Izaías lidera com folga disputa em Garanhuns

Pesquisa realizada pelo Instituto Contextto em Garanhuns, entre os dias 20 e 23 de julho, aponta o atual prefeito Izaías Régis (PTB) numa liderança folgada em relação aos outros possíveis candidatos na eleição de dois de outubro.

No cenário mais amplo da disputa, com quatro prováveis candidaturas, Izaías aparece com 67% das intenções de voto, Claudomira Andrade (DEM), ficou com o segundo lugar, somando 9%, um pouco à frente de Paulo Camelo (PCB), este totalizando 7% das intenções de voto.

O nome de Givaldo Calado (PP) foi incluído neste trabalho de campo, pois quando do registro da pesquisa o empresário ainda não tinha retirado seu nome do páreo. Ele obteve 4%, enquanto Valter Couto (Valter da Celpe) não pontuou.

Em outros cenários testados pela Contextto, em que apenas Izaías Régis e um outro candidato (a) participassem da disputa (Claudomira, Paulo Camelo, Givaldo ou Valter), o petebista totalizou 76%, contra 13% do que ficou melhor situado. 

Na pesquisa espontânea, sem o uso de cartão informando os nomes dos possíveis candidatos, Izaías Régis teve 53%, Claudomira – 1,50%; Paulo Camelo – 1% e Givaldo – 0,50%.

Neste cenário 43,50% dos eleitores não souberam ou não quiseram responder aos entrevistadores.

A pesquisa do Instituto Contextto foi feita com a aplicação de 400 questionários no município de Garanhuns, distribuídos pelos bairros da cidade, distritos e zona rural.

Do total de entrevistados, 54,2% foram mulheres e 45,8 homens.

Quanto à rejeição dos possíveis candidatos, quando o eleitor ou eleitora diz em quem não votaria de jeito nenhum,  Givaldo ficou com 17%, Paulo Camelo – 16%; Claudomira Andrade – 8,50% e Izaías Régis – 8%.

A margem de erro do levantamento, segundo Olívio, diretor do Instituto Contextto, é de 4,85% para mais ou para menos. 

Os números foram registrados no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 04565/2016.

A pesquisa fechada ontem no município confirma o que disse o chefe de gabinete do governador Paulo Câmara, João Campos, quando numa conversa com o prefeito de Garanhuns brincou dizendo que “Izaías estava praticamente correndo só na sucessão municipal”.


Na oportunidade, o filho do ex-governador Eduardo Campos antecipou que não valia a pena o PSB lançar candidato em Garanhuns.

Blog do Roberto Almeida

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.