Surge Processo Criminal contra Erb Lins, pré candidato a vice de Nerianny , em Arcoverde. Outras lideranças da oposição também estão na mira da justiça

Uma triste novidade neste período pré-eleitoral em Arcoverde. Nesta semana, veio à tona através das redes sociais, que o pré-candidato a vice-prefeito, Erb Lins, é alvo de um processo penal na justiça. Erb Lins Alves, que é empresário no ramo de supermercado, responde criminalmente por fraude em licitação (Processo Nº 0000092-74.2013.8.17.1100).
Além do pré-candidato a vice, Erb Lins,  os principais líderes do grupo de oposição em Arcoverde –o deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB), marido da pré-candidata a prefeita, Nerianny Cavalcanti (PTB); e o cunhado dela, deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB) – também estão envolvidos em sérios problemas judiciais.

A Ação Penal Nº 0000092-74.2013.8.17.1100, na qual Erb Lins já é considerado réu, o empresário e pré-candidato é acusado pelo Ministério Público de crimes previstos na Lei de Licitações. Há cerca de quinze dias, na última semana de julho, o juiz da Vara Única da Comarca da Pedra acatou a denúncia do Ministério Público. Se for condenado, Erb Lins Alves pode cumprir uma pena que varia de 2 (dois) a 4 (quatro) anos de prisão. A ação penal é pública, quem quiser conferir basta entrar no site do Tribunal de Justiça de Pernambuco ( tjpe.jus.br ) e consultar através do número do processo (0000092-74.2013.8.17.1100).

Foto: Internet
O deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB) também está na mira da justiça. Na última semana de julho, ele foi intimado pela Juíza Luciana Maranhão, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Olinda, para apresentar defesa no Processo Nº 0002645-45.2016.8.17.2990. Júlio responde por supostas irregularidades na contratação de shows com recursos de emendas parlamentares.
O caso mais grave, envolvendo máculas judiciais do time da oposição de Arcoverde, entretanto, é do atual Deputado Federal Zeca Cavalcanti (PTB).  Ex-Prefeito do município, por diversas acusações de irregularidades durante a sua administração, Zeca Cavalcanti é investigado em 9 (Nove) Inquéritos Penais no Supremo Tribunal Federal (Inq 4044;  Inq 4095;  Inq 4083;  Inq 4082;  Inq 4084;  Inq 4120;  Inq 4240;  Inq 4257;  Inq 4236). 

Todos os inquéritos são públicos e podem ser acessados por qualquer cidadão no site do Supremo Tribunal Federal .  

No total, Zeca Cavalcanti coleciona a assombrosa soma de estar respondendo ou já ter respondido a mais de 40 processos nas Justiças Federal, Estadual e Tribunais de Contas. Para lamento dos arcoverdenses, ele aparece em notícias publicadas pela imprensa e na internet sobre parlamentares com grande número de processos. Por exemplo, entre os parlamentares que votaram contra a abertura do impeachment da Presidente Dilma Rousseff, ele apareceu como segundo colocado, em todo o Brasil, na lista dos deputados com maior número de pendências judiciais, somando 16 processos.

Informações: Stf.jus.br

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.