Diversidade musical marcou a quarta nohunsite do Festival de Inverno de Garanhunsoje

 Quarta noite do Festival de Inverno de Garanhuns foi do samba de latada a MPB



Se uma das marcas do Festival de Inverno de Garanhuns é a diversidade musical e cultural ela foi sem sombra de dúvidas a marca da quarta noite do evento.
Quem abriu a noite foi a cantora garanhuense Amanda Back que se apresentou pela primeira vez no fig. A cantora contou clássicos da mpb e fez uma homenagem ao cantor Dominguinhos.
Josildo Sá, veio celebrar em Garanhuns, os dez anos do Samba de Latada, lançado em 2006 e homenageou Paulo Moura. No repertório entoadas, xotes, baiões, arrasta-pé, todas nesse arranjo de um forró mais “sambado” boa parte delas de autoria de Josildo , mas o show inclui os clássicos como Lamento Sertanejo (Dominguinhos),Forró de Mané Vito (Luiz Gonzaga e Zé Dantas) e Pra não morrer de tristeza (João Silva). 


Karynna Spinelle incendiou o Palco Mestre Dominguinhos com a turnê "Negona". O show p trouxe canções autorais dos CDs Morro no Samba e Negona , e canções de grandes nomes do cenário nacional, como Jorge Aragão, Moraes Moreira, Zeca Pagodinho e Chico Buarque.
As toadas do seu enlace ao candomblé e à Jurema Sagrada. E Karina enlouqueceu o público ao dizer: em primeiro lugar: Fora Temer! E chamar a atenção do público para a importância de lutar pelo que acredita e não baixar a cabeça para os absurdos atuais e foi ovacionada ao cantar " Como nossos pais", sucesso que ficou imortalizado na voz de Elis Regina.


A cantora baiana Gal Costa, encerrou a noite cantando o repertório do seu mais novo disco " Estratosférica" e começou dizendo " Eu tenho me jogado na vida, sem medo e nem expectativas. Esse show mostra um pouco disso". E o  público viu. Gal passeou pelo palco sucessos como " Objeto não identificado", homenageou Gonzaga ao cantar " Acauã", apresentou "Estratosférica" ao público, cantou " 2 e 2" sucesso na novela Velho Chico e relembrou sucessos como " Pérola Negra", " O Bom rapaz", " Cabelo" e " Êxtase". um sucesso atrás do outro cantando em coro pelo público.

Hoje sobem ao palco às 20h Loucos Nordestinos, 21h Clayton Barros, as 22h10 Di Melo e quem encerra a noite às 23h20 é a Banda Nação Zumbi.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário

Amannda Oliveira. Tecnologia do Blogger.