Artes foi o lançamento o primeiro disco de Johsi Guimarães 'Roupa de Baixo', seu primeiro álbum. Visivelmente emocionada ela encantou o público com um repertório de muitas sonoridades como frevo, chorinhos e sambas. Um show lindo! 

Amannda Oliveira


Novo projeto de lei que reduz áreas protegidas na Amazônia chega amanhã ao Congresso

junho 22, 2017
Em manobra para preservar o presidente Michel Temer, que está no exterior, o presidente em exercício, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve apresentar, nesta sexta-feira (23), um projeto de lei que reduz a proteção de 486 mil hectares da Floresta Nacional (Flona) de Jamanxim, no sudoeste do Pará, abrindo caminho para legalizar posseiros e grileiros; O WWF-Brasil é contra qualquer redução de áreas protegidas.


Depois de vetar no início desta semana duas Medidas Provisórias (MPs) que reduziam áreas protegidas na Amazônia, o governo já pôs em prática a manobra para retomar um dos pontos mais polêmicos das MPs: o corte de 37% da Floresta Nacional (Flona) de Jamanxim, no sudoeste do Pará. A estratégia visa regularizar, em sua maioria, ocupações irregulares ocorridas na Flona a partir de sua criação em 2006.

Isso significa que 486 mil hectares da Flona ficarão vulneráveis, pois esse território será transformado em Área de Preservação Permanente (APA), uma categoria de Unidade de Conservação (UC) menos restritiva, permitindo propriedades privadas e atividades de mineração e agropecuária. Com isso, a perspectiva é que aumente ainda mais o desmatamento nesta região. Em 2016, a Floresta Nacional de Jamanxim foi a UC federal mais desmatada em toda a Amazônia.

O texto do novo projeto de lei (PL) do Executivo – que segue reduzindo área protegida na Amazônia – deve desembarcar no Congresso Nacional nesta sexta-feira (23) em regime de urgência. Segundo apurou o WWF-Brasil, o PL poderá ser apresentado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em exercício da Presidência da República na ausência de Michel Temer. Trata-se de uma manobra para blindar o presidente.

No final de semana, o ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, em vídeo gravado ao lado do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), tornou público um acordo selado com a bancada paraense. Com a justificativa de dar “segurança jurídica” ao processo, o pacto prevê a troca dos vetos pelo novo projeto com mesmo teor da MP 756.

Mas o estrago poderá ser ainda maior. De acordo com informações de bastidores, os parlamentares paraenses já tentaram emplacar no texto do PL costurado pelo Ministério do Meio Ambiente e Casa Civil dispositivos que flexibilizariam até mesmo a aplicação do Código Florestal naquela região, exigindo uma recuperação menor dos passivos ambientais registrados ali.

O presidente está na Noruega, país que cobrou oficialmente do Brasil explicações sobre o aumento do desmatamento na Amazônia e que ameaçou suspender recursos para a proteção ambiental. A Noruega é o maior investidor do Fundo Amazônia, com repasses da ordem R$ 2,8 bilhões à iniciativa.

Twitter 
Antes de deixar o país rumo à Europa, Michel Temer usou o Twitter para responder à modelo Gisele Bündchen e ao WWF sobre o pedido de veto às MPs 756 e 756. “Vetei hoje todos os itens das MPs que diminuíam a área preservada da Amazônia”, escreveu o presidente.

Na réplica, Gisele citou o conteúdo de uma nota assinada por diversas organizações ambientalistas, entre elas o WWF-Brasil, destacando que a floresta ainda está ameaçada, e que “não podemos aceitar retrocessos nas políticas socioambientais do nosso país”. 

Uma campanha internacional contra as medidas foi liderada pelo WWF e sua rede. A campanha angariou 20 mil assinaturas de cidadãos de todo o Brasil e do exterior. Juntas, as duas medidas provisórias retiravam a proteção de 600 mil hectares de florestas protegidas.

Agora a manobra do governo traz de volta a ameaça inicial, com o objetivo de recuperar todo o texto que foi vetado, e a possibilidade de um estrago ainda maior.

Ocupações
Segundo dados do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a Floresta Nacional de Jamanxim tem atualmente cerca de 300 domicílios registrados. A maior parte é composta por grandes fazendas, já estruturadas com pecuária, e que foram ocupadas ilegalmente após a criação da Flona em 2016.

Um dos beneficiados da provável diminuição da Flona de Jamanxim seria Ubiraci Soares da Silva, o Macarrão, garimpeiro e prefeito de Novo Progresso (PA) pelo PSC, conforme reportagem do jornal Folha de São Paulo.

Silva reivindica 963 hectares da área. No início desse mês, foi flagrado por fiscais do Ibama com desmatamento ilegal em andamento na sua fazenda. O prefeito tem multas somadas de R$ 1,9 milhão por crimes ambientais.

Segundo dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), mais de 380 ocupantes reivindicam regularização de suas posses na Flona de Jamanxim. Sendo aprovada a diminuição da área, a tendência é esse número crescer ainda mais.

ASCOM

DETRAN-PE lança campanhas institucionais e educativas

junho 22, 2017


O Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades – Secid/Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco - DETRAN-PE, preparou duas campanhas, uma educativa e outra institucional. A primeira escolheu o “Bode Gaiato” como personagem principal, tendo em vista que ele ocupa um espaço de destaque entre os influenciadores digitais assumindo em suas publicações, muitas vezes, a função de fomentar discussões sobre o papel do individuo na sociedade, buscando incitar a participação e manifestação individual e coletiva relacionada a temas político-sociais, utilizando-se do componente humor.

Já a segunda, que começa a ser veiculada hoje, 22, mostra as ações desenvolvidas pelo Órgão por meio das Operações Rota de Fuga – ORF, e Trânsito Seguro – OTS, além da Operação Lei Seca, alertando os condutores, ciclistas e pedestres sobre o respeito a vida. 

“Nosso conceito escolhido na educativa foi estrada não é lugar de gaiatice. Tais aspectos oferecem à campanha o universo semântico ideal para influenciar o nosso público alvo, que são condutores que se deslocam para as festas juninas, a aderirem de uma forma mais divertida, às recomendações de segurança no transito”, enfatiza o diretor presidente do DETRAN-PE, Charles Ribeiro.

Ainda segundo Ribeiro, as peças da campanha intitulada de Bode Gaiato, englobam outdoors, publicidade em rádio e TV, distribuição de sacolas de lixo, adesivos e folders, abordando entre os temas: cinto de segurança também no banco de trás, álcool e direção e respeito aos limites de velocidade.

Já a institucional atingirá a população com um filme publicitário veiculado em TV’s e redes sociais, destacando o papel fundamental das operações do DETRAN-PE, que junto às ações educativas tem conseguido reduzir o número de acidentes no Estado que provocam sequelas e mortes, lembrando da economia de 350 milhões gasto com a saúde. Além disso, também é destacada a regularização dos ciclomotores, conhecidos como cinquentinhas.

ASCOM

Blogueiro Claudio André é agredido em Bom Conselho

junho 22, 2017
Foto: Blog do Manuel Mariano
Ontem por volta das 6:40h da manhã, o radialista e blogueiro Claudio André, o poeta de 41 anos, foi agredido por 02 (dois) indivíduos não identificados, no loteamento de Vavá. Os homens portavam armas de fogo e um chicote agredindo fisicamente o blogueiro. 
Este blog repudia totalmente toda e qualquer agressão feita a um comunicador. Atos como este mostram o quanto a liberdade de expressão no nosso país é constantemente atacado.

Ao companheiro Claudio André, a nossa torcida de melhoras e nossa solidariedade.

Amannda Oliveira 

Dez anos depois, Leila faz segundo disco com o cancioneiro de Menescal

junho 22, 2017
 Foto;João Wainer

Leila Pinheiro dá novamente voz ao cancioneiro de Roberto Menescal em disco previsto para ser lançado no segundo semestre deste ano de 2017, sinalizando mudança de planos fonográficos. No primeiro semestre de 2016, a cantora paraense alinhavou álbum de voz e piano em que interpretaria músicas como Súbita primavera (parceria ainda inédita de Moacyr Luz e Fátima Guedes), Outra vez, nunca mais (Sueli Costa e Abel Silva, 2003) e Caso de amor (Wagner Tiso e Milton Nascimento, 1985).

Idealizado para a gravadora Joia Moderna, o álbum chegou até a ter título cogitado – Disco de tristeza, nome de então inédito samba-canção de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro – e gerou (excelente) gravação demo, feita no estúdio mantido por Leila na casa da artista, na cidade do Rio de Janeiro. Contudo, Leila – cujo último disco foi o EP independente Por onde eu for (2015), lançado há dois anos – optou por priorizar álbum em tributo aos 80 anos de nascimento do compositor e músico carioca Roberto Menescal, a serem festejados em 25 de outubro de 2017.

Cabe lembrar que, há dez anos, Leila lançou CD e DVD, Agarradinhos (2007), gravado com Menescal, artista importante na carreira fonográfica da cantora por tê-la convidado, em 1988, a gravar o disco Benção, Bossa Nova, lançado em 1989 no Japão (para cujo mercado o álbum foi encomendado em tributo aos 30 anos da Bossa Nova) e no Brasil com grande sucesso. Sem bisar o êxito artístico e comercial do álbum de 1989, Agarradinhos foi projeto centrado no cancioneiro de Menescal, mas com repertório aberto para músicas de outros compositores. Já o álbum que sai no segundo semestre deste ano de 2017 é inteiramente dedicado à obra de Menescal.

No Polo da Estação da Cultura " Projeto Ser" encanta pela sutileza

junho 22, 2017
 Foto: Amannda Oliveira

O Polo da Estação da Cultura respira arte por todos os lados. Se isso já é algo rotineiro por lá, imagina no período junino, aonde a estação abriu suas portas ao público com muitas apresentações de dança, teatro , bois e ursos e exposições. 

                                                                       Foto: Amannda Oliveira


O "Projeto Ser" assinado por Givaldo Silva, foi inspirado na Intervenção Urbana In`consciente criativo e aborda de maneira sutil a arte e a psicologia. Algumas das imagens retratam os personagens da nossa terra e a nossa cultura com lindos traços feitos em  aquarela e bordado em papel no tamanho 33x33.

Sobre o autor

Givaldo Silva , é Artista Visual, Pesquisador e Professor de Artes. Sua inspiração começou ainda criança vendo as paredes se descascarem e com o tempo foram surgindo formas e cores que davam asas à imaginação. Inspirador por um irmão que fazia tatuagem, ne época em que era mal vista pela sociedade, Bob como é conhecido trabalha atualmente dando palestras sobre História do Ensino da Arte, Arte-educação e Arte Contemporânea, além desenvolver projetos de Artes Visuais que são dignos de aplausos.

Para conferir a exposição, passa na Estação da Cultural, nos dias 23,24 e 25 de junho das 9 às 11:30 e das 14 às 17h.

Vale a pena conferir!

Amannda Oliveira


Companhia Pendura, mas não cai realiza apresentações de rua no São João de Arcoverde

junho 22, 2017

Quem passou pela Praça Winston Siqueira no Polo Vila Rio Branco, do São João de Arcoverde, pôde assistir as apresentações da Cia. Pendura, mas não cai aqui de Arcoverde. A Cia realiza espetáculos de rua durante os festejos juninos já alguns anos , sempre ressaltando a nossa cultura e incentivando a convivência com o espectador. 
Este ano , o público está conhecendo de perto o espetáculo teatral Estórias sem histórias: conto aqui conto acolá. O espetáculo mergulha no universo da música, poesias e prosas da literatura nordestina por meio dos símbolos e representações da cultura do estado, através de causos, contos, lendas populares do Nordeste, combinando com as mais variadas manifestações; com personagens que se fundem entre seres do cotidiano e figuras folclóricas, buscando alargar o conhecimento dos brincantes no que diz respeito às variantes adotadas nos diferentes terreiros. Entrecortadas pelas músicas populares dos repentistas, aboios dos vaqueiros, reisado, xaxado, baião, esta intervenção teatral é um exercício de apresentação que busca a aproximação da arte teatral e suas investidas pela diversidade literária, recriando as paisagens, mantendo vivas as histórias e estórias da rica tradição oral nordestina.


O grupo é formado por Cristiano Marques, Alex Leite e Íris Darc. A próxima apresentação do grupo acontece neste sábado, dia 23 às 20h.

Amannda Oliveira


MEC autoriza licitação para construir sede de curso de medicina em Caruaru

junho 22, 2017
Foto: Rafael Carvalho-MEC
O curso de medicina do campus Caruaru da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) vai ganhar uma sede definitiva. Nesta quinta-feira, 22, o ministro da Educação, Mendonça Filho, autorizou a licitação para construir os blocos que vão abrigar o curso, bem como os espaços de prática e pesquisa em saúde desta unidade de ensino. O anúncio foi feito no terreno do Centro Acadêmico do Agreste da UFPE, onde serão construídos os blocos de medicina.

O ministro comemorou a medida que, segundo ele, “é sonhada há muito tempo” por parte dos estudantes de medicina do campus de Caruaru e desejada, também por, professores e servidores do campus do Agreste da UFPE. “Nas visitas que fiz a Caruaru, eu ouvia sempre a ânsia da comunidade acadêmica para que o campus do agreste pudesse ter investimentos que assegurassem instalações físicas adequadas para a faculdade de medicina aqui instalada”, disse.

Orçada em R$ 22.925.057,09, a sede do curso de medicina de Caruaru vai compreender três prédios, totalizando 8.081,14 m² de área construída. “O investimento do Ministério da Educação vai certamente transformar a realidade da formação médica em Caruaru”, garantiu o ministro. O curso é ligado ao Centro Acadêmico do Agreste e atende, atualmente, 300 estudantes. Desde que começou suas atividades, em 2014, a faculdade de medicina do CAA tem funcionado em instalações provisórias, em um espaço alugado pela universidade dentro do polo comercial de Caruaru.

A licitação anunciada por Mendonça Filho visa contemplar um projeto de sede com ambientes ideais para o desenvolvimento das atividades propostas pelo curso. Dividido em três blocos, o projeto conta com um edifício principal, projetado com quatro pavimentos, um edifício do biotério, que servirá para as atividades de pesquisa relacionadas ao Laboratório Morfofuncional, e outro edifício, onde será instalada uma Unidade Básica de Saúde, destinada às práticas e atendimento ao público.

Dentro dos blocos estão previstas 20 salas de tutoria para trabalhos em pequenos grupos, fundamental para o desenvolvimento da metodologia do curso; dois laboratórios de habilidades e simulação para proporcionar treinamento de capacidades psicomotoras através de simuladores; laboratórios para práticas educativas e pesquisa na área morfofuncional, com biotério; três salas para as atividades do laboratório de sensibilidade que desenvolve os componentes sensível e humanístico da formação; um cineteatro; salas de teleconferência; laboratórios de informática; uma biblioteca ampla e salas para a comissão de residência médica desenvolver suas atividades.

Assim que inaugurada, a Unidade Básica de Saúde vai abrigar equipes de saúde que promoverão assistência para a comunidade acadêmica e atendimento para as necessidades da população da região. A proposta é que esta Unidade de Saúde seja integrada com a rede do Sistema Único de Saúde (SUS). O espaço também representa uma parte importante do projeto na medida em que vai servir de campo de estágio para os estudantes de medicina e residência médica do Agreste.

Com a construção dos blocos do curso de medicina em Caruaru, será atendida uma demanda de espaço físico para a instalação do Núcleo de Ciências da Vida, formado pela graduação em medicina e suas pós-graduações, as residências médicas. O terreno onde serão construídos os blocos autorizados pelo ministro Mendonça Filho é contíguo ao CAA, de fácil acesso e próximo às atuais instalações dos departamentos técnicos pedagógicos e administrativos que compõem o CAA/UFPE.

A cerimônia contou, ainda, com a presença do reitor da Universidade Federal de Pernambuco, Anísio Brasileiro; da prefeita municipal de Caruaru, Raquel Lyra; do diretor do Centro Acadêmico do Agreste da UFPE, Manoel Guedes Alcoforado Neto; do ex-governador de Pernambuco João Lyra Neto; do deputado federal Augusto Coutinho; e da deputada estadual Priscila Krause.

Medicina – Fundado em 2011, dentro do Programa Mais Médicos, o curso de Medicina do Centro Acadêmico do Agreste (CAA/UFPE) começou suas atividades em 2014 e aguarda a conclusão da primeira turma, atualmente no 7º período. Ele busca atender uma demanda por médicos no interior de Pernambuco, oferecendo, a cada ano, 80 vagas, sendo a única entrada no início do ano. Já na pós-graduação, são ofertadas mais de 20 vagas na modalidade residência médica em várias especialidades.

O Centro Acadêmico do Agreste, por outro lado, existe desde março de 2006, tendo sido o primeiro campus da UFPE no interior de Pernambuco. Ele foi criado com o objetivo de suprir a necessidade de ensino gratuito e de qualidade na região Agreste do estado, bem como contribuir com o desenvolvimento social, econômico e cultural de Pernambuco. O CAA é formado, hoje, por cinco mil estudantes.

As atividades do CAA foram iniciadas com cinco graduações, nas áreas de administração, economia, engenharia civil, pedagogia e design, que integram quatro Núcleos de Ensino: gestão, design, formação docente e tecnologia. Atualmente, funcionam também as licenciaturas em química, física e matemática, os cursos de engenharia de produção, comunicação social e licenciatura intercultural – direcionada à população indígena de Pernambuco, como também medicina, que vem, por meio desse projeto, integrar a área sede do campus no Agreste.

Assessoria de Comunicação Social

Fio não espanta público da quinta noite do São João de Arcoverde

junho 22, 2017

A noite de quarta-fera no Polo Multicultural do São João de Arcoverde começou com a prata da casa, o cantor e compositor George Silva e os Pariceiros. Com um repertório autoral do disco "Tombo , balanço mais não caiu" que conta com a participação de Lira, o grupo cantou músicas como " Dona Teresa", Pau Nas Coisas” e  “Esquenta Moreninha”. O misturando forró do bom com poesia, o grupo esquentou a noite fria de 18º que fazia na cidade.


A segunda atração da noite foi o cantor Batista Lima, ex integrante da Banda Limão com Mel. No repertório, as músicas do seu disco solo, mas não deixou de lado os sucessos da época do Limão com Mel, cantadas em coro pelo público como “Eu cuido de você”, “Não era amor”, e “Toma conta de Mim”. 

Quem encerrou a noite foi o Pedrinho Pegação.

Confira a Programação desta quinta-feira nos polos de animação:


Amannda Oliveira


Cecora vai ganhar nesta sexta-feira a Rua Compositor João Silva

junho 22, 2017
Foto: Amannda Oliveira

O Centro Comercial de Arcoverde - CECORA vai ganhar nesta sexta-feira, 23 de junho, às 10h, a Rua compositor João Silva. O espaço de convivência cujo projeto visual é assinado por Amannda Oliveira e o artista plástico Suedson Neiva e batizado em homenagem ao compositor arcoverdense é fruto de uma parceria público privada entre a Prefeitura de Arcoverde através do CECORA, a Casa Rodrigues e o Blog Falando Francamente. 

O vice prefeito Wellignton Araújo, a Secretária de Desenvolvimento Econômico Jussara Pereira, estiveram no local junto com os patrocinadores Ailton Rodrigues e Amannda Oliveira e festejaram o resultado da obra.
Segundo o Diretor do Cecora, Paulo Sérgio " Esse é o marco inicial de parcerias público privadas que serão desenvolvidas no Cecora e fazem parte de uma série de ações que irão revitalizar a identidade visual deste espaço cultural da cidade."


João Leocádio da Silva, o "Mestre João Silva", nasceu em Arcoverde e foi músico, cantor e compositor, sendo o maior parceiro musical de Luiz Gonzaga. Só para ele compôs mais de 100 músicas como " Danado de Bom", " Arcoverde Meu", " Nem se despediu de mim", " Pagode Russo". 

Em toda a sua vida João Silva compôs mais de duas mil músicas gravadas por grades nomes como:Alcione, Abdias, Ary Lobo, Azulão, Benito de Paula, Beth Carvalho, Bezerra da Silva, Delmiro Barros, Demônios da Garoa, Dominguinhos, Elba Ramalho, Fagner, Falamansa, Flávio José, Flávio Leandro, Forró Limão com Mel, Forró Mastruz com Leite, Frejat, Genaro, Genival Lacerda, Jackson Antunes, Jackson do Pandeiro, Lenine, Luiz Gonzaga, Marinês, Messias de Holanda, Moreira da Silva, Ney Matogrosso, Novinho da Paraíba, Núbia Lafaiete, Oswaldinho, Quinteto Violado, Rastapé, Santana, “O Cantador”, Silvério Pessoa, Sivuca, Trio Nordestino, Trio Parada Dura, Trio Virgulino, Wanderley Cardoso e Zeca Baleiro.

Amannda Oliveira

Festival de Inverno de Garanhuns será tributo a Belchior e prestará homenagens a Hermilo Borba Filho e Ariano Suassuna

junho 22, 2017

O Governo de Pernambuco, por meio da Secult-PE e Fundarpe, confirma a data de realização do 27º Festival de Inverno de Garanhuns. De 20 a 29 de julho, a cidade no agreste pernambucano vai se transformar novamente na capital da arte e da cultura brasileiras. 

O homenageado desta edição será o cantor cearense Belchior, falecido no último mês de abril. A escolha se deu pela poética que traduz nossos anseios contemporâneos e a esperança que muitos brasileiros precisam vivenciar no Brasil de hoje. A poesia de Belchior vai estampar a decoração da cidade, durante o evento.
Um concerto em homenagem a Belchior vai marcar a abertura oficial do FIG que, pelo segundo ano consecutivo, acontecerá na Catedral de Santo Antônio. A partir do dia 21/7, a programação tomará os demais palcos e espaços do festival, nos moldes da edição anterior.
Outros dois espaços do FIG também prestarão homenagens a artistas nordestinos. A Praça da Palavra vai lembrar o centenário de Hermilo Borba Filho; e o Palco de Cultura Popular, a partir deste ano, passa a se chamar Palco da Cultura Popular Ariano Suassuna, marcando o 90º aniversário do escritor. 
O edital nacional do FIG 2017 habilitou centenas de propostas de programação, nas mais diversas linguagens artísticas, que passaram por análise de comissões especializadas. A programação sera anunciada em breve.

Fundarpe

Divulgada a comissão de análise do Casarão dos Pontos de Cultura do Festival de Inverno 2017

junho 21, 2017
A Secult-PE e a Fundarpe tornam pública o resultado do processo seletivo para Comissão de Análise da Programação do Casarão dos Pontos de Cultura no 27º Festival de Inverno de Garanhuns – FIG 2017.
Esta será a sétima edição do Casarão dos Pontos de Cultura, previsto para acontecer nos dias 25 a 29 de julho de 2017. O espaço busca promover debates, trocas e reflexão entre os participantes, além de contribuir para o fortalecimento e visibilidade dos agentes e projetos ligados ao Programa Cultura Viva.
Os integrantes da Comissão da Análise vão apreciar as propostas da programação do Casarão entre os dias 26 e 28 de junho.
Confira aqui a lista dos selecionados.
Fundarpe

Cinema Rio Branco entra no clima do São João

junho 21, 2017
Programação para todos os públicos começa nesta quinta-feira (22), com um documentário sobre o compositor arcoverdense João Silva. Outro destaque é o filme ‘A Luneta do Tempo’ dirigido por Alceu Valença.  


O repertório das canções que marcam os festejos juninos em todo o Brasil vai ganhar a tela da sala de cinema mais antiga em funcionamento da América Latina, o Cinema Rio Branco, em Arcoverde.  Grande vencedor do Cine PE 2016, o longa-metragem ‘Danado de Bom’ entra em cartaz nesta quinta-feira (23), com sessões sempre às 20h, até o dia 25 de junho.

O público vai poder conhecer as histórias e cantar junto as músicas de um dos maiores artistas brasileiros, o arcoverdense João Silva. Falecido em dezembro de 2013, Mestre João foi um grande parceiro de Luiz Gonzaga e escreveu mais de 3 mil letras, algumas delas já bem registradas na memória do povo brasileiro, como “Pagode Russo” e “Nem se despediu de mim”.
“Estou muito feliz por poder estar presente no lançamento do filme na terra dele, espero que todos saiam felizes da sessão, lembrando a obra de João Silva, que nunca saiu da nossa mente e jamais sairá”, revela Dina Nogueira, viúva de João. Dina conta ainda que trabalha em um novo projeto a ser lançado em breve, com músicas inéditas e que “a vontade é de manter João sempre vivo na nossa memória, espero que o povo do sertão, especialmente de Caraíbas, onde ele nasceu, compareça em peso”, convida. 
‘Danado de Bom’ inaugura a programação audiovisual do São João de todas as culturas, que está promovendo ações nas mais diversas linguagens artísticas. Narrando a trajetória do mestre, o documentário registra sua viagem de volta à Arcoverde, na qual relembra sua jornada de superação da pobreza e do semi-analfabetismo até ser reconhecido como Patrimônio Vivo de Pernambuco.
“Conheci a história de João Silva no início de 2007, quando Roberta Jansen, produtora cultural e produtora associada do filme, me procurou para contar sobre o projeto. Ela havia conhecido João através de um pesquisador e de imediato eu fiquei encantada com a história desse parceiro tão importante de Gonzaga que estava no completo esquecimento”, conta a produtora do filme, Marianna Brennand Fortes. “O João tinha um desejo muito grande de ser reconhecido, de voltar para os palcos e reencontrar seu público”, afirma. 
O documentário conta com participações de artistas como Dominguinhos, Elba Ramalho, Josildo Sá, Mariana Aydar, Zeca Baleiro, Gilberto Gil e Lenine, por meio de depoimentos ou interpretações das músicas de João que, infelizmente, não viveu para ver o filme finalizado.  “É muito difícil lançar o filme sem a presença dele. Acredito que ele estaria emocionado, porque era o que ele queria, ser reconhecido como artista. Ele brincava muito comigo sobre isso”, lembra a diretora Deby Brennand.
ALCEU VALENÇA NO PALCO E NO CINEMA
Alceu Valença é atração do Palco Multicultural no sábado (24), mas o público do São João em Arcoverde também terá a oportunidade de conferir uma outra faceta do artista, a de diretor de cinema. Duas exibições de ‘A Luneta do Tempo’ estão confirmadas para o sábado (24) e o domingo (25), sempre às 18h.
O primeiro filme de Alceu é um drama musical poético que traz pra tela alguns mitos da cultura popular brasileira e tem um enredo marcado por encontros e desencontros dos personagens, traições e amores, situações de crime e castigo. O pano de fundo é o sertão pernambucano e as expressões que o identificam, como o cordel, o cangaço e o circo.
Confira os dias e horários das sessões no Cinema Rio Branco e programe-se! Os ingressos custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia).
DANADO DE BOM
(Brasil, documentário, 74min, 2016, Deby Brennand)
De 22 a 25 de junho | 20h

A LUNETA DO TEMPO
(Brasil, drama, 97min, 2016, Alceu Valença)
De 24 a 25 de junho | 18h

UMA BALADA PARA ROCKYLANE 
(Brasil, documentário, 40min, 2016, Djalma Galindo)
De 27 a 28/6 | 18h


AQUARIUS 
(Brasil, drama, 2h26m, 2016, Kleber Mendonça Filho)
Dia 27/6 | 20h

O SOM AO REDOR 
(Brasil, thriller/drama, 2h11m, 2013, Kleber Mendonça Filho)
Dia 28/6 | 20h

ASCOM/PMA


Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.