Salário mínimo será de R$ 945 a partir de janeiro de 2017

O Plenário do Congresso Nacional aprovou, nesta quinta-feira (15), o Projeto de Lei do Orçamento da União de 2017, que estabelece despesas no valor de R$ 3,5 trilhões.

O PLN 18/2016 estabelece que o salário mínimo de 2017 terá o valor de R$ 945,80 e estima uma inflação para o próximo ano de 4,8%. O percentual de correção do salário mínimo será de 7,47% em relação aos atuais R$ 880,00. Esse índice cobrirá apenas a inflação do período, ou seja, não haverá aumento real do mínimo. O novo salário já vale a partir de 1º de janeiro e vai recepcionar as empresas e prefeituras no novo ano.

Segundo cálculo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) o salário mínimo necessário para suprir as despesas de uma família de quatro pessoas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência deveria ser de R$ 3.992,75 em julho deste ano.

No total do Orçamento da União para o próximo ano inclui R$ 58,3 bilhões para o Orçamento Fiscal e da Seguridade Social; R$ 90 bilhões para investimentos das estatais; R$ 306,9 bilhões para pagamento de pessoal na esfera federal; R$ 562,3 bilhões para o Regime Geral da Previdência; R$ 946,4 bilhões para o refinanciamento da dívida pública; e R$ 339,1 bilhão para pagamento de juros e encargos da dívida.

A Folha das Cidades

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.