Ministério Público ajuíza ação para reinício de obras no teatro do Parque


O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ajuizou uma ação civil pública pedindo que seja expedida uma liminar determinando o reinício imediato das obras de recuperação, restauro e modernização do teatro do Parque, localizado no bairro da na Boa Vista, centro do Recife. O espaço está fechado desde 2010, quando foi interditado devido a problemas estruturais.

Inaugurado em 1915, o equipamento é o único cinejardim centenário do Brasil. Ele foi enquadrado como imóvel especial de preservação (IEP) por meio do decreto municipal n°26.610/2012, demonstrando o reconhecimento do seu valor histórico e cultural.

De acordo com o 12° promotor de Justiça de Proteção do Meio Ambiente e do Patrimônio Histórico-Cultural, Ricardo Coelho, que inicialmente instaurou inquérito civil para apurar os fatos em virtude de diversas denúncias acerca do abandono e destruição do teatro, ele ajuizou a ação civil após várias tentativas extrajudiciais.

"Dos seis anos em que o teatro está sem funcionar, três deles foram de completo abandono. Não há dúvidas de que a estrutura do Parque está bastante comprometida", destacou.

Em nota, o Gabinete de Projetos Especiais da Prefeitura do Recife disse que até a tarde de ontem não havia sido notificado formalmente sobre a ação civil.

Porém, o gabinete afirma que a primeira etapa das obras de requalificação do teatro, orçada em R$ 1 milhão, já foi realizada. Segundo a gabinete, após a licitação da 2ª etapa, o prazo para o término da obra é de um ano e meio. Para a modernização do teatro, o valor da intervenção será de, aproximadamente, R$ 12 milhões.

Destak Jornal

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.