Cocar comemora 07 anos de atuação em Arcoverde

Para comemorar os seus 7 anos de atuação ininterrupta, o Coletivo Cultural de Arcoverde - COCAR realizará no sábado (29/10) a Feira Literária do Sertão - FELIS. O evento é público e ocorrerá na Praça Winston Siqueira (antiga Virgínia Guerra), tendo início a partir das 15h e término previsto para as 22h.

A abertura será com o Clube do Vinil (Arcoverde), coordenado por Irason Bezerra, que mostrará parte de seu grande acervo de "bolaçhões". O público poderá também trazer seus discos para serem tocados ali na Praça.

Logo em seguida, haverá um momento de declamação infantil, com crianças de Pesqueira e Arcoverde, sob a coordenação do Poeta Diosman Avelino, que apresentará seus filhos, Pedro Henrique e Moisés, além das outras crianças e adolescentes.

Depois entra em cena o teatro de rua com a apresentação do renomado grupo arcoverdense Teatro de Retalhos, com  o espetáculo Revolta no País dos Retalhos.

Na sequência haverá o lançamento do Livro Espelhos e Janelas do Poeta Pesqueirense Edimilton Torres, que declamará alguns dos versos contidos em sua obra.

Vinícius Gregório, vem de São José do Egito para lançar o seu livro de poesias "Alma Impressa", o qual já foi lançado em Recife e em sua terra natal. O Poeta também nos brindará com suas belas declamações.

Mais um livro a ser lançado na FELIS é de outro escritor de Pesqueira. Genival Poeta traz o seu "Pernambuco das Pontes às Cancelas", obra escrita em verso que retrata aspectos da História Pernambucana, da Capital ao Sertão.

A parte musical terá como maior atração a cantora Sevy Nascimento, lançando o CD Tríade, onde a artista junta os ritmos de forró, xote, maracatu, afoxé, ciranda, samba, balada, valsa e um leve toque de Funk. O trabalho tem participações especiais, do Beto Hortis, Luizinho de Serra, Santanna O Cantador, Greg Marinho, Bia Marinho, Isaac Sete Cordas, Samuel Samucka, Meriele, Fofão.

Depois de Sevy, sobem ao palco os arcoverdenses Kleber Araújo e Leandro Vaz, para cantarem canções autorais e clássicos do cancioneiro nordestino.

Com a apresentação dos cordelistas de Mossoró (RN) Antônio Francisco e José Ribamar, terá início o sarau poético musical comandado pelo poeta arcoverdense Aldo Almeida (Contadores de História), que conduzirá ao palco cerca de quarenta poetas, declamadores, músicos e cantores das cidades de Arcoverde, Pedra, Buíque, Pequeira, Sanharó, Belo Jardim, Sertânia, Tabira, São José do Egito, Tuparetama, Alagoinhas, Mimoso, Lajedo, além de artistas do Recife.

A FELIS terá duas exposições de artes visuais com a artista plástica Edilza Vasconcelos (Ser Tão em Preto e Branco) e com Diosman Avelino, apresentando suas escultura de material reciclado.

A venda de livros e folhetos de cordel ficará a cargo da Livraria Lira Cultural, do Poeta Felipe Júnior (articulador do Movimento Por Mais Cultura) e da Editora Coqueiro, além de diversos cordelistas que estarão apresentando os seus trabalhos individualmente.

Haverá ainda mostra de artesanato patrocinada pela Casa do Artesão de Arcoverde, que trará peças de artistas locais, integrantes da associação.

Duas entidades que atuam na área da literatura já confirmaram presença na FELIS, são a Sociedade dos Poetas e Escritores de Pesqueira - SOPOESP  e a SAPECAS - Sociedade dos Poetas, Escritores e Compositores de Sertânia. Essas associações trarão integrantes para participar do momento de declamação, bem como para exporem as suas obras.

O SESC Arcoverde trará para a Feira a  Exposição Itinerante "PASSOSPOÉTICOS"- Itinerário da vida e obra de Carlos Alberto Cavalcanti,que faz um passeio pela obra de um dos poetas com maior visibilidade atualmente em Arcoverde. Essa exposição já circulou no primeiro semestre de 2016 por quatro instituições de ensino: AESA-CESA, Escola Industrial de Arcoverde, EREM-Carlos Rios e EREMA. 
A Feira Literária do Sertão, que conta com apoio da Prefeitura Municipal, além de significar uma celebração da cultura de Arcoverde e Região, será uma excelente oportunidade para a troca saberes entre artistas e entre estes e o público presente.

Cocar

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.