E Deus chamou Clarinha

Arquivo da família
Faleceu na tarde desta sexta-feira (1) Maria Clara Rochimim, de apenas nove anos de idade, vítima de um gravíssimo acidente envolvendo dois veículos no último dia 12 de junho, num trecho da Serra do Tará, na BR 424, município de Venturosa. O acidente deixou um saldo de 11 feridos, mas apenas Clarinha, como era mais conhecida, e outra criança de 11 anos tiveram ferimentos mais graves.

Ao longo das semanas, a família criou uma rede de solidariedade e fé e nas últimas horas uma campanha para doação de sangue se intensificou nas redes sociais. Mas, as 17h desta sexta a garota não resistiu e venho a óbito em um hospital da capital pernambucana.

Filha de Humberto Fernandes, sócio proprietário do Curso CETA, com sede em Arcoverde, Maria Clara estava na UTI PEDIÁTRICA do Hospital da Restauração. Nesta sexta-feira (1) a equipe médica do HR solicitou com urgência a doação de qualquer tipo de sangue para recuperação das constantes hemorragias que vinha sofrendo.

A CETA emitiu nota confirmando o falecimento da pequena Clara e pedindo orações para Humberto e sua família para superar a dor da grande perda. Confira a nota abaixo:

“Família CETA.

Com grande pesar avisamos que Clarinha descansou do seu sofrimento e foi recebida pelo Pai Celestial. Vocês não tem noção do quanto cada um foi importante durante toda essa jornada. Que Deus abençoe a cada um por cada oração e pedido feito pela pequena Clarinha. Agora, os pedidos de oração são por Humberto e sua família, para que Deus os conforte dessa perca irreparável e ajude a aliviar essa dor tão grande. Não é a toa que sempre nos chamamos de FAMÍLIA CETA.

Obrigado a todos”.

Fonte:Folha das Cidades

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.